Temporario



Jogos | Séries | Filmes | RPG e Tabuleiro | Animes | Creepypastas | Quadrinhos | Livros | Mapa do Blog | Sobre o Blog | Contato |

sábado, 18 de abril de 2015

Into The Gloom - Um jogo fofinho porém perturbador

Quando se vê um jogo pixelizado, é normal ter aquele pensamento de jogos de aventura muito coloridos ou qualquer coisa desse tipo, já jogos de terror não são tão comuns ou mesmo tem muita credibilidade quando se pensa em algo assustador, no entanto Into The Gloom mostra que vai além, apresentando essa fórmula e provando que não é preciso de gráficos surpreendentemente realistas para se ter sustos, mas sim atmosfera, e nisso o jogo é impecável.

Você controla um personagem em uma instalação estranha cheia de mensagens sinistras na parede, algumas pedindo por ajuda, outras falando sobre algo que está observando, mas o mais bizarro é que há constantes corpos de pessoas enforcadas em diversos lugares e não parece haver uma explicação exata do que está acontecendo.

Como podem ver, a história é um tanto clichê, no entanto a jogabilidade já compensa um bocado isso, pois apesar de ter tudo para ser meramente um jogo que você fica andando para um lado e para o outro pegando chaves e abrindo portas, tem uma forte concentração em puzzles bem fantásticos em que você precisa pensar um bocado as vezes para conseguir compreender.

O jogo tem uma concentração bastante forte na atmosfera, e há diversos momentos em que você pode dar um grito com determinada aparição e também partes em que sinceramente eu acho que não é pra jogadores de coração sensível, isso porque o desespero é bastante intenso e você precisa correr desesperadamente.

Os gráficos são muito interessantes, usando apenas variações das cores preto, branco e vermelho, e dando um visual todo especial que causa um forte impacto, como por exemplo andar por cenários onde tudo está cinza e branco e de repente em uma das paredes aparece algo escrito em vermelho, ou andar por uma floresta com um céu vermelho e árvores negras.

Uma das coisas que com certeza chama a atenção no visual é o fato de que o jogo é todo em cenários 3D, no entanto os personagens que aparecem são feitos em 2D com um formato pixelizado, algo que além de já naturalmente ficar interessante, fica ainda mais atraente devido ao toque sombrio que tem.

Enfim, fica essa dica de jogo para aqueles que gostam muito de atmosferas pesadas, não se deixe enganar pela carinha de jogo fofo, pois realmente há um grande contraste. Quem se interessar e quiser conhecer mais detalhadamente é só dar uma olhada no site oficial do jogo.

Nenhum comentário: