Temporario



Jogos | Séries | Filmes | RPG e Tabuleiro | Animes | Creepypastas | Quadrinhos | Livros | Mapa do Blog | Sobre o Blog | Contato |

quarta-feira, 1 de abril de 2015

Parcel - Puzzle cooperativo pra você amar com um amigo

Esse é um jogo para pessoas apaixonadas por puzzles, apresentando uma série de lugares onde é necessário quebrar a cabeça para conseguir resolver os variados desafios apresentados, sendo que no começo as coisas são simples, mas cada vez os elementos vão ficando mais complexos e chegando a ponto de alguns se perderem completamente sem ter a mínima ideia de como ir em frente. Além do mais é também uma obra perfeita para se jogar com amigos e até mesmo ir além, fazendo as próprias fases.

Na trama quatro personagens são enviados para um um prédio, onde devem cumprir uma missão em um universo futurista, porém ao serem arremessados, acidentalmente caem em lugares diferentes e por isso tem que inicialmente agirem sozinhos para conseguirem se encontrar e passarem a trabalhar em equipe.
Já digo que esse jogo é muito bom e pode deixar muita gente viciada, porém tenho que tocar logo no quesito da história. Ao começar o jogo, existe a opção de jogar apenas com um puzzle atrás do outro, o que é bem adequado, e o modo com história, onde há paradas constantes para os personagens falarem. E uma coisa que desconfio plenamente é que os desenvolvedores perceberam o quanto o modo história é chato, pra não dizer insuportável, e resolveram colocar isso. Fiquei impressionado em como é parado e desagradável, você vai lá, anda um pouco, daí já tem uma parada pra um personagem falar, só que as falas são gigantescas, com vários balões, onde os personagens não falam coisas interessantes e tudo bem parado mesmo, dando aquela sensação desagradável de você ler um texto, daí esperar... esperar... esperar... Aí mais um texto grande cheio de besteiras, e então esperar... esperar... esperar... E mais um texto. Enfim, o modo história desse jogo é um dos mais insuportáveis que já vi na vida, realmente a apresentação de péssimo gosto, com uma experiência muito cansativa.


Apesar disso, para quem jogar fora do modo história e das inconvenientes paradas constantes para falatório com diálogos chatos, a jogabilidade é fantástica! E realmente acho que esse jogo é capaz de gerar uma quantidade indescritível de diversão para os amantes de puzzles, pois mostra fases que você analisa rapidamente e logo passa pra ação da coisa.

Cada fase é mostrada com vários lasers, itens para serem colocados e um objetivo para onde você deve levar uma caixa. Essa caixa consegue bloquear lasers e é exatamente nisso que a coisa fica interessante, você a coloca em frente ao raio e o bloqueia, passa para o outro lado e então a pega de novo, e com esse simples método, as coisas passam a acontecer e variar bastante. Você nota que a equipe fez cenários muito bem trabalhados e em diversos momentos bate aquela sensação de "Nossa, que quebra cabeça inteligente".

São quatro personagens, sendo que cada um deles tem uma habilidade própria e a jogabilidade muda, um pode pegar as caixas e carregar para onde quiser, outro pode magnetizar ela e atrair, mesmo que não esteja tendo contato físico, há também o que pode hackear o nível e alterá-lo, e por fim tem a personagem capaz de se teletransportar.

Graficamente o jogo é bastante fofo, com uma visão isométrica e com personagens que tem design que lembram o visual de desenhos animados, apesar disso é um jogo 3D, e com muitos elementos luminosos em meio a escuridão de alguns cenários, dando um certo toque de fofura na escuridão, ficou bom.

Enfim, fica essa dica de jogo que você pode jogar tanto sozinho quanto com algum amigo, se você gosta de puzzles, certamente irá achar esse bastante atraente. Quem se interessar é só dar uma conferida no site oficial do jogo.

Nenhum comentário: