Temporario



Jogos | Séries | Filmes | RPG e Tabuleiro | Animes | Creepypastas | Quadrinhos | Livros | Mapa do Blog | Sobre o Blog | Contato |

sábado, 4 de abril de 2015

Spirits of Xanadu - Um estiloso jogo de ficção científica

Esse é um daqueles jogos que conseguem apresentar uma atmosfera própria muito interessante e que me foi uma baita de uma surpresa. Spirits of Xanadu conseguiu misturar dois estilos, gerando uma personalidade própria, o primeiro é o de um jogo fofinho, com gráficos simples e personagens com design simpático, e o segundo estilo é o de filmes e jogos de ficção científica espaciais muito estilosos. Como aqueles onde a tripulação enfrenta uma ameaça no espaço e tudo é apresentado com os pés no chão, de forma inteligente.

A história se passa em uma versão alternativa dos anos 80, onde a exploração espacial já é algo comum e constantemente são enviadas naves em missões, entre elas a gigantesca nave de pesquisa Xanadu, que está em órbita em um planeta misterioso. Por meses não há contato com a equipe, porém os seus sistemas ainda continuam ativos e enviando sinal. Isso faz com que uma pequena nave de apenas um tripulante seja enviada para dar suporte e guiar Xanadu de volta a terra, porém a surpresa é quando o tripulante solitário chega e não há ninguém na nave, no entanto o sistema de segurança está ativo e o considera como um invasor.

Esse é um jogo que se tivesse gráficos realistas, certamente iria fazer muita gente entrar em desespero com o seu suspense constante, mas que por outro lado optou por ter um visual fofo e que acabou sendo uma ótima forma de dar personalidade a coisa. O jogo ainda é capaz de deixar muita gente tensa com certeza, mas ao mesmo tempo pode ser uma ótima forma de se jogar um jogo de suspense sem se sentir tão ameaçado.

Não existe uma linearidade, você é livre para explorar a nave do jeito que bem entender, procurar por coisas e ir descobrindo o que aconteceu. O lugar é bastante escuro e você conta com uma lanterna, mas também pode acender luzes em alguns lugares ou mesmo contar com pequenas lâmpadas de emergência acesas.

Um dos grandes charmes do jogo e que também é a "estrela" da obra, é a possibilidade de exploração intensa, existe uma grande variedade de objetos espalhados por toda parte e você pode interagir com eles e precisa fazer isso, pois o objetivo é descobrir o que aconteceu, sendo assim você precisa conseguir códigos de acesso, abrir gavetas, ouvir relatórios gravados em audio, ler documentos, entre outras coisas e aos poucos os mistérios vão sendo revelados.

Existe combate no jogo, sendo que você começa com uma pistolinha laser, mas pode achar mais armas para lutar contra os robôs. Vez ou outras eles podem te dar belos sustos enquanto você explora e acaba ativando o sistema de segurança, e quando menos espera, uma porta se abre com robôs saindo prontos para te atacar.

Os gráficos são bem simpático, porém muito simplórios, é possível notar que existem poucas texturas usadas e a maioria dos modelos depende mais dos efeitos de luz e sombra, o que é algo que no fim das contas acabou bonito, mas naturalmente não é o tipo de gráfico admirado por todos. Existem também várias coisas escondidas que aparecem frequentemente, sendo que algumas você tem que estar atento, por exemplo quando você entra em um banheiro com o chuveiro ligado e se olhar rapidamente, vê alguém em baixo da água, mas a pessoa logo some, ou objetos que você olha e se diluem no ar. Algumas pessoas podem se assustar com essas "aparições".

Enfim, se você é fã de System Shock 2, O enigma do horizonte, e outras obras que envolvem mistério em um lugar do espaço, certamente vai adorar Spirits of Xanadu. Quem se interessar é só dar uma conferida no site oficial do jogo.

Nenhum comentário: