Temporario



Jogos | Séries | Filmes | RPG e Tabuleiro | Animes | Creepypastas | Quadrinhos | Livros | Mapa do Blog | Sobre o Blog | Contato |

quinta-feira, 20 de agosto de 2015

Hater / Lover - Uma fonte de informações espetacular

Sabem, eu não tenho a mínima vontade de fazer propagandas de canais do youtube, muito pelo contrário... Me seguro para não criar matérias descendo o cacete em canais. Isso porque é tanto canal genérico onde as pessoas fazem exatamente a mesma coisa que outros, só que PIOR e me aparecem com "Divulga meu canal!", que me dá nos nervos a falta de esforço por qualidade, as pessoas só querem fama e não querem fazer nada, depois ainda ficam com raiva.

Esses dias vi um vídeo de um cara chorando e dizendo que ia parar o canal e a culpa era das pessoas, a falta de apoio e bla bla bla, e quando você vai ver, o canal dele tinha média de atualizações a cada DUAS SEMANAS e com assuntos genéricos de notícias. Quem diabos vai entrar em um canal a cada duas semanas pra procurar notícias se o negócio é exatamente o que todo outro canal fala? É um verdadeiro exemplo daquela baita falta de amor em se publicar algo na internet.

E eu sei muito bem que tem muita gente que logo diz "Nossa, mas é difícil fazer algo diferente, todo mundo já usou todas as ideias!". Porcaria nenhuma Ò__Ò! Sim, é difícil fazer algo completamente original, mas no mínimo dar um toque próprio é algo que deveria acontecer. É cansativo ver vídeos de pessoas que parecem falar "Olha só! O famoso fez um vídeo de tal jeito, deixa eu assistir... Pronto! Agora vou fazer igual, deixa eu ir assistindo cena a cena e usar os mesmos argumentos, fazer tudo desse jeitinho e ficarei famoso!".

Eu lembro que quando decidi investir tempo no meu canal do youtube, a primeira coisa que pensei foi "Eu não sou bom narrador e nem editor igual a aquele desgraçadofilhodeumaquengadoinfernoputo do Rake, então o mínimo que posso fazer é algo diferente." e assim me deitei pra tentar pensar em uma ideia, algo que desse vontade de acompanhar.

Levou um tempo pra aparecer algo interessante e veio inicialmente o "ABC do Super Nintendo" onde eu pegava a lista com todos os jogos do Super Nintendo e dava uma olhada nos minutos iniciais em ordem alfabética. No fim, essa ideia foi colocada de lado para um projeto futuro e decidi fazer o "ABC do PS1" usando a lista com todos os jogos do Playstation 1.

E assim a série de estreia do canal tinha como diferencial principal isso da ordem alfabética, dando uma certa empolgação sobre a proximidade DAQUELE jogo que a pessoa tanto ama, e ao mesmo tempo fazendo a pessoa conhecer de forma mais profunda cada um dos títulos, já que enquanto jogo vou dizendo detalhes sobre  produção, notas que recebeu na época, coisas que aconteceram e etc, até mesmo para títulos lançados só no Japão, tornando assim uma verdadeira biblioteca de informações.

Então acredito que qualquer pessoa é capaz sim de pensar em ideias diferentes, e não ficar nesse mesmo padrão de reclamar da vida no formato idêntico ao dos primeiros vídeos do PC Siqueira ou gameplays sem propósito. Claro, se for só a pessoa jogando e que decidiu se gravar, eu não vejo problema algum, ela pode levar isso só como um registro da coisa, o problema é quando me vem um desses chorar ou insistir que quer se tornar um super famoso do dia pra noite sem fazer esforço para criar algo diferente.


E então a minha irritação com "Divulga meu canal!" foi crescendo cada vez mais, e cheguei a criar uma matéria com dicas para fazer um bom canal do youtube só para na próxima vez que algum infeliz me viesse com um canal genérico eu mandasse a matéria para que ele visse o tanto de coisas que dá pra aperfeiçoar e boa parte das vezes sem nem fazer grande esforço.

Mas aí esses dias um cara me mandou um e-mail falando sobre o canal que ele tinha criado há alguns dias e pra eu dar uma olhada e ver o que achava. Por um lado eu fiquei feliz nele falar pra dar uma olhada e não "Coloca meu canal no teu blog, fala pra todo mundo que gostou e que é pra assistirem, dá joinha, curte, divulga pros seus amigos e me pague por eu deixar você fazer isso!", mas por outro lado,eu recebo tanto canal genérico e tenho uma raiva dessa falta de esforço e em como as pessoas querem ser carregadas nas costas sem nem elas mesmas terem amor por suas obras, que eu já penso da pior forma.

Ou seja, ao ver o e-mail de alguém falando do novo canal, foi natural que já me veio à mente mais uma pessoa divulgando mais um canal atualizado mensalmente com informações manjadas ou um canal de gameplays de 30 minutos com um garoto gritando "Os nooobs, eu vou matar todos os nooobs, AHHHH sua mãe, eu comi! Aquele cara me matou, é CHEATER é LIXOOO!".

Mas eu leio todos os e-mails e vejo os links que me mandam, sendo assim fui lá ver qual era a da bagaceira e... Não é que eu quebrei a cara? Eu to tão acostumado a canal completamente mal feito ou sem amor algum, que acho que me esqueci que as pessoas tem sim capacidade de criar algo maravilhoso.

Hater / Lover é algo que vi o primeiro vídeo e fiquei encantado com a apresentação, tão encantado que decidi postar aquele vídeo no fim da minha matéria de dicas pra youtubers fazerem um canal com potencial real pra crescer. Mas eu só fui ficando mais surpreso ao ver os outros vídeos, isso porque eu assisti de forma desatenta inicialmente e não saquei qual era a do canal, mas quando entendi do que se tratava coisa, percebi que ele merecia mesmo era uma matéria!

O grande toque especial da coisa, é que é um canal temático. A primeira vez que vi um vídeo, foi com o cara desceeeeeeendo o CACETE em Batman vs Superman, mas aí vi um segundo sobre Star Wars e notei que a voz dele tava estranha (na verdade as duas eram alteradas, só que o primeiro parecia uma formiga e o segundo um cara com voz de gordão), além de que eu imaginei que ele desceria o cacete também, mas tava falando maravilhas.

Mas foi aí que entendi a coisa, o nome do canal e tudo! Na verdade ele faz dois vídeos para cada tema, um descendo o cacete com força e outro falando maravilhas e dizendo tudo de bom com uma paixão imensa. Então isso só me deixou mais empolgado ainda, não bastava por UM vídeo do cara no fim daquela matéria, precisava por dois, mas eu realmente quis falar sobre o canal e por isso a matéria.

Mas o melhor de tudo é que ele fala de coisas que realmente domina ou teve uma pesquisa cabulosa em cima. Não é puramente humor, é informação constante de forma bem zuada. Sendo assim por mais que o Hater esteja esculachando alguma coisa, ele fala um monte de curiosidades, detalhes de produção, comparações com outras obras e etc. É fantástico! Você ri muito, e mesmo que ele tenha desprezado ao extremo algo que você ama, passa várias informações. O lover é a mesma coisa, mesmo que ele endeuse algo que você odeia, vai fazendo referências e mostrando comparações que te fazem ter conhecimento de obras antigonas. Mas enfim, confiram agora algumas das maravilhas do canal:

Vão dizer que isso não foi fantástico? Sério! E eu não estou falando que todo mundo deva que faz canal tem que fazer algo assim, afinal é óbvio que nem todo mundo consegue falar bem, como é o meu caso. Mas no mínimo a pessoa deve fazer com amor e QUERER fazer algo legal, não apenas "Vou fazer um canal" e clonar outro de forma mal feita. Portanto vocês deveriam dar uma passadinha no canal do cara e se inscrever pois esse é o tipo de conteúdo de qualidade na internet que merece crescer e ganhar destaque.

2 comentários:

Matt Kist disse...

Assisti os vídeos Sky, proposta interessante, mas não me agradou...
Vou te dizer que desde que você me apresentou ao canal do Rake, eu considero o canal dele o MELHOR CANAL NACIONAL SOBRE JOGOS. Sério, gosto muito do canal dele e sinto tristeza ao ver que ele não tem um público muito abrangente. O Rake merece ficar rico fazendo vídeo, porque faz muito bem. Torço por ele.
Fazendo uma comparação, o canal dele é uma versão brasileira melhorada do Angry Video Game Nerd.

Porra Sky, agora abrindo um parênteses. Fui pesquisar essa tal de UDR que você comentou no post do último conto do concurso. VTNC! Nunca mais vou dormir direito novamente. Pra que isso!? Tinha necessidade disso?!
Porra UDR!
Não basta tocar funk e fazer rima ruim, precisa ficar falando de viadisses, scat e blasfêmias!!!?
Como eu tiro isso da cabeça agora?

Skywalkerpg disse...

Você não tira Ò__Ò! Agora coloque a Gigolô Autodidata para tocar. Ò__Ò