Temporario



Jogos | Séries | Filmes | RPG e Tabuleiro | Animes | Creepypastas | Quadrinhos | Livros | Mapa do Blog | Sobre o Blog | Contato |

quarta-feira, 6 de maio de 2015

A versão remasterizada dos quadrinhos de Star Wars

Em 1977 foi lançado Star Wars Uma Nova Esperança, e assim como todo clássico, ninguém estava esperando que se tornasse um verdadeiro fenômeno da cultura pop, por outro lado, já apresentava algumas coisas interessantes para promover, como por exemplo uma revista em quadrinhos que foi lançada.

Originalmente foram seis edições, o que convenhamos que para uma franquia até então desconhecida e em uma época onde não se chovia material de todo tipo de mídia como hoje em dia, foi algo bastante surpreendente e arriscado, imaginem passar seis meses publicando uma revista em quadrinhos de algo novo? Mas claro, o sucesso do filme acabou sustentando também e assim Uma Nova Esperança foi completamente apresentado em quadrinhos, só que um detalhe interessante é que foi lançado semanas antes da chegada do filme ao cinema.

O tempo passou e essa versão original de Star Wars acabou ficando para trás, novos quadrinhos da saga surgiram, o universo expandido tomou conta desse tipo de mídia naturalmente, já que todos os filmes ganharam adaptações e não dava para ficar relançando novamente as mesmas histórias e esperar que o povo comprasse.

Mas em 2015 a Marvel resolveu fazer uma coisa diferente, com a empolgação das pessoas quanto ao Episódio VII e o falatório maior sobre Star Wars, pegaram a primeira versão dos quadrinhos originais da saga e fizeram algo muito luxuoso com uma remasterização! Estranho ver algo assim, não? Normalmente esse tipo de coisa se acontece com filmes, mas aqui foi diferente.

Star Wars: Episode IV: A New Hope remasterizado foi lançado em 05 de maio de 2015 reunindo as seis edições originais em um único volume luxuoso em capa dura, apesar da arte fotorealista espetacular, é usado o traço clássico, ou seja, não é um "remake", é mesmo uma remasterização, portanto a diferença é que as cores não são chapadas como a dos quadrinhos dos anos 70 que eram pintados a mão com técnicas clássicas e impressos, mas sim algo mais moderno, pintura digital.

Enfim, um dos detalhes atraentes dos quadrinhos em relação ao filme, é que existem algumas cenas extras que não foram apresentadas na versão cinematográfica, sendo assim se torna algo que contém algumas novidades, além é claro, de ser um item de colecionador. Acham que esse vale o dinheiro de vocês?


Nenhum comentário: