Temporario



Jogos | Séries | Filmes | RPG e Tabuleiro | Animes | Creepypastas | Quadrinhos | Livros | Mapa do Blog | Sobre o Blog | Contato |

quarta-feira, 11 de março de 2015

Crayon Chronicles - Um roguelike com carinha de papel

Hoje vou falar sobre um daqueles simpáticos joguinhos que adotam um visual super simpático e rapidamente conseguem conquistar corações. É Crayon Chronicles, um roguelike bastante rápido com média de duas a quatro horas de duração, mas obviamente com um forte efeito rejogabilidade, já que os ambientes são gerados de maneira aleatória e a morte é permanente, um verdadeiro prato cheio para aqueles que querem um jogo duradouro em que se pode dizer que vai começar uma aventura nova.

Você assume o papel de um personagem que tem seus amigos sequestrados, o que é uma pena, mas felizmente a sua coragem é grande o suficiente para ir atrás deles, e assim você parte em uma jornada com a ajuda de um estranho. A história em si é bem simplória, porém os desenvolvedores tiveram uma ótima ideia de satirizar o próprio jogo, portanto há um grande toque de humor na trama onde os próprios personagens acabam deixando claro que só estão interpretando seus papéis, como por exemplo quando citam algo sobre os NPC's correrem grandes riscos nos dias de hoje.

O jogo é um RPG em turnos, e isso não é limitado ao combate, mas também a movimentação do personagem, sendo assim é aquele tipo de obra onde você se move e os inimigos também se movem, cada ação sua contará como um turno e é você que no fim das contas tem que fazer a primeira ação, ou seja, se você der um passo, todos os inimigos na tela também terão um turno, que irão utilizar simultaneamente a você.

O sistema é bastante simples e simpático, com você já começando em uma salinha com armas variadas para escolher e assim partindo para começar a aventura, usando itens, colocando equipamentos e enfrentando inimigos. São coisas básicas, mas o suficiente para entreter bastante e consumir horas do tempo de alguém, algo especialmente valorizado pela sua rejogabilidade, o que é uma baita de uma vantagem que o jogo oferece.

Graficamente ele apresenta gráficos 3D com visuais simples em uma visão isométrica e o que rouba a cena são os personagens, que são desenhos 2D feitos em folhas e posicionados ali, dando um estilo muito agradável de se ver. Não é algo fotorealista, mas é o tipo de jogo que você olha e sabe imediatamente que há um toque próprio que o destaca.

Enfim, fica aí mais essa dica de roguelike que certamente vai agradar a muitos e que é um ótimo investimento por ser um jogo muito barato (custa menos de 9 reais) e permitir que você jogue inúmeras vezes, passando por ambientes diferentes. Quem se interessar é só dar uma conferida no site oficial do jogo.

Nenhum comentário: