Temporario



Jogos | Séries | Filmes | RPG e Tabuleiro | Animes | Creepypastas | Quadrinhos | Livros | Mapa do Blog | Sobre o Blog | Contato |

domingo, 18 de outubro de 2015

Press X to Not Die - Um filme B em forma de jogo

Existem alguns jogos que a proposta é só a bagaceira, aqueles que você olha e pensa "Meu Deus! Que bagulho é esse???". E a tosqueira rola solta, hoje vou falar sobre uma dessas obras que literalmente saiu do universo dos filmes trash. E esse começa a tosqueira já pelo título, afinal de contas que jogo colocaria o nome de "Aperte X para não morrer"?

Aqui você assume o papel de um cara que repentinamente se vê em um ambiente totalmente hostil, todas as pessoas da cidade enlouquecem e começam a se atacar brutalmente. Mas por algum motivo você não é afetado pela fúria e assim vai até a casa de sua namorada para que fujam e assim se salvem dos vários lunáticos que estão por toda parte.


Já no começo do jogo existe uma comparação com o filme Fim dos Tempos, no entanto acredito que a história seja muito mais parecida com a de O Sinal, ou mesmo o brutal "A Epidemia". Digo isso porque em Fim dos Tempos as pessoas se machucam, enquanto nos outros sim elas querem atacar qualquer infeliz que apareça pela frente.

Diversos jogos já apresentaram a ideia de um simulador de filme B, como o agitado Kings of Kung Fu, no entanto já é um pouco mais difícil ver jogos onde a coisa é realmente um filme B com opções de controle, um exemplo é o Stay Dead Evolution, mas aqui a coisa não está limitada a um cenário, ao invés disso você realmente tem que viajar com o personagem.
Ou seja, esse é um daqueles jogos em que você assiste as coisas acontecendo, mas de vez em quando aparece a opção de apertar um botão para desviar de algo, a coisa até que é bastante agitada, constantemente aparecem esses botões e eles variam, sendo assim não dá pra decorar, é algo para se pensar rápido.

Mas sem dúvidas uma coisa que marca é a opção de perguntas e respostas, permitindo assim que você veja as mais variadas tosqueiras. Ao mesmo tempo em que aparecem respostas sérias e bem convenientes para as situações, também aparecem as respostas tosquíssimas e nada a ver com a coisa, fazendo assim com que o climinha trash se intensifique ainda mais.

Além disso tem cenas escondidas, por exemplo tem um momento em que aparece a opção de pergunta "Você gosta de chocolate?" e a cientista responde que adora, se você perguntar de novo, ela diz que sim chorando como se lembrasse de algo triste, e se você perguntar pela terceira vez ela saca um chocolate sabe-se lá de onde e enquanto morde fala com uma voz super sexy "Eu amo chocolate".

Enfim, esse jogo é mais pra uma experiência rápida, em menos de meia hora é possível terminar, mas para ver todas as cenas e possibilidades você realmente tem que jogar várias vezes. Quem se interessar e quiser dar uma olhada em mais informações é só dar uma conferida no site oficial do jogo. Agora confiram o trailer da tranqueira pra sentir o naipe do bagulho:

Nenhum comentário: