Temporario



Jogos | Séries | Filmes | RPG e Tabuleiro | Animes | Creepypastas | Quadrinhos | Livros | Mapa do Blog | Sobre o Blog | Contato |

terça-feira, 24 de maio de 2016

Exploitation Films - A arte de inserir gêneros na marra!

Eu acho que todo mundo já notou aqueles filmes dos anos 70 que o elenco inteiro era negro, porém, era uma coisa extremamente forçada e ficava só a bagaceira com coisas do tipo um cachorro com black power ou qualquer símbolo do movimento negro de uma forma esculachada pra cacete. Na minha cabeça o motivo daquilo é porque eram os anos 70 né? Então só tinha tosqueira, obviamente tinham que ter uns filmes bem bizarros, mas a verdade é que existe toda uma história por trás da coisa.

Hoje em dia nós vemos protagonistas e personagens negros importantes direto em filmes, não dá pra dizer que é 50% das vezes, mas não é algo que faça as pessoas falarem "Ohhh, o protagonista é negro!". Vemos filmes como Star Wars O Despertar da força, Eu sou a Lenda, O livro de Eli e outros saindo constantemente.


Mas, como sabemos o racismo existe! Com o passar do tempo diminuiu, porém ainda é um problema. Então imagina antigamente a bagaceira que era? A pressão e tudo mais? Os filmes não tinham um personagem negro que não fosse um coadjuvante, vilão ou algo do tipo. Vocês já devem ter ouvido a frase "O Negão é sempre o primeiro a morrer" né? Pois é, isso é um tipo de herança da falta de grandes papéis para negros no cinema.

Agora imagina, você é um negro norte americano, nos anos 70, sabe que é só mais uma pessoa como as outras e tem uma penca de gente enchendo o teu saco! Eles não tem nada a ver com tua venda, você é só mais um cidadão. Coisas ridiculamente básicas como o casamento só foi aceito em 1967, você não pode ser visto em certos lugares, e ainda tem movimentos de ódio, como o Ku Klux Klan, incitando o ódio e até matando negros.

Ou seja, você tem que sofrer pra cacete só porque é quem você é! Tem que viver preocupado no que fazer e no que não fazer, mesmo pagando impostos também e fazendo coisas que só dizem respeito a você. Sempre tem que ter pessoas olhando torto, querendo dar a opinião como se você tivesse pedido e outras coisas.
Bom, como todo mundo sabe, a pressão faz muita gente ficar calada e baixar a cabeça, mas também faz outros surtarem e assim surge os extremistas. Esses são os que incomodam a sociedade, pisam firme e abrem a boca pra falar mesmo. Muita gente acha um absurdo e surgem frases como "Que horror, pra que isso? Daqui a pouco negros vão querer ser presidente também! Vão querer mandar nos brancos!". O resultado é um apontando pro outro e acusando de vitimização, "Não é tão ruim assim, é muito exagero ter que ficar gritando sobre racismo por aí! Você está se vitimizando!" diz um lado e o outro responde com "Ohhh, tadinho, o cara que nunca sofreu racismo agora tá com medo de um futuro sombrio em que negros podem falar! Você está se vitimizando!".

Daí tem aquelas explosões de sempre e graças a esse extremismo, você quer desesperadamente algo que te faça se sentir por cima, algo que não queira te minimizar. E assim surge o Blaxploitation! Um gênero especializado em introduzir elementos relacionados ao movimento negro em meio à arte, especialmente filmes! E é assim que surge aqueles longa metragens esculhambados que vez ou outra vemos uma cena ou outra em redes sociais.

Na verdade Blaxploitation é classificado como subgênero dos filmes Exploitation, que vieram bem  antes e que são o verdadeiro tema dessa postagem. Eu dei o exemplo relacionado a negros apenas para fazer vocês entenderem como um Exploitation Movie surge, mas esse estilo de filme está relacionado a tudo quanto é coisa que se pode tirar proveito de certas situações para se dar bem vendendo filmes para aquele grupo ou tendência de moda. Isso de forma em geral sensacionalista e forçando ao máximo a aparição do tema.

Exploitation Films normalmente são Filmes B, aquelas obras de baixo orçamento e que costumam sair só a bagaceira. Existem casos de obras de alto nível, porém muitas vezes não existe um cuidado. Os subgêneros costumam gerar fãs, alguns dos responsáveis por Exploitation Films tendem a lançar um atrás do outro com aquele tema. Isso porque o objetivo é vender coisas relacionadas a tendências atuais ou nichos (grupos específicos). Aqui alguns exemplos de subgêneros:

Biker films - Filmes normalmente envolvendo gangues de motocicletas.
Blaxploitation - Como já dito, filmes envolvendo negros.
Cannibal films - Vontade de ver gente comendo carne humana? Pois é, esses aqui tem esse foco.
Canuxploitation - Filmes trash canadenses.
Carsploitation - Filmes usando carros com corrida, batidas e explosões.
Chambara films - Filmes de samurai
Mockbusters - Sim aquela bagaceira também se encaixa como subgênero dos Exploitation Films, é mais como extensão da coisa, pois pegam filmes famosos e fazem mais obras do mesmo gênero. Sendo assim ajudam a expandir a ideia.
Mockumentaries - Filmes que fingem ser gravações encontradas de algo normalmente surreal. Fiz uma matéria sobre.
Shockumentaries - Não confundam com os Mockumentaries, esses aqui tem o foco em imagem especialmente chocantes seja de morte ou coisas grotescas acontecendo. Também são chamados de Mondo films.
Nazisploitation - Tem foco especialmente em campos de concentração nazistas.
Nudist films - Quem nunca falou "Olha, o personagem apareceu pelado!", pois é, nudismo sempre foi um tabu e esses filmes tem foco em mostrar como algo normal. A HBO é uma das grandes investidora nesse subgênero dos Exploitation Films.
Ozploitation - Filmes B australianos, o clássico Mad Max tá entre eles.
Rape/Revenge films - Filmes que normalmente causam um sentimento bem horrível e envolvem estupro e vingança. Um bom exemplo é a Trilogia da Vingança.
Redsploitation - Filmes colocando como protagonista índios americanos, e em boa parte das vezes fala sobre vingança contra os invasores de terra.
Sexploitation - Filmes em que aparecem cenas de sexo sem ser explícito, lembra da Emmanuelle  no cine privê? Pois é!
Women in prison films - A maioria dos filmes de presídio envolve homens, mas esse estilo tem como foco prisões femininas.

Ou seja, Exploitation Films são obras tendenciosas que querem vender certa coisa baseada de forma radical em um conceito, elas se agarram a uma moda, grupo ou algo "indecente" e fazem uma grande quantidade daquilo especialmente para aquele grupo. Exploitation significa "Exploração" em inglês, no sentido de tirar proveito, não no de descobrir algo.

No caso de moda são obras querendo vender rápido e feitas normalmente de forma descuidada baseada naquela tendência. ("Você sempre quis ter um namorado sobrenatural? Mas vampiro e lobisomem já tá muito na moda? Então venha já ver nosso filme, aqui o namorado é um zumbi!").

No caso de grupos, os filmes são forçadamente relacionado ao grupo para aproveitar aquele fervor todo e vender a ele ("Ei, tá cansado desses branquelos sempre sendo um herói? Então venha assistir o nosso filme! O elenco todo é negro!").

No caso de algo indecente é mais uma coisa voltada para o lado sombrio da humanidade, as pessoas sempre se impressionam com morte e chacina, daí sai umas bagaceiras dessas. ("Olha só que bizarro! Esse é um filme PROIBIDO, mas VOCÊ pode assistir essa tranqueira que é um monte de cenas de mortes REAIS filmadas no momento certo").

Nem sempre Exploitation Films significam tranqueiras, em meio a multidão de filmes podem sair certas obras muito boas. Além disso uma coisa interessante é que por mais que boa parte seja filme b, alguns viram só subgêneros esquecidos, enquanto outros pegam e fazem grandes produções surgirem! E quando a tendência passar se a coisa der certo, esse elemento pode ficar de vez no cinema, ser algo comum de se ver vez ou outra e não algo inexplorado.

Bom, e é isso... Até os anos 40 o termo era usado para focar em temas como uso de drogas, homossexualidade e incesto, filmes completamente chocantes para a época e feitos com muitíssima cautela. Esse é o tipo de obra que é considerada cult, alguns dos subgêneros são extremamente underground enquanto outros tem até conteúdos extras como por exemplo o guia de referência de Blaxploitation.


Nenhum comentário: