Temporario



Jogos | Séries | Filmes | RPG e Tabuleiro | Animes | Creepypastas | Quadrinhos | Livros | Mapa do Blog | Sobre o Blog | Contato |

segunda-feira, 13 de julho de 2015

Traverser - Um baita joguinho de aventura atmosférico

Esse é um jogo que me lembrou um bocado a essência de Twinsen's Odyssey, apresentando um jogo em um universo todo próprio com um toque fofinho e gráficos 3D apresentados em uma visão isométrica. Além disso uma boa jogabilidade em ambientes para serem explorados e mistérios a serem descobertos.

A história se passa no futuro, a maior parte da humanidade morreu, pois a energia do sol acabou. No entanto alguns foram morar no subsolo, e uma cidade chamada Brimstone foi formada. Tudo é dominado por uma poderosa corporação chamada Raven, vigiando constantemente cada cidadão e espalhando a propaganda visivelmente falsa de que está fazendo isso por se preocupar e querer cuidar das pessoas.

Como podem ver, a trama do jogo de certa forma acaba lembrando um bocado o filme A cidade das Sombras, com todo esse climinha de ambiente subterrâneo e pessoas tentando sobreviver da melhor maneira possível, além de que isso é ainda mais forte graças ao visual que tem um certo toque de Dieselpunk, com calhambeques nas ruas, roupas antigas e elementos que mostram que o lugar é o futuro.
Você assume o papel de uma garota chamada Valerie, que faz um teste que diversos jovens tentam passar, o teste para se tornar uma "Traverser", que é um trabalho de elite que apenas alguns podem ter e ganham uma luva especial que permite levitar e mover objetos distantes com apenas um gesto apontando para eles.

O ambiente é todo fantástico, e assim como é comum em Dieselpunk, existe um certo toque sombrio na coisa, ainda mais sendo em baixo da terra. Há toda um nível de detalhe no universo apresentado. Por exemplo o ar é algo que precisa ser comprado e instalado nas casas para que as pessoas vivam melhor.

Quanto a jogabilidade, é impossível alguém que jogou Twinsen's Odyssey, não acabar lembrando daquele jogo. Você tem a cidade para vagar, conversa com alguns personagens e eles tem missões, sendo que algumas delas até mesmo lembram missões do jogo já citado, como ter que chegar de mansinho por trás de um personagem para roubar algo.
Existem ainda ambientes fechados em missões cheias de quebra cabeças que você precisa usar a sua luva para fazer as coisas funcionarem. Algumas delas inclusive são muito atmosféricas, como o porão onde você é enviado para achar um assistente que entrou ali há dias e não voltou mais, porém o lugar está infestado de ratos mutantes.

Graficamente o jogo é uma graça, existe um visual fofinho nos personagens e diversos detalhes interessantes que as vezes te faz querer parar para dar uma olhada. Por exemplo tem ambientes onde é possível ver programas de TV falando sobre detalhes os acontecimentos "atuais" e dicas sobre certas coisas, quando você clica nesses lugares, uma janela é aberta mostrando em tamanho visível uma animação.

Enfim, Traverser é um jogo simpático e atmosférico, com um baita climinha de teoria da conspiração com a corporação Raven mantendo olhos em todo lugar, e uma jogabilidade muito agradável para passar o tempo. Quem se interessar por mais informações é só dar uma conferida no site oficial do jogo.

2 comentários:

alex5432 disse...

"No entanto alguns foram morrer no subsolo, e uma cidade chamada Brimstone foi formada."
Morrer???? Não seria morar xD?

O jogo me lembrou TTGL, mas só a parte das pessoas viverem no subsolo e ser no futuro, o resto é bem original, pelo que conheço.
Eu vi quando o jogo entrou na steam, e me interessei, estou pensando em comprar.

Skywalkerpg disse...

Ooops, mistura de pensamentos na hora de escrever, pensei no povo morrendo lá fora, acabei foi colocando pros de dentro kkkk. Arrumei, valeu. *-*