Galera! A Amazon tem uma página focada em promoções atualizadas diariamente! Vão desde celulares, videogames, notebooks e até pequenos itens baratinhos como pingentes para presente! E tem frete grátis ao comprar R$129 em itens com selo prime! Veja no link de afiliado Amazon!

Polêmicas de GTA são reveladas em livro cheio de escândalos sobre criação do game

Apesar de existirem diversas obras direcionadas ao público maduro e que contém muita violência, como o Universo Adulto de Batman, que explora Gotham City de maneira realista, ou "Está Tudo Bem", com seu forte foco no horror psicológico, existem outras que conseguem chocar por estarem diretamente conectados à nossa realidade, como Metamaus. Porém tem certas coisas que surgem já carregadas de escândalos não por seu conteúdo pesado, mas por atrair pessoas jovens. Aquele Box de Five Night at Freddy's se tornou um best seller, mas seu conteúdo de terror podem frustrar alguns pais. Porém temos obras de coisas realmente pesadas, como aquela HQ tão polêmica que nem Hollywood quis adaptar. E quando se fala em algo cheio de violência, drogas e sexo e que atrai jovens, certamente uma obra que coleciona polêmicas é GTA!
 
O adblock bloqueia links de afiliados da Amazon como esse aí, então se não estiver aparecendo, é só desativar o adblock.

No mundo dos games, poucos títulos conseguiram causar tanto impacto quanto a franquia Grand Theft Auto (GTA). Com sua proposta ousada e inovador para a época de criação, que desafia padrões e mergulha na cultura dos jogos envolvendo gangues, prostituição e criminalidade. E esta saga é o centro de uma obra biográfica controversa e visionária, o livro "O Grande Fora da Lei: a Origem do GTA".

Escrito por David Kushner, este livro é mais do que um relato sobre a criação de um jogo revolucionário; é uma exploração profunda dos bastidores, revelando a essência de uma indústria que muitas vezes esbarra em polêmicas. E que definitivamente foi algo que não faltou nem um pouco desde o começo da franquia.
Através de uma década de pesquisa, entrevistas e imersão no mundo dos jogos, Kushner oferece uma visão íntima da jornada dos irmãos Sam and Dan Houser, os mentes brilhantes por trás do GTA. Esses visionários não apenas criaram um produto que moldou uma geração, mas também desencadearam reações culturais e políticas intensas, ameaçando a própria existência do jogo.

A obra não hesita em explorar os embates legais e as disputas judiciais que visavam banir o GTA do mercado. O jogo enfrentou resistência de setores conservadores da sociedade norte-americana, que se opuseram à sua presença devido à sua violência e temática polêmica. No entanto, sobreviveu a tais desafios, consolidando-se como um ícone da cultura pop das últimas décadas.

O livro não é apenas um mergulho nos dramas e triunfos da indústria dos games, mas também oferece uma nova perspectiva sobre como ideias inovadoras conseguem se estabelecer rapidamente no mundo contemporâneo. Além de como as coisas podem mudar de uma hora pra outra, já que basicamente basta uma proibição e talvez algo que pudesse evoluir, simplesmente desapareça.
Além do conteúdo rico e provocativo, "O Grande Fora da Lei" é apresentado em um acabamento luxuoso em capa dura, demonstrando o cuidado e a atenção para com os detalhes. A editora DarkSide normalmente foca em obras de terror, mas dessa vez parece ter testado um tipo diferente de obscuridade pra ver se cai no gosto do brasileiro. E mais uma vez provou sua dedicação em dar vida a histórias relevantes e fascinantes, oferecendo um produto que não só cativa pela narrativa, mas também pela experiência sensorial que proporciona.

Enfim, esta obra acaba sendo extremamente interessante para gamers não só por mostrar algo sobre GTA, mas por também revelar ao leitor como funcionam as coisas nos bastidores do desenvolvimento de um jogo. É um portal que nos permite compreender como a criatividade e a visão de fora da caixa podem remodelar indústrias inteiras, deixando um impacto duradouro na história e na cultura contemporânea. Como foi lançado em 2019 e nunca ouvi falar muito dele, acredito que não caiu no gosto das pessoas como deveria, e que ao terminar o estoque, provavelmente vai se tornar uma daquelas obras raras. Mas atualmente ainda tem estoque no Brasil, confira:

O adblock bloqueia links de afiliados da Amazon como esse aí, então se não estiver aparecendo, é só desativar o adblock.

Imagem da promoção Galera! O Nerd Maldito tem um link de afiliado na Amazon atualizado todo dia com listas temáticas de itens que vocês vão amar! Já viram hoje? Confira no link de afiliado Amazon!
 

Sobre GTA

Desde o seu surgimento em 1997, Grand Theft Auto (GTA) se estabeleceu como uma das franquias mais icônicas e influentes da história dos videogames. Desenvolvida pela Rockstar Games, a série conquistou não apenas sucesso comercial, mas também um lugar de destaque na cultura popular global. A saga GTA transcendeu os limites do entretenimento digital, deixando uma marca indelével na indústria de jogos e na sociedade como um todo.

A evolução do jogo

A trajetória da franquia GTA é marcada por uma evolução notável. Desde sua estreia em perspectiva top-down até a transição para o mundo tridimensional, GTA sempre buscou inovação. O lançamento de GTA III em 2001 foi um marco crucial, introduzindo um ambiente de mundo aberto imersivo e oferecendo aos jogadores uma liberdade sem precedentes para explorar uma cidade fictícia. Essa mudança revolucionou a forma como os videogames eram concebidos e jogados, estabelecendo um novo paradigma para os jogos de mundo aberto.

As iterações subsequentes da franquia, como Vice City, San Andreas, e mais recentemente, GTA V, continuaram a aprimorar essa fórmula de sucesso. Cada novo lançamento trouxe melhorias técnicas, enredos envolventes e uma experiência de jogo cada vez mais imersiva. A habilidade da Rockstar Games em criar mundos virtuais ricos em detalhes e personagens memoráveis é um dos pilares que sustentam o sucesso duradouro da franquia.

O impacto cultural e social

Além do sucesso comercial, a série GTA deixou um impacto duradouro na cultura popular e no debate social. A abordagem ousada e muitas vezes controversa do jogo em relação a temas como violência, criminalidade e sátira social gerou debates acalorados ao longo dos anos. GTA frequentemente desafiou convenções e provocou reflexões sobre questões morais e éticas, estimulando discussões sobre a influência dos videogames na sociedade.

Ao mesmo tempo, a franquia também se destacou pela sua habilidade em criar mundos virtuais vastos e cheios de vida, oferecendo aos jogadores a oportunidade de explorar ambientes fictícios de uma forma nunca antes vista. A trilha sonora excepcional de cada jogo, repleta de músicas licenciadas que evocam a atmosfera das épocas retratadas nos jogos, também contribuiu significativamente para a imersão dos jogadores.

O futuro da franquia

Com o sucesso contínuo de GTA V e a antecipação em torno de GTA VI, a franquia continua a manter os jogadores ansiosos por mais inovações e experiências únicas. A expectativa em torno de cada novo lançamento da série é imensa, e a Rockstar Games, conhecida por seu alto padrão de qualidade, está sob pressão para superar as expectativas já elevadas.

Além disso, o potencial de expansão da franquia para outras mídias, como filmes ou séries de TV, também é um tópico de especulação constante entre os fãs. A narrativa rica e os personagens cativantes de GTA poderiam facilmente ser adaptados para diferentes formatos, ampliando ainda mais o alcance da marca.

A franquia Grand Theft Auto não é apenas um marco na história dos videogames, mas um fenômeno cultural que moldou a maneira como vemos e entendemos os jogos eletrônicos. Sua capacidade de se adaptar e evoluir ao longo do tempo, combinada com sua influência na cultura popular, solidificou seu lugar como uma das séries mais emblemáticas da indústria do entretenimento. Com cada novo lançamento, a franquia continua a cativar e desafiar, mantendo-se no topo do mundo dos jogos por mais de duas décadas, e seu futuro promete continuar essa trajetória de sucesso e inovação.

Postar um comentário

0 Comentários