O vampiro que ri - Terror nas ruas de Tóquio...

Já vou avisando que essa história é proibida para menores, portanto crianças CLIQUEM AQUI para ver algo mais adequado e que não cause distúrbios futuros. Para os que sobraram, então sugiro que não liguem para coisas bem grotescas, pois esse mangá tem cenas extremamente fortes e que pode incomodar a alguns, vamos lá...



Eu lembro quando comprei o meu exemplar desse mangá e fiquei ansioso, era tão perfeito, comecei a ler e fui até o final totalmente preso na história, foi algo tão fantástico que até me senti mal por ter terminado, eu realmente precisava demais. Aquilo marcou minha vida e se tornou automaticamente uma das minhas obras favoritas.
O vampiro que ri é um mangá que apresenta coisas relativamente ruins acontecendo em uma cidade, há vários personagens vivendo suas vidas e cada um com sua própria história bizarra. Um garoto começa a machucar pessoas e sentir prazer com isso, saindo à noite escondido da família. Várias colegiais ganham dinheiro a partir dos desejos imorais de velhos, como por exemplo vendendo suas calcinhas. Uma vampira vaga pela cidade e transforma um garoto, ele tem que encarar a sua nova terrível vida tentando descobrir como agir, sendo alvo de preconceito na escola por cobrir todo o corpo e usar um saco na cabeça para evitar o sol. Um palhaço louco ataca jovens garotas e adolescentes se divertem espancando mendigos pelas ruas da cidade.

Como vocês podem ver esse é um mangá que tem histórias realmente fortes, repulsivas para alguns e até mesmo bizarras. O vampiro que ri é um mangá noturno, mostra o quanto a noite pode ser perigosa e o quanto as pessoas podem ser ruins. Perversões são expostas explicitamente, ou seja mesmo pessoas que consideramos boas, homens de bem, garotas de família acabam sendo mostradas de outro ângulo, como se fosse o psicológico de cada um sendo colocado pra fora sem pudor algum.
Esse mangá é simplesmente fantástico, dois personagens que particularmente gostei muito foi o garoto que vira vampiro, ele não é apresentado como alguém que adora ser vampiro e que se da bem com os seus poderes, mas sim como alguém que não queria essa vida e que sofre muito com as fraquezas vampirescas, é alvo dos colegas da escola pelo visual que adota para evitar o sol e ainda vira um tipo de servo da velha vampira que o mordeu. O outro personagem é o garoto psicopata que se sente bem aplicando dor nas outras pessoas, apesar de ser bem jovem ele se sente bem com a crueldade. Mas enfim todos os personagens tem histórias interessantes pra caramba, todas prendem e cada página do mangá vale a pena ler.

Se você tem estômago forte e não liga pra cenas bizarras mas adora uma boa história super sombria, leia o vampiro que ri. Esse foi um dos melhores mangás que já li em minha vida. Infelizmente não vende mais no Brasil, mas as vezes dá pra achar em sebos. Se você é fã de obras envolvendo vampiros, esse mangá é obrigatório!

Twittem aí para seus amigos pessoal =D

Postar um comentário

4 Comentários

  1. Já tive a oportunidade de folhear esse mangá em uma comic shop, há alguns anos atrás. Mas não pude levar, pois estava liso. Nerd pobre é uma desgraça mesmo. Ò_Ó

    ResponderExcluir
  2. eu foleio esse manga todas as vezes que estou em uma livraria ou qq lugar que venda ele sem estar lacrado. Ainda nao comprei mas assim que puder compro, o autor tem outros titulos no mesmo estilo, grotesco e forte. Um outro manga desses estilo porem bem mais barato é "Panorama do Inferno" que conta a historia de uma familia nda convencional.
    esse eu tenho e é mtu bom!

    ResponderExcluir
  3. cliquem aki para ir para um conteudo mais adequado... Ò_Ó TURMA DA MONICA!!!!!!! MUAEHOAEHOAEHOHO' Vamos lá sky, seu filhote de mafagafo, ninguem é bobo aki .... .-.

    ResponderExcluir