Temporario



Jogos | Séries | Filmes | RPG e Tabuleiro | Animes | Creepypastas | Quadrinhos | Livros | Mapa do Blog | Sobre o Blog | Contato |

domingo, 24 de maio de 2015

Higurashi When They Cry - O jogo que inspirou o anime

Para muitas pessoas quando se pensa em Visual Novel, é comum se imaginar apenas jogos de tema colegial onde você é o garoto que deve ficar com meninas e então escolhe a que prefere. Mas a verdade é que esse gênero vai bem além e adotam temáticas bem variadas, como por exemplo o inesperado Bermuda. E hoje vou falar sobre um jogo que tem um clima psicológico pesado e pode surpreender, um outro detalhe é que ele adota um subgênero desse estilo, chamado Sound Novel.

A história apresenta um garoto chamado Maebara Keiichi, e se passa em junho de 1983, nessa época ele se muda para uma pequena vila em área rural chamada Hinamizawa, e logo conhece várias garotas. Todas tem personaldiades variadas, mas em geral são amigáveis e rapidamente ele passa a desenvolver um bom laço de amizade. Os dias são bem tranquilos no lugar, no entanto quando ele começa a descobrir os relatos de um assassino no lugar, passa a fazer perguntas, e aí o que era um lugar tranquilo, começa a parecer cada vez mais sombrio.

Existem muitos animes que são baseados em jogos, como por exemplo o bizarríssimo Corpse Party, e esse também foi o caso de Higurashi no Naku Koroni, que foi lançado inicialmente em 2002, mas que ganhou realmente visibilidade ocidental em 2006 com a vinda do anime. Mas tiveram várias versões do jogo original e essa que estou analisando é a lançada em 2015 no steam com textos em inglês e chamada de Higurashi When They Cry Hou pela distribuidora MangaGamer.

Como eu já tinha falado aqui no blog, não sou um fã do anime Higurashi no Naku Koroni, certamente é um anime que deixa o povo louco, mas por algum motivo não conseguiu me encantar. Por outro lado ironicamente eu adorei o filme em live action. Já o jogo, é claro que sempre deu uma certa curiosidade, no entanto pelo fato de eu não me atrair pelo anime, acabei não indo atrás, mas ao ver ele ser lançado no steam e rapidamente o status baseado nas análises ficou como "Muito Positivas", não pude resistir.

Como falei, esse jogo é um Sound Novel, e o que classifica esse tipo de Visual Novel, é que o foco é puramente na história e efeitos sonoros, músicas e atmosfera, dispensando assim jogabilidade, ou seja, aqui o negócio é mesmo um livro virtual com sons e o que tem de jogabilidade são os detalhes chamados de "pontas", que você tem a opção de acessá-los ou não.

Basicamente a coisa funciona da seguinte maneira, você "assiste" um capítulo inteiro mostrando o dia a dia de Keiichi, e quando esse capítulo termina, novas pontas vão sendo destravadas e se você quiser, pode acessá-las. Elas são como se fossem mini capítulos extras que falam sobre detalhes da cidadezinha, esses detalhes não querem exatamente dizer que terá alguma coisa de interessante para se puxar, já outros podem trazer detalhes espantosos.

A atmosfera definitivamente é o que vai encantar, mas a pessoa tem que ter paciência se estiver procurando meramente por horror, pois especialmente no início, o jogo é fofinho e mostra mesmo a interação do personagem com os amigos. Acredito que é exatamente esse detalhe que deve ter encantado tanto as pessoas, pois o jogo começa sim com uma narrativa sombria falando algo sobre confiar em alguém, mas aí depois chega a parte da amizade e vira um anime colegial, e então depois de um bom tempo é que a coisa começa a pesar e vai ficando cada vez mais pesado.

A versão do steam não oferece suporte a dublagem em inglês, como em uma versão lançada para Playstation 2, por outro lado tem conquistas para serem destravadas a medida que você vai avançando, e a possibilidade entre escolher a versão original dos personagens (Que são esquisitos pra caramba por sinal) ou trocá-los pelo visual que ficou conhecido no anime, e assim faz com que os fãs se sintam em casa.

Enfim, sem dúvidas esse é um clássico que merece a atenção de todo fã de jogos do gênero, no entanto fique avisado que infelizmente o jogo não oferece suporte ao nosso idioma, sendo assim acaba limitando o público a quem fala inglês ou japonês. Você pode conferir mais informações no site oficial da distribuidora. Tem trailer não... '-'

Nenhum comentário: