Temporario



Jogos | Séries | Filmes | RPG e Tabuleiro | Animes | Creepypastas | Quadrinhos | Livros | Mapa do Blog | Sobre o Blog | Contato |

segunda-feira, 13 de junho de 2016

As diferenças entre a HQ e a série de Preacher T01E02

Esse é um especial de matérias em que faço uma comparação entre a série Preacher com a polêmica HQ Preacher, mostrando as diferenças cena a cena. Se você quiser ver a lista com todos os episódios comparados é só dar uma olhada aqui. Caso esteja a procura da revista em quadrinhos a venda, elas foram lançadas no Brasil em volumes e você pode conferir aqui.

A cena inicial mostra o personagem conhecido como Santo dos Assassinos e se passa no velho oeste, apresentando a família dele. Realmente a história dele é essa envolvendo a mulher e a menina, mas a primeira aparição do personagem na HQ de Preacher não é assim, não é assim, mas sim em uma tumba onde um anjo abre o caixão e a reação do Santo é:
Daí tem um diálogo que acho melhor não falar por enquanto já que creio que pode estragar algumas surpresas. Mas realmente o passado do Santo dos Assassinos demora um bocado para ser revelado, é algo bem mais pra frente, em outro arco.

Então temos a cena de batismos, isso definitivamente não acontece nos quadrinhos. Como já tinha dito o reverendo mata a igreja inteira sem querer, sendo assim ele nem fica na cidade, ao invés disso cai fora rapidinho junto com os outros protagonistas. Mas acredito que como a AMC sempre faz um teste nas primeiras temporadas de suas séries, decidiu usar o lugar como cenário.


Então vem a cena com Emily Woodrow que agora pude ter certeza que realmente é uma personagem fixa na coisa. Aqui ela aparece em uma conversa com Cassidy que quer dar o fora da cidade e tá tentando conseguir dinheiro, nos quadrinhos o personagem apenas tá entediado e decidiu acompanhar Tulipa depois dela tentar roubar sua caminhonete. Da mesma maneira ele não fica na cidade, só chega lá e se manda com os outros assim que a coisa fica feia.

Ainda no mesmo ambiente vemos Cassidy soltando um grito e pedindo desculpas pro Eugene, lhe explicando que se assustou. Depois disso fala para Jesse que o garoto anda por aí com "Essa Cara de Cu". Nos quadrinhos está em uma cena cheia de ação com tiroteio, acidente de carro em que Cassidy é lançado pra fora e fica todo esbagaçado no chão. Vários personagens estão presentes e um deles diz que vai matar o policial, nesse momento Eugene (que não tem nome na HQ) aparece correndo e gritando "Não!!! Não mata meu pai!", a página dá um foco no rosto de todos os personagens presentes e por fim em Cassidy no chão, que diz:
E é assim que o nome fica definido, é praticamente o batismo como Cara De Cu pois depois nem tocam mais no nome do infeliz, vira oficial a coisa. Até o próprio Eugene aceita esse nome mais pra frente pra vocês verem o nível da bagaceira hahaha.

Então há uma sequencia de cenas que não tem na HQ e que provavelmente são para histórias exclusivas da série, como o pedófilo, o casal de velhinhos tendo a casa destruída, a Tulipa enchendo o saco de Jesse e etc, lembrando que na HQ ela não mora nessa cidade, apenas vai parar lá em uma fuga.

A cena da igreja definitivamente não existe, mas acho que é mais ou menos equivalente a uma cena em que Jesse, Tulipa e Cassidy estão em uma lanchonete de beira de estrada e Jesse fala alguma coisa com a garçonete do tipo "Gracinha" e dá uma gorjeta, mas quando tá saindo um monte de caras vai atrás dele e o reverendo diz que foi só uma piada, a reação do namorado é:
Aí a treta começa e o cara mete uma faca no olho de Cassidy, com óculos e tudo. Naturalmente Tulipa e Jesse tomam um susto, especialmente quando Cassidy segura a faca e retira a faca numa boa e mete a dentada no pescoço do cara arrancando com tudo uma fatia de carne e depois começando a beber o sangue.

A cena é bem gore igual a da igreja, mas Jesse não fica desmaiado, então ele descobre. Também é a primeira vez que o leitor percebe que Jesse não é apenas um cara estranho e entende o motivo dle ter ficado tão numa boa quando Tulipa apontou a arma pra ele e tentou roubar o carro. Acontece no final da edição 2, o que pode parecer muito pouco, mas como a primeira edição é dupla e a quantidade de tretas já foi imensa até então, dá uma sensação de bom caminho andado.

E é isso, as sequencias seguintes de cenas são exclusivas da série, como Cara de Cu encontrando Jesse preso (ele nem é amigo do reverendo como na série) ou Tulipa super fodona jogando no puteiro. A personagem é fodona com a arma, mas a personalidade dela é bastante diferente nos quadrinhos. As HQ's de Preacher foram lançadas no Brasil em volumes e você pode conferir aqui.

Um comentário:

Super Suporte disse...

bastante confuso, acho q é pq faz tempo q vi o segundo episodio, mas aqui já parece q a hq e a serie não tem nada a ver. Pensei q tu ia comentar q o Cassidy não tem olhos '-'