Temporario



Jogos | Séries | Filmes | RPG e Tabuleiro | Animes | Creepypastas | Quadrinhos | Livros | Mapa do Blog | Sobre o Blog | Contato |

segunda-feira, 23 de fevereiro de 2015

Grow Home - Um jogo que é impossível não amar muito

Esse é um jogo que me faz até mesmo sentir um frio na barriga só de imaginar em quantas obras fantásticas como essa eu não posso ter deixado passar batido por mero descuido. Estou falando isso porque quando vi Grow Home, me pareceu um jogo de visual legal, mas que não observei muito a fundo, e decidi testá-lo apenas quando recebi um e-mail mais informativo, mas mesmo assim foi algo apenas pela curiosidade, e a minha surpresa foi no quanto é um jogo espetacular e viciante, que todos deveriam realmente jogar.

Você assume o papel de um desajeitado robozinho chamado Bud, e vaga em uma nave em busca de uma maneira de salvar o seu mundo, e assim aterrissa em uma ilha de um planeta fantástico e muito colorido, onde há uma planta gigantesca que precisa desabrochar para que sua semente seja coletada elevada para a nave, no entanto ela ainda está pequena e Bud precisa usar suas habilidades para incentivar o crescimento e levá-la até dois quilômetros de altura para dessa maneira cumprir a missão.


O universo apresentado é realmente algo maravilhoso e gigantesco em sua altura, você começa na ilha, com o mar ao redor, mas ao olhar pra cima já pode ver que há um monte de pequenas ilhas voadoras, queda d'água, uma vasta flora e até mesmo animais estão presentes. É aquele tipo de ambiente muito bonito que rapidamente você sabe que vai ser um grande prazer explorar.

A jogabilidade é simples e fantástica! Basicamente você deve escalar a planta e fazer com que ela cresça cada vez mais, ao chegar a uma ponta, você pode clicar o botão de ativar e fazer com que o galho comece a aumentar com você sentado em cima, e assim pode guiar para onde ele vai, gerando novas pontas e folhas que podem ser usadas para arremessar o robozinho para cima. Mas não basta fazer com que os galhos cresçam, você precisa fazer o centro da planta crescer, e pra isso ela precisará ser nutrida, então quando você guia um galho novo, precisa fazer com que ele chegue até uma das rochas que contenha um brilho esverdeado para que os nutrientes sejam sugados e assim a planta principal cresça.

Mas as coisas não são tão simples assim, você precisa escalar até lugares onde tenham saídas de galho e a própria planta cresce sozinha, por isso ela tenta desviar o caminho para outros lugares, você precisa manter a direção certa e como o crescimento de galhos não é infinito, chega um momento que termina, não dando tempo de chegar até a rocha, e assim você precisa achar outro galho, fazendo assim com que a planta aumente em várias direções, o que não é ruim, já que você pode cair enquanto escala, e assim ter que achar um galho próximo urgente para se segurar, ou irá até o chão, o que pode não ser nada agradável ter que escalar algumas distâncias novamente.

Mas o jogo também conta com alguns elementos que facilitam a coisa, como por exemplo você acha teletransportadores, que assim que são ativados se tornam pontos de acesso rápido e se conectam com os outros que você já ativou. Assim como há a itens que podem ser usados, como a flor gigante que serve de paraquedas e vai perdendo as pétalas aos poucos, ou a folha que você usa como asa delta e te dá acesso rápido aos lugares.

A sensação de grandiosidade é maravilhosa! Eu não sinto algo tão fantástico desde Shadow of the Colossus! Enquanto você vai escalando, as vezes olha pra baixo e vê aquela coisa gigante, ou mesmo quando desaba e precisa rapidamente pensar no que fazer, achar um galho pra se segurar ou usar um item para fazer uma manobra rápida, é incrível!

A única coisa ruim do jogo, é exatamente o quanto é curto, basicamente é um sandbox rápido onde você não fala "Eu vou ali continuar o jogo", mas sim "Eu vou jogar UMA partida do jogo", pois é mesmo o tipo de coisa que você joga e zera, basicamente é preciso fazer a planta crescer, você pode fazer de diversas maneiras, o visual dos galhos podem sair de inúmeras formas, mas no fim das contas você tem que levar ela até o espaço e coletar sua semente, é algo muito gostoso, porém rápido e que deixa uma sensação de perda, de que você gostaria de ter muito mais horas daquilo.

Enfim, se procura por algo fantástico e diferente, acabou de achar! Grow Home é um jogo impecável, realmente muito bem apresentado e por mais que a ideia seja simples, é capaz de facilmente deixar qualquer pessoas fascinada, vale a pena demais! Vale a pena dar uma conferida no site da G2A, pois lá eles costumam vender keys da steam por um valor bem mais barato que na própria steam e ainda aceitam boleto bancário. Dê uma conferida aqui.

Nenhum comentário: