Temporario



Jogos | Séries | Filmes | RPG e Tabuleiro | Animes | Creepypastas | Quadrinhos | Livros | Mapa do Blog | Sobre o Blog | Contato |

sábado, 28 de março de 2015

Weeds - Um baita conto de humor negro de Stephen King

Esse é um daqueles contos perfeitinhos que conseguem chamar a atenção por ser algo rápido, mas que passa aquela sensação de satisfação e te faz pensar "Nossa, isso foi muito bom!". E certamente é uma obra que os fãs de Stephen King não podem deixar passar, afinal de contas é uma pequena pérola, e que aliás perfeito para quem não quer ler os monstruosamente grandes livros do autor, que ele parece não ter o dom pra fazer livro pequeno, contos pode ser uma alternativa perfeita.

A história apresenta um caipira chamado Jordy Verril, que avista um meteoro caindo em sua propriedade, e ao ir até o lugar, fica empolgado e começa a pensar em como é esperto, pois fará 200 dólares com aquilo que caiu do espaço e nem um centavo a menos. Porém os sonhos do rapaz acabam virando um verdadeiro pesadelo, pois uma forma de vida vegetal contida no meteoro é capaz de crescer em qualquer coisa, madeira, metal e até mesmo em carne... Então a trama mostra o desespero dele enquanto tenta se livrar da coisa, ao mesmo tempo que ela começa a crescer por toda a propriedade.

Uma das coisas mais legais desse conto, é em como o personagem parece natural, é notável que ele é bastante humilde e não muito esperto, mas King transmite isso de uma maneira tão fantástica que ele parece mesmo uma pessoa real, não é aquele tipo de história em que personagens estão lá somente para ocupar espaço, esse sim é um que você rapidamente vê uma personalidade própria e também é o que faz com que o conto tenha um baita toque de humor negro.

Foi lançado originalmente em 1976, porém ganhou uma adaptação para o cinema com o nome de "A Morte Solitária de Jordy Verrill" na antologia de curtas Creepshow, uma coisa interessante é que o próprio Stephen King que interpreta o personagem. No mesmo ano ganhou uma adaptação para quadrinhos no volume único que apresentava as histórias do filme e tinha o mesmo nome.

Não posso deixar também de falar de como esse conto é comparado com "A cor que caiu do espaço" de H.P. Lovecraft, os mais esquentados dizem que é uma cópia descarada e não tão bem elaborada, outros falam que é pura coincidência, e há aqueles que dizem que é uma homenagem usando uma ideia semelhante. Ao meu ver parecem ser apenas semelhantes mesmo, pode ser que King tenha mesmo pego uma inspiração, até porque ele já se assumiu fã de Lovecraft, mas as duas obras tem climinhas diferentes, Weeds é algo mais voltado para o divertido e surpreendente, enquanto o conto de Lovecraft tem um clima também rural, porém algo mais pesado e medonho.

Enfim, fica aí essa dica de belo conto de terror que certamente vai agradar a muitos, a ideia de uma "invasão" alienígena e um apocalipse vegetal é interessante pra caramba, a agonia ao se ver as ervas crescendo e em questão de horas podendo cobrir um lugar inteiro é bastante de arrepiar e faz pensar em como a ideia de uma coisa assim é assustadora, de certa forma lembra o pesadelo que é a Gosma Cinzenta.

Um comentário:

Xcalibur X3 disse...

É fácil dizer que foi cópia do Lovecraft, afinal, ele é o cara que inventou a bizarrice :v