Temporario



Jogos | Séries | Filmes | RPG e Tabuleiro | Animes | Creepypastas | Quadrinhos | Livros | Mapa do Blog | Sobre o Blog | Contato |

domingo, 12 de abril de 2015

Fire - Um jogo que diz muito sem usar palavras

A Daedalic é o tipo de empresa que parece ter sido criada usando a própria essência da arte, isso porque cada obra sua apresenta um carinho tão intenso, que assim que um título novo sai, eu já sei bem que um universo espetacular me espera, e não poderia ser diferente com Fire, um jogo de aventura onde não se tem sequer uma palavra, mas que consegue te fazer sentir muito ligado ao climinha tão gostoso apresentado.

A história apresenta um homem da caverna que vive em uma tribo e recebe a ordem do líder para que cuide da fogueira durante a noite, porém no outro dia de manhã, quando chega, o fogo está apagado e o homem está dormindo. Isso faz com que ele seja expulso da tribo e só seja aceito de volta quando conseguir de volta aquilo que deixou se perder, o fogo! Mas como já sabem bem, esse é um tempo em que é raro se conseguir algo assim, e naturalmente a jornada acaba sendo longa.

Uma das coisas mais fabulosas do jogo é em como ele é expressivo, não existem falas, e para suprir isso são colocados balões de fala com desenhos, e é assim que os personagens se comunicam, além de usarem movimentos e você também se basear na situação. É impressionante em como a Daedalic mostrou uma obra onde não se fala nada e mesmo assim se diz tanto. É simplesmente muito simpático e atraente.

A jogabilidade é de um jogo de aventura point and click, mas ao mesmo tempo é algo que passa a impressão de ser um jogo de fases, isso porque existe um mapa do mundo e você vai atravessando ele enquanto encontra desafios, e assim precisa usar elementos do lugar para conseguir fazer os quebra cabeças ali presentes, como por exemplo no início em que você está com fome, mas tem uma cobra que te impede de derrubar uma maçã, e assim é preciso usar coisas do próprio lugar para tentar seguir em frente.

O jogo é relativamente simples de se compreender, por outro lado também pode apresentar quebra cabeças que vão te fazer fritar seu cérebro tentando olhar o que está disponível ali e entender como é possível que nenhuma das combinações parecer dar em nada. Naturalmente a sensação de conseguir resolver os quebra cabeças e seguir em frente é de um baita de um alívio.

Os gráficos são realmente lindos, não por serem fotorealistas ou algo assim, mas sim pelos traços usados, é um jogo em 2D com traços tão lindos e fofinhos, eles dão um toque todo especial a coisa e certamente é fácil alguém achar um vídeo ou screenshot e rapidamente querer saber um pouco mais sobre o jogo. E a música então? Nossa, é fantástica! Sem dúvidas a música desse jogo merece que você pegue a trilha sonora só pra poder ouvir pra sempre essa maravilha, é algo que dá arrepios e é tão bem colocado nos momentos certos que é difícil não arrepios os pelinhos do braço.

Enfim, Fire é uma obra maravilhosa, um jogo que notavelmente foi feito com um baita carinho e uma obra que pode ser considerada saudável para todas as idades, podendo encantar facilmente. Quem se interessar e quiser saber mais informações é só dar uma conferida no site oficial.

Nenhum comentário: