Temporario



Jogos | Séries | Filmes | RPG e Tabuleiro | Animes | Creepypastas | Quadrinhos | Livros | Mapa do Blog | Sobre o Blog | Contato |

segunda-feira, 12 de junho de 2017

Friday the 13th: The Game | Um jogo pra gritar e rir muito

Esse é um daqueles jogos que se tornam naturalmente atraentes por sua proposta fantástica de renovar uma ideia tão desgastada no cinema, a saga Sexta-Feira 13. Essa ideia de não apenas assistir, mas controlar um dos jovens ou mesmo o próprio Jason, acabou dando aquele empurrão imediato. Felizmente, apesar de certos defeitos, o jogo apresenta exatamente a experiência que se espera.


O foco do jogo é o multiplayer, mas a história é aquela que tanto conhecemos, existe uma lenda sobre um assassino chamado Jason. Todo mundo pensa que isso é uma mera lenda, até que um grupo de jovens decide se divertir em seus domínios, porém a alegria acaba assim que descobrem que Jason é real e vai caçar um por um.

Desde que o primeiro Sexta-Feira 13 foi lançado em 1980, o filme se tornou um estouro, lançando múltiplas mídias, como um jogo para Nintendo 8 Bits em 1989, ou mesmo o livro Sexta-feira 13: Arquivos de Crystal Lake, que chegou a ser lançado no Brasil. Além é claro, das inúmeras sequencias e obras que influenciou.

Em 2015 a desenvolvedora IllFonic começou a criar um jogo chamado Slasher Vol. 1: Summer Camp, que era uma homenagem à franquia de Jason, porém sem usar o nome já que não tinham direitos autorais, porém a equipe começou a tentar pegar e conseguiu. Assim puderam mudar o nome e geraram uma campanha de financiamento coletivo, daí conseguiram mais de um milhão de dólares.

Finalmente em 2017 saiu Friday the 13th: The Game, um jogo multiplayer em que é colocado um jogador no papel de Jason e o resto no papel de jovens que estavam se divertindo. Como Jason é preciso matar todo mundo, e como jovens o objetivo é sobreviver ou fugir do lugar antes que seja achado.

O jogo teve uma série de problemas no lançamento, no entanto acredito que a maioria deles foi consertada rapidamente. Agora algo que vi que permaneceu especialmente pra quem tem conexão ruim foi o problema com os servidores. Minha conexão é de 10mb e não tive problema algum, no entanto não sei dizer quanto a quem tem conexões inferiores.

No jogo você pode escolher que personagem quer jogar, cada um deles tem uma ficha que indica suas habilidades. Por exemplo se a Luck (Sorte) é alta, acontecerão coisas como ser bem baixa a chance da arma quebrar quando você ataca Jason. Se Speed (Velocidade) for alta, você pode correr muito mais rápido que outros personagens. Se sua Intelligence (Inteligência) for alta, vai ser bem mais fácil consertar coisas, e assim vai...

Graças a essa ficha de personagens, as possibilidades são inúmeras! Há uma enorme interação com o cenário e dependendo de quem estiver ali, a coisa pode ser diferente. Por exemplo se um grupo estiver correndo do Jason, entrar em uma casa e tiver um cadáver lá, um personagem com Composure (Compostura) alta pode só passar reto, um que tenha baixa pode soltar aquele som de sustinho, dar uma parada repentina e falar "Oh meu Deus! Isso é um corpo?!".

Um personagem com Strength (Força) alta pode meter uma porretada no Jason e fazer ele cair no chão, enquanto um que tenha esse atributo baixo, pode apenas dar uma chance para que o vilão o pegue facilmente. Então as várias características acabam montando inúmeras possibilidades, ainda mais com os elementos do cenário.

Outra coisa bem bacana, é que a atmosfera é mantida pela trilha sonora, de vez em quando você ouve o clássico "Tsh...Tsh...Tsh...tsh... Ahh...Ahh...Ahh...ahh..." e a música de suspense dá umas mudanças repentinas que te faz pensar "Ele tá aqui?". Mas o negócio é, essa música depende da distância que você está do Jason, sendo assim as vezes tá rolando algo, mas não tão perto e isso só te deixa desesperado.

Por exemplo, Jason está atacando alguém na cabana ao lado, você ouve aquela música agoniante do perigo, porém pode achar que está acontecendo com você. Isso tira a concentração e te faz parar, olhar ao redor e tentar achar alguma forma de fugir. O pior é quando ele não estava, você fica despreocupado e aí chega de verdade e finaliza.

O objetivo dos jovens é fugir, sobreviver até o tempo acabar ou em um trabalho em equipe realmente épico, conseguir matar Jason. Em todas as opções um trabalho em equipe valeria a pena, porém assim como nos filmes, os jogadores mostram bem que são exatamente do mesmo jeito e assim a maioria não liga muito pra isso e só quer se dar bem.
Você pode tentar fugir de barco, carro ou ser salvo por policiais, mas para cada um tem seus desafios. Ao invés das fugas estarem prontas, você precisa achar peças, consertar coisas e aí sim tentar fugir. Por exemplo se for chamar os policiais é preciso ligar o gerador, usar o rádio, esperar eles chegarem e só então tentar chegar até o lugar do mapa onde estão sem que Jason te mate antes.

No caso de carro você tem que conseguir gasolina, bateria, achar as chaves e só então entrar no carro, mas ainda precisa dirigir e o Jason é forte demais, se ele pega o carro de frente, pode meter as mãos na frente e destruir o carro. Sem contar com probleminhas como estar tentando ligar, ele chegar, enfiar a mão na janela e te puxar.

De barco você precisa achar a gasolina, a hélice e pilotar, mas ainda assim não se está a salvo, Jason pode surgir do nada por baixo da água, agarrar alguém e puxar para o fundo. Sendo assim só consertar as coisas não garante que você venceu, é preciso fazer tudo completinho e chegar a um ponto para aí sim sair ileso.

Existem ainda alguns eventos únicos durante o jogo, por exemplo alguém pode morrer, mas se outro jogador usar o rádio e pedir por ajuda, o jogador morto tem a chance de ser ressuscitado como um personagem novo procurando por vingança, que vai ao lugar exclusivamente para caçar Jason, tem até uma cutscene de entrada, como se fosse parente ou algo assim do personagem que morreu.

Algo muito bacana, é que esse jogo é de estratégia, devido aos inúmeros elementos do cenário você tem que se preparar para agir de forma adequada. Por exemplo um personagem pode abrir uma janela e passar por ela, mas se ele estiver fugindo de Jason, pode correr e saltar com tudo, estraçalhando, mas ficando todo machucado e andando bem mais lento. Ou seja, é preciso pensar rápido em sacrifícios a se fazer.

Como Jason você anda muito mais rápido do que os personagens, pode se teletransportar e tem alguns poderes como visão de calor para saber onde estão os jogadores. Ele também pode interagir com diversas coisas do cenário, como pegar facas para arremessar em pessoas que estão fugindo, colocar armadilhas e muito mais.
Um exemplo, Jason pode colocar uma armadilha de urso em uma janela, depois ir para a porta e começar a descer a machadada, a pessoa pode entrar em desespero e saltar a janela, sendo pega e assim dando chance para Jason ir lá e agarrá-la. Há diversas estratégias possíveis bem bacanas quando se combina cenário e poderes.

Outra coisa maravilhosa é a possibilidade de escolher diversas versões do Jason. Nem todo mundo sabe, mas ele teve um monte de visuais e foi mudando com o passar dos filmes. No jogo você pode escolher um deles, mas cada um tem também atributos próprios baseados nas façanhas que ele fez naquele filme. Isso faz com que cada Jason seja um desafio diferente, ainda mais com a estratégia diferente de cada jogador.

Até em modo espectador esse jogo é muito divertido, isso porque você vai pra sala de observação e pode conversar com quem já morreu. A sensação é de estar assistindo um dos filmes da franquia, com as coisas mais mirabolantes acontecendo. Isso gera gritaria e boas gargalhadas, além de alguns "Wow!!!" quando algum jogador consegue sair de uma situação que parecia impossível.

Por exemplo uma situação hilária foi a de um garoto que tava em uma cabana, ele colocou uma armadilha de urso atrás de uma mesinha e ficou lá vendo Jason meter o machado na porta e dizendo "Oh não Sr Jason! Por favor, não me pegue!", quando o vilão entrou, o garoto foi pro lado, Jason pisou na armadilha de urso e ficou tentando sair, o garoto soltou um "HAHA, talvez na próxima trouxa!", porém assim que saiu pela porta e virou a esquerda, pisou em uma armadilha de urso que Jason tinha deixado ali. E Jason tinha acabado de se livrar da armadilha que pisou.

Outra coisa maneira é a sensação cinematográfica que muitas partes proporcionam, teve uma vez que um cara tinha bloqueado a porta, daí entrou em um quarto, fechou, mas no desespero saltou pela janela, ficando todo cheio de vidro, ele foi se levantando machucado e lá atrás foi possível ver Jason passando por uma janela  e então saindo pela porta e virando, vindo em direção a ele andando. Dá um baita climão.

Há ainda itens que podem ser achados, a maioria são armas, porém há coisas como bombinhas que ficam estourando e deixam Jason hipnotizado observando elas, isso faz dar tempo para fugir. Ou algumas coisas de mais impacto, uma vez vi uma garota dar um tiro com com um sinalizador na cabeça de Jason e ele cair duro. Ainda tem coisas como item de cura, mapa, etc.

Mas o monstrengo também tem seus elementos extras, dependendo do lugar onde estão, a morte efetuada pode ser diferente, por exemplo ontem eu vi um cara que estava ao lado de uma parede com cabides, Jason pegou ele e enfiou o corpo nos cabides, deixando pendurado lá. Então dependendo de onde está, há mortes variadas, são dezenas de animações, é impressionante.

De acordo com as coisas que você faz em uma partida, se ganha XP, e com ele vai destravando coisas novas, por exemplo você não tem todos os Jason's disponíveis quando começa o jogo. Mas na medida que vai ganhando experiência, novos elementos serão destravados para que você equipe, é muito bacaninha o sistema.

Bom, mas apesar de tudo esse é um jogo que você nota que tem suas limitações, ele não é um Triplo A, mas sim um jogo que a equipe notavelmente se virou com o que tinha. É bem legal, mas você nota que é meio bugadinho, a parte boa é que isso deixa mais engraçado e dá um toque de filme trash que essa franquia tem. É aquele tipo de obra tipo Enforcer: Police Crime Action, que é preciso dar uma certa licença poética pra tosqueira e observar as possibilidades como grande charme.

Enfim, esse é um jogo bom para passar o tempo e pode gerar muita diversão, porém é aquela coisa pra você jogar de vez em quando e não ficar 6 horas. Toda vez que a partida vai começar a sensação é de que se vai ficar jogando eternamente, porém acaba se dando um enjoo após algum tempo. Mesmo assim com moderação é uma maravilha. Recomendo!


Nenhum comentário: