Temporario



Jogos | Séries | Filmes | RPG e Tabuleiro | Animes | Creepypastas | Quadrinhos | Livros | Mapa do Blog | Sobre o Blog | Contato |

quinta-feira, 2 de julho de 2015

Filme de Five Nights At Freddy's com pessoas reais

O jogo Five Nights At Freddy's nasceu apenas como mais uma daquelas pequenas obras de terror que atraem algumas pessoas, no entanto ele conseguiu se destacar um pouco em sua jogabilidade e nas reações que causou, se tornando rapidamente uma mania, certamente apenas não se tornou algo tão popular como Slender por ser pago, mas mesmo assim ainda conseguiu fazer bonito.

Não demorou muito para o jogo se tornar uma franquia, com as sequencias sendo lançadas pouco tempo depois e naturalmente alguns leitores começaram a me indicar para que eu fizesse uma análise aqui no blog. E claro, essa empolgação toda me deu motivação, no entanto prefiro jogar as coisas no momento certo, então os coloquei na lista de espera.

Mesmo assim, não deixei de aproveitar alguns dos frutos gerados a partir desse sucesso, então assim como Half Life tem obras fantásticas feitas por fãs como Enter the Freeman, os fãs de Five Nights At Freddy's também quiseram colocar a mão na massa e quando o leitor Renato me mandou um live action feito por fãs, não poderia deixar de dar uma conferida para ver como a coisa ficou, e o resultado é até que interessante. Trata-se de um curta metragem de 17 minutos (grande pra caramba ein?), onde não tem legendas, mas em geral não é preciso saber muito porque é basicamente um micro filme de terror.

A história mostra a mesma trama do jogo, então aqui é apresentado um guarda noturno do Freddy Fazbear's Pizza, um lugar onde as pessoas vão para se divertir bastante ficam entretidas com a principal atração do lugar, os "Robôs animatronic", que estão ali para alegrar o povo das mais variadas maneiras.

O grande problema é que os animatronic tem comportamentos esquisitos durante a noite, e o segurança tem que lidar com qualquer mal funcionamento que eles venham a apresentar nesse período, portanto precisa ficar olhando através das câmaras constantemente, mas agora chega de conversa e confiram:

E aí, o que acharam? Aproveitando climinhas de curta metragem, não deixem de conferir também um curta de terror japonês oficial que os desenvolvedores do jogo Shinrei Camera fizeram.

15 comentários:

New El disse...

Uma postagem sobre FNAF aqui, este é um jogo que eu joguei por que estava na moda, mas a jogabilidade me atraiu e muito.
Mas o que mais me chamou atenção foi a história por trás dos jogos, crianças assassinadas e um assassino roxo. Realmente me impressionou, Sky, você pretende fazer alguma postagem sobre o jogo FNAF ou a história dele?

Skywalkerpg disse...

Está na minha lista, no entanto não sei quando jogarei, apenas está na lista do tipo "Jogar quando me empolgar". Parece bem legal mesmo. =)

Matt Kist disse...

Sério?
Desculpe Sky, essa foi uma matéria que realmente não me atraiu. Tenho profunda aversão à esse "jogo", foi um dos piores jogos que joguei nos últimos anos, e fico indignado de um jogo desses ter feito tanto sucesso.
Sinceramente, jogo de jumpscare não é jogo de terror. Esse jogo não tem a menor atmosfera de terror, não tem a menor jogabilidade, a mecânica do jogo me dá nojo (sério, tenho náuseas só de pensar em "jogar" de novo. A impressão é que o jogo me dá um ataque de labirintite, igual à ler um livro enquanto se anda de ônibus), e para piorar um pouco mais o "jogo", ele fica te tacando jumpscare na cara.
Se tem algo que acho que estraga totalmente qualquer jogo que tenha o intuito de causar terror/horror, é jumpscare! Acredito que você concorde comigo Sky, pois sei que você é contra postar aqueles videozinhos de jumpscare no seu blog.
O jumpscare desse jogo não é nem aterrorizante (que deveria ser), não, apenas assusta, o que é ruim! Susto não é um bom elemento de terror.

Quando saiu o segundo jogo eu fiquei muito indignado, ainda mais por ver que NADA foi melhorado no jogo, o cara não se deu o trabalho nem de repensar a continuação do jogo. E então quando saiu o terceiro jogo, eu quase me suicidei.

Mas bem, desculpe pelo desabafo de ódio, cada um tem seu gosto e eu respeito isso, mas realmente fico indignado em ver uma obra desse nível atrair tanta gente (ou vender tanto).

Não assiste o vídeo, mas vi no thumb do vídeo que tem uma gostosa, provavelmente é a primeira a morrer, certo? hehehehe

Skywalkerpg disse...

Uahahaha, eu não o joguei, mas é a primeira pessoa que vejo descer o cacete. Porém monstro pulando na tela eu realmente odeio em vídeos, locais assim que não se espera isso, acho sei lá, covardia... Mas quanto a um jogo que já espero isso, não tenho nada contra não kkkk. Ainda pretendo testar, aí vejo se é ruim mesmo o negócio, só que tenho boas expectativas. =D

Mr. Reborn disse...

Não quero saber sobre os comentários negativos do post.
Só sei que eu (Renato) estou famoso!
HEHEHE obrigado Sky, por essa chance.

Mr. Reborn disse...

Eu gosto muito de FNAF porque ele trouxe um carisma muito grande para os gamers. Sou um grande fã de Scott Cawthon por isso. Mas eu sei, com costume, os JumpScares do Game ou dos Games acabam não dando tão susto ou medo mas pegue um velho de 80 anos, um gamer de 10 ANos ou uma pessoa que nunca jogou jogos de terror ou até de video-game, aí o resultado é diferente. Comprei todos os Games da Série agora e agora eu quero posta-los no meu canal. E sempre: por Diversão.

Mr. Reborn disse...

E vc " Matt Kist ", pode ficar indignado à vontade que não temos problema. Mas FNAF ganhou sucesso, o que quer que eu faça?

Matt Kist disse...

Peço desculpas de novo pelo desabafo de ódio, Renato, caso eu tenha ofendido algum fã dessa série (que sei que são muitos). Mas eu sempre acompanhei a indústria dos jogos, mesmo quando criança, em uma época que a internet era inexistente ou não-difundida e a gente só descobria os "Fatalities" do MK quando comprava uma revista de jogos. Lembro até hoje como minha cabeça explodiu quando descobri que os bosses do Megaman 7 (meu cartucho era Rockman 7, porque era em japonês) tinham uma ordem correta para matar.
E é por isso, seguindo as tendências, decisões e resultados da indústria dos games que esse meu desapontamento cresce exponencialmente até o ponto em que resolvo criticar FNAF.
Vou tentar me explicar melhor.
Todo ano lança algum CoD, com pouquíssimas novidades, e VENDE, muito!
Os jogos mais jogados da série Resident Evil (e que mais vendem) são os que possuem mais foco na ação e menos foco no suspense e terror. A gente sabe que Resident Evil deveria ser uma franquia de survival horror (e mesmo os jogos de ação tem a coragem de receber esse gênero, na capa)
O Diablo III é o Diablo mais jogado. Esses dias eu entrei no Diablo 1 (os servidores do bnet ainda existem) e conversei com um gringo, ele era o UNICO jogador que estava online quando entrei, UNICO, só tinha ele e eu. E mesmo o Diablo II, que ainda é muito jogado, tem muito menos jogadores que o Diablo III. Bem, entenda o que você quiser, sobre isso. Mas Diablo 1 foi inspirado em rogue (era um rogue-like com a diferença de ser em tempo real), isso fez surgir um novo gênero de jogos, que mais tarde erroneamente classificaram como "Hack'n Slash". O Diablo 2 tinha muito de "Hack'n Slash", mesmo assim tinha uma progressão de personagem e loot extremamente empolgante que fazia jus á série. O D3 começou já como um MMO, eles tiraram tudo de legal que tinha na série em troca de fazer um Hack'n Slash genérico onde o foco é o "grindar"/"farmar" para comprar itens na Auction House (eu sei que já removeram a AH, já deram uma remendada nas fraquezas do jogo, mas não adianta, não é possível mudar a mecânica do jogo).
Sendo assim, naturalmente eu fico triste em ver um jogo sendo lançado novamente a cada meio ano (ou menos) sem trazer nenhuma real contribuição, a não ser desenrolar uma estória (que por sinal, nem existia no primeiro jogo, foi inventada depois para tentar montar um background). Para mim, FNAF é o CoD dos indies, que lança um novo jogo, sem nenhuma real contribuição só para vender mesmo.
Com a revolução dos indies eu fiquei feliz em ver bons jogos e boas idéias surgirem, e FNAF é uma ideia diferente, eu aceito ela, fico feliz por ela existir, embora ache que apenas um jogo já era mais do que suficiente (chega de fazer FNAF, FNAF ripoffs e FNAF wannabes. Quem jogou um, jogos todos).

New El disse...

Sr. Kist respeito sua opinião, e em alguns pontos tenho que concordar, mas há fatores que você também deveria ter julgado como o jogo ter sido feito por apenas uma pessoa e desencadeado esse sucesso, que se deve principalmente aos Youtubers (vai dizer que não gosta de ver os Youtubers se borrando com os jumpscares?) e mais uma coisa, há uma história no jogo, pode não haver cutscenes, mas a história em si é bem interessante, não é um Silent Hill, mas atualmente os jogos vem muito explicados, com uma história bem simples no maior estilo: atire nos inimigos sem parar e salve o mundo, dê uma pesquisada sobre a história e dê uma chance ao jogo.
E é sempre bom ver pessoas com opiniões diferentes da nossa. Além disso o Sky deve tá bem feliz esse post tá enchendo de comentários bem rápido...

New El disse...

Esqueci de dizer(ou digitar, nesse caso) o FNAF 4 promete ser "The Final Chapter", mas não acho que esse jogo vai ser igual a Sexta Feira 13 do Jason, o 4 foi o "The Final Chapter" mais acho que tem uns 12 ou 13 filmes dele por aí, desse jeito a fonte seca, e acho que FNAF deve acabar enquanto ainda faz sucesso(talvez no 4 mesmo ou quem sabe em um Five Nights At Freddy's Five).

Mr. Reborn disse...

EHH "Sr. New EL"... achei sua opinião boa mas
Sr. Kist, a sua sentença: "Para mim, FNAF é o CoD dos indies, que lança um novo jogo, sem nenhuma real contribuição só para vender mesmo." é errada pois uma pessoa, uma história , muitos místérios, um game, personagens carismáticos, e muitos antagonistas dessa série tem bastante contribuição para o sucesso. E a história que mais se fala, e não o game em si. Ahh e suas outras sentenças estão corretas, aceito isso o que sr falou mas eu sempre vou defender o que eu mais aprecio.

Mr. Reborn disse...

Ahh e deixando minha opinião:
Espero que HollyWood acerte dessa vez fazendo uma adaptação de FNAF para o cinema. Se não conseguir, A Iron Horse Cinema pode ainda salvar a oportunidade.

Matt Kist disse...

Sr. Reborn (hahahaha, to adorando isso).
Concordo com você sobre o filme do FNAF. Embora eu não goste da série de jogo, acho que o enredo daria uma boa adaptação de filme de terror para o cinema. Consigo imaginar inclusive três estilos de filme funcionando com essa adaptação: terror/suspense sério; terror/suspense trash; terror/suspense japonês;
Uma boa adaptação ficaria bom em qualquer um desses formatos.
E concordo com você também que existe uma contribuição no que vou chamar de "lore" dessa série, a cada novo jogo, porém acho que o "lore" sozinho não sustenta o jogo em si que possui sempre a mesma mecânica (que eu não gosto). E é por isso inclusive que acho que FNAF funcionaria melhor como filme do que funciona como jogo.
E para contrabalancear a minha teoria, gostaria de falar que acredito que Shadow of the Colossus, que considero um dos melhores jogos de todos os tempos, jamais funcionaria no cinema. SotC é um jogo excelente, redondinho e com uma mecânica extremamente imersiva, mas o formato do jogo não combina com a mídia do cinema, pois tem 16 momentos de clímax, enquanto o cinema precisa ter um arco bem fechado, e o "lore" entre estes 16 momentos não sustentaria um filme sozinho. Embora dizem que estão fazendo a adaptação, e eu queira que fique boa, eu acredito que vai ficar muito ruim.

Mr. Reborn disse...

Sua sentença : "Sr. Reborn (hahahaha, to adorando isso)." foi excelente. Devíamos discutir mais sobre video-games.

Mr. Reborn disse...

Cara, esse post vai ser Eterno. KKKKKKK