Temporario



Jogos | Séries | Filmes | RPG e Tabuleiro | Animes | Creepypastas | Quadrinhos | Livros | Mapa do Blog | Sobre o Blog | Contato |

domingo, 7 de agosto de 2016

Song of the Deep - Um metroidvania no fundo do mar

Normalmente jogos do gênero Metroidvania se passam em castelos, masmorras, naves espaciais. No entanto hoje vou falar sobre um jogo do tipo que resolveu usar uma fórmula diferente e esse se passa no fundo do mar! E apesar de seu toque indie, é um jogo que saiu da mente dos criadores do clássico Ratchet & Clank.




A história apresenta um pai pescador e sua jovem filha Merryn, ele conta histórias fantásticas para ela dormir toda noite. No entanto um dia o homem simplesmente não volta para casa e assim a menina decide construir um pequeno submarino e parte em sua busca, descobrindo que todas as histórias sobre criaturas fantásticas eram verdadeiras.

Acho inevitável pensar especialmente em um jogo parecido com esse, o tocante Child of Light. Existe muito da mesma atmosfera, uma garotinha em uma jornada, o climinha de conto de fadas, o fato de ser um metroidvania, além é claro da beleza visual, apresentando um ambiente que se destaca com seus efeitos.

Mas diferente do outro jogo, esse aqui tem uma jogabilidade mais semelhante a de um Metroidvania, com combate direto, nada de pancadaria em turnos. Porém nada agressivo também, é aquele tipo de jogo que pode ser muito divertido para adultos que gostam do gênero, no entanto é uma diversão saudável o suficiente para qualquer criança jogar tranquilamente.

Como se passa no fundo do mar, você não tem limitações como um lugar alto demais e que não pode alcançar, ao invés disso tem outros desafios como correntezas poderosas que passam por certos túneis, te fazendo ter que passar de forma sincronizada para se proteger antes de ser arrastado para o começo e te que fazer tudo de novo.

Você tem um gancho que usa para a maioria das coisas, com ele você pode destruir lugares frágeis, atacar inimigos com "cutucadas", puxar portas, arrastar objetos e outras coisas. E constantemente você tem que usar ele para fazer coisas como levar um pedaço de uma estrutura até um lugar e assim completar uma estátua, ou simplesmente afastar inimigos.

Há ainda uma opção de impulso no submarino, porém assim como todo metroidvania, nesse você tem habilidades novas que vai adquirindo e com elas pode acessar novas áreas, sendo no total 15, que são complementadas com mais 30 atualizações para o submarino, que o deixam ainda mais potente e facilitam bastante as coisas.

Os gráficos do jogo são bastante bem trabalhados, é um visual em 2.5D com elementos constantes se movimentando pela tela. Com esse toque de fundo do mar as coisas ficam realmente muito bonitas, pois efeitos e criaturinhas definitivamente não faltam. Algumas um pouco assustadoras pelo seu tamanho ou agressividade no caso de inimigos.

Enfim, Song of the Deep é um belo jogo, acho que a única coisa desagradável nele são os controles que parecem meio mal trabalhados, mas fora isso agrada bastante, sem dúvidas vale a pena dar uma conferida. Vale a pena dar uma conferida no site da G2A, pois lá eles costumam vender keys da steam por um valor bem mais barato que na própria steam e ainda aceitam boleto bancário. Dê uma conferida aqui.

Nenhum comentário: