Temporario



Jogos | Séries | Filmes | RPG e Tabuleiro | Animes | Creepypastas | Quadrinhos | Livros | Mapa do Blog | Sobre o Blog | Contato |

sexta-feira, 10 de julho de 2015

[Conto] O último acampamento

Antes de tudo, eu quero que vocês se preparem porque ESSE CONTO é... Digamos... Peculiar... Então fique confortável e preste beeem atenção. É melhor eu não falar muito pra não dar spoiler então simplesmente contemplem.

O último acampamento

Em uma noite sombria de sábado um grupo de jovens decide acampar em uma vila onde mora apenas um velho ex Militar, chegam com suas coisas ao vilarejo armam as barracas as meninas Jessye e Tamy estavam com muito medo pois nunca tinham acampado e não imaginavam o resultaria ter aceitado a ideia do Vitor e Gabriel seus amigos.

Depois de tudo estar pronto Vitor Convida Tamy para ir pegar alguns gravetos para iniciarem a fogueira enquanto isso os dois que ficaram preparariam a os marshmallows para serem assados, Vítor e Tamy andam, andam, andam, até que encontram alguns gravetos e enquanto os juntam o velho Robert grita: "Saiam daqui, se vocês ficarem nunca mais iram sair!".

Tamy muito assustada deixa os gravetos e sai correndo de volta pro acampamento. Vítor junta alguns gravetos e vai ao acampamento sozinho, Mas o inusitado acontece quando Vitor pergunta aos amigos se Tamy já chegou, porém ela não tinha chegado ao acampamento.

Distante dali, uma névoa fria toma conta de um lugar, Tamy corre desesperada, de repente cai em uma lagoa e quando vai se levantar sente que algo está a segurando ela grita alto, mas uma criatura medonha a puxa para água e começa a devorar seu corpo até não sobrar nada nem mesmo os ossos.

Vitor, Gabriel e Jessye saem em meio a noite, a procura de Tamy mas não a acham e acabam encontrando uma enorme casa com as luzes apagadas as janelas todas quebradas e resolvem entrar nela em busca de um lugar seguro para passar a noite, “Mas nem imaginam que essa casa será o ultimo lugar que eles entrarão”.

Eles entram na casa e logo partem em busca de algo que possa ligar as luzes, Vitor desconfia da existência de um gerador e pede para seus amigos procurarem dentro da casa enquanto ele da uma olhada ao redor da residência, Vitor sai da casa e anda até achar uma casinha pequena perto e entra na esperança de encontrar o dito gerador, mas quando entra na casinha nota que encostou em algo frio e com odor forte ele não acredita mas está todo lambuzado de sangue ,quando ele se da conta esta desesperado correndo pela floresta até cair e cães vem ao seu encontro, ele grita enquanto os cachorros despedaçam suas pernas, seus braços, mordem seu rosto furaram seus olhos e morderem sua garganta, por onde sai um jato de sangue, o corpo de Vitor fica mutilado ao lado de uma árvore horrível e do lugar só se pode ouvir uma risada medonha.

"Haaaaahaaaaahaaaaahaaaaa"

Gabriel e Tamy encontram o gerador e quando ligam a luz, não conseguem acreditar, a casa esta repleta de cadáveres alguns só os ossos outros, pedaços de carne em decomposição fedendo e cheios de vermes Tamy não consegue segurar e começa a vomitar sem parar Gabriel vai a procura de água para dar a Tamy, os vômitos não param e enquanto Gabriel procura a água um dos corpos em decomposição se movimenta incrivelmente rápido e puxa Tamy para junto de todos os corpos e seguram sua boca assim ela vomita e fica tudo em sua boca e sem respiração Tamy morre afogada em seu próprio vomito e toda lambuzada de sangue podre dos corpos.

Gabriel volta com água mais não encontra Tamy, ele se ajoelha e começa a chorar e gritar de repente o velho chega e diz a ele eu avisei que se entrassem aqui nunca mais iam sair, Gabriel corre e o velho o derruba e vai pra cima dele com um machado assim Gabriel sem conseguir se defender leva uma machadada no ombro e perde muito sangue mas ainda consegue correr para floresta e o velho vai atrás dele dizendo "Todos que entram aqui conhecem um terror maior que o do infernos há tantos anos e tantas mortes que essa e a floresta proibida!".

Gabriel corre até o acampamento e avista seu carro, entra e liga e tenta desesperadamente sair da floresta mas o velho dá um tiro de escopeta bem no coração do jovem que morre imediatamente. O velho dá gargalhadas horríveis que podem ser ouvidas em toda floresta em todo vilarejo. "Vamos acampar?"

Autor: Vitor Ganzala

Eu sei exatamente o que você está pensando "Que bagaceira foi essa???" kkkkk, foi exatamente o que pensei. Vocês notaram a guria que morreu duas vezes? Uahahaha. E quanto aos erros de português, bom em geral eu não corrigi os contos até porque minha gramática não é das melhores. Mas essa aí não é a versão original, esse foi o único conto que tinha uns erros tão cabulosos que não teve jeito, eu tinha que interferir. Ò__Ò! Uahahaha, de qualquer forma, levei como um conto de terror do universo dos filmes trash. Vão dizer que não valeu o entretenimento? kkkkk. =D

Uma curiosidade é que esse conto quase ganhou o concurso! Apesar da escrita catastrófica, o autor é extremamente esforçado e botou pra quebrar na votação, chegando rapidamente a 114 votos e passando todos os outros de uma vez, ficando muito a frente. No fim o cara não conseguiu vencer porque outros autores pegaram pesado no fim da votação.

Esse é um dos contos que concorreu no concurso de contos de terror do blog.

4 comentários:

Matt Kist disse...

Hahahahahahahha!!!!!!! Você falou exatamente o que pensei Sky, legítimo roteiro de filme de terror Trash.
Curti esse formato onde você comenta o conto. Bem bacana.
Valeu a participação Vitor! uhauhahua

Miya Seat Lee disse...

Hahahahahaha³!
Tão tosco que ficou bom...

alex5432 disse...

Tamy, pode ficar tranquila você não morre sendo devorada pelo sei lá o que do lago, mas sim pelo seu próprio vômito depois de ter sida ressuscitada em troca do sacrifício de Jessye.... aauheuaheuhauehauehe

Junia disse...

Ahuehhsh