Temporario



Jogos | Séries | Filmes | RPG e Tabuleiro | Animes | Creepypastas | Quadrinhos | Livros | Mapa do Blog | Sobre o Blog | Contato |

quarta-feira, 6 de maio de 2015

Not without my donuts - Um ótimo conceito, mas...

Esse é um daqueles jogos que você vê que existe um conceito fantástico para se jogar um multiplayer com um amigo e que assim que assiste o trailer, imagina que pode trazer uma baita de uma diversão e que certamente vai ser fantástico para se passar o tempo, no entanto infelizmente é o tipo de obra em que você vê que o conceito foi muito mal aplicado e graças a isso acaba não sendo verdadeiramente divertido, o que é uma baita dor no coração dizer, pois poderia de verdade ter sido um jogo espetacular.

A história apresenta o mundo dos Cupcakes onde apenas dois deles sobraram e eles precisam dar suas vidas para protegerem os Donuts, e não sairão de lá sem eles, porém um portal se abre no céu e uma chuva de insetos começa, fazendo com que a proteção precise ser ainda mais reforçada e façam de tudo para conseguir defender essas delícias ou morrerão de fome.

A trama parece uma loucura total não é? Mas realmente é adequada, já que esse é um jogo com foco na jogabilidade, além do mais apresenta uma sequencia de abertura muito fantástica com uma narração bem incrível e um climinha interessante e sério, mesmo sendo uma história completamente surreal, há toda uma voz de general explicando a missão dos soldados e o que aconteceu a aquele lugar, simplesmente muito bom!

Agora quanto a primeira impressão jogando mesmo é que a coisa realmente se torna um problema, pra começar tive problemas com performance, mesmo sendo um jogo 2D, rodou extremamente lento, o que significa falta de polimento para a versão final, mas consigo aguentar esse tipo de coisa já que patchs resolvem, porém infelizmente a própria jogabilidade acabou sendo um tanto limitada e dando aquela sensação de "Então tá né...".

Aqui você controla um cupcake e precisa achar o primeiro donut que aparecerá na tela, pois ele conterá uma arma, depois disso é preciso ficar atirando nos inimigos que não param de surgir em uma quantidade muito exagerada até que você morra, quanto mais donuts conseguir pegar, melhor será a sua pontuação.

É possível também usar os donuts para conseguir comprar atualizações para o seu personagem e deixá-lo mais poderoso, o que é algo muito legal para dar uma apimentada na coisa com aquela sensação de se estar evoluindo e das partidas ficarem mais intensas.

O multiplayer do jogo foi listado na steam como "cooperativo" e "cooperativo local", o que é estranho pois na verdade ele só tem mesmo o cooperativo local, sendo assim é possível que o desenvolvedor tenha feito uma confusão quanto a esse aspecto, o que pude ser um problema para aqueles que compram pensando em jogar com um amigo online.

A jogabilidade do multiplayer é mesmo basicamente a do singleplayer com outra pessoa, não existem elementos extras, então você entra em uma partida e no início é apresentada uma loja para comprar atualizações para depois os dois terem que sobreviver e ver até onde conseguem ir.

Enfim, o problema desse jogo é a falta de emoção, o conceito é fantástico, mas na prática não deu muito certo, você simplesmente não sente o fator rejogabilidade que uma obra assim deveria conseguir passar facilmente. Quem se interessar por mais informações pode dar uma conferida no site oficial do jogo.

Nenhum comentário: