Temporario



Jogos | Séries | Filmes | RPG e Tabuleiro | Animes | Creepypastas | Quadrinhos | Livros | Mapa do Blog | Sobre o Blog | Contato |

quarta-feira, 7 de janeiro de 2015

Discordianismo - A religião que prega o próprio caos

Discordianismo é sem dúvidas uma das religiões da nova era mais bizarras que existe, difícil de entender e ainda mais complicado de adotar, isso porque os próprios textos sagrados são uma verdadeira bagunça e os artigos daqueles que a adotam costumam ser totalmente fora do controle, onde a pessoa escreve facilmente que algo é e não é ao mesmo tempo, e que você precisa enxergar aquilo, sendo que boa parte dos textos te faz sentir que está caindo em uma piada feita pelo autor, o que faz com que muitos não a levem a sério, enquanto outros a veem como genial e limitada apenas a pessoas de mente bem aberta.


Imagine você andando pela rua em meio a uma multidão, como sempre você está insatisfeito com alguma coisa, seu trabalho, relação amorosa, problemas familiares, o problema de sempre que faz a sua vida não ser tão gostosa quanto você gostaria que fosse. De repente em meio a multidão surge uma pessoa, ela tem uma maçã dourada na mão e estende, te oferecendo.

Assim que você bate os olhos na maçã, sabe que se mordê-la, verá a realidade ao seu redor de uma maneira que nunca viu antes, a maneira real, todas as desgraças e insatisfações de sua vida terão lógica e não haverá mais a quem culpar ou o pensamento de que uma divindade, o destino ou mesmo você é o responsável por aquilo.

Você poderá vê o caos, mas depois disso, nunca mais deixará de enxergá-lo, não terá mais para onde recorrer ou se lamentar, e apenas aceitar aquilo que a realidade é, a maioria das pessoas ao seu redor vai achar completamente estranho o seu jeito de pensar ou mesmo te chamar de louco, alguns vão achar insuportável a sua presença. Você morderia essa maçã?

Essa religião foi criada no final da década de 1950 e prega que ao contrário do que a maioria das religiões diz, o universo não é para ser visto como um lugar que precisa de ordem que os humanos tem que lutar para deixar tudo perfeitamente organizado e que o desejo de uma grande entidade é ver tudo bonitinho.

Ao invés disso a realidade é mostrada como ordem e desordem ao mesmo tempo e que a perfeita harmonia é o próprio caos, que todas as coisas dependem puramente de ponto de vista e graças a isso, as coisas não podem ser vistas totalmente como boas ou ruins, mas sim como maneiras de se ver algo, sendo assim tudo é bom e ruim ao mesmo tempo, tudo é feio e bonito, baixo e alto, doce e amargo. É o próprio caos, e quando a pessoa é capaz de compreender que as coisas ao seu redor são apenas como deveriam ser, ela estará livre, ou não! Ela estará completamente presa! Entenderam? É uma religião sobre essência e onde o tudo e o nada é o mesmo.

O livro sagrado do discordianismo é o Principia Discordia e inclusive é vendido no Brasil (Clique pra conferir), e muita gente certamente vai se sentir lendo o "Guia do Mochileiro das Galáxias" de uma forma que pode ser aplicada ao mundo real. Isso porque boa parte do livro, isso se não toda, parece falar coisas muito absurdas e ridículas, que podem parecer meramente um grupo de regras que não devem ser levadas a séria, até que vem uma pessoa e explica o que aquilo quer dizer e então o que parecia uma piada passa a ter um baita de um sentido imenso.

A Deusa adorada no Discordianismo é Eris, que também é conhecida como Discórdia e é a deusa do caos Grego-Romana, o que acaba sendo perfeita para o cargo de adoração, já que é exatamente disso que a religião trata, por outro lado nada é obrigado no Discordianismo e assim a pessoa não precisa adorar a ninguém, Eris pode ser meramente simbólica, pois a essência dessa religião é caótica e regras são completamente moldáveis, inclusive não existe a obrigação de ser a única religião da pessoa, podendo assim fazer com que a pessoa adore a um deus e seja Discordiana, mas claro, a pessoa pode sentir uma harmonia com o caos, dando a ele o nome de Eris e ser grato a essa "coisa" que molda o universo da forma que é.

Um bom exemplo das "regras" apresentadas que pode ser levada inicialmente como ridícula, é a "Lei dos Cinco", onde tudo no universo deve obrigatoriamente ser assemelhado ao número cinco, tudo contém cinco ou é ligado ao número cinco imediatamente, sendo que normalmente o primeiro pensamento é a mão, que contém cinco dedos, mas você pode pegar qualquer coisa e deve ligar ao número cinco, por exemplo pensar no seu corpo e pensar em dois braços, duas pernas, uma cabeça, pegar uma tesoura e ver que tem duas lâminas, dois cabos e um meio onde os outros são ligados.

Algumas coisas serão muito difíceis de ligar ao número cinco, mas você vai conseguir. Inicialmente isso parece ser algo ridículo, pois poderia se fazer o mesmo com qualquer número, certo? Então ora que algo tão bobo assim? E é nesse ponto que se chega na parte filosófica da coisa. Você certamente já chegou a uma época que viu religiosos falando sobre o fim do mundo:

"Caramba, no ano 2000 o mundo vai acabar! Pensa, o número é 2000, vai ser a virada da década, do século, do milênio e ainda vai ter um eclipse solar! Serão DOIS MIL ANOS depois do nascimento de Cristo! Será coincidência? Eu acho que não!"

Tinha muito esse papo, mesmo com a virada real sendo em 2001, mas isso importava? Não! O que importava era a simbologia, os pontos achados, qualquer pessoa pode pegar algo em uma doutrina e ligar esses pontos a qualquer coisa, sendo assim o número cinco nada mais é do que fazer a pessoa enxergar o caos e ver que aquilo meramente são os olhos de uma pessoa vendo algo e querendo considerar como fruto de um projeto maior "Caramba! São tantos pontos juntos que não pode ser errado!".
Os cinco mandamentos do Discordianismo são:

1 -   Não há nenhuma Deusa exceto a Deusa e Ela é Sua Deusa. Não há nenhum Movimento Erisiano além do Movimento Erisiano e ele é o Movimento Erisiano. E que todo Núcleo da Maçã Dourada também é o lar de um Verme Dourado.
2 -    Um Discordiano Sempre Deve Usar o Sistema Oficial de Numeração de Documentos.
3 -    De um Discordiano é Requerido durante o Desabrochar de sua Iluminação que Saia Sozinho e que Coma Prazerosamente um Cachorro-Quente em uma Sexta-Feira. Esta Cerimônia Devocional Que Serve para Quebrar Todos os Populares Paganismos desta Época: dos Cristãos Católicos (Sem Carne Nas Sextas), dos Judeus (Sem Carne de Porco), dos Indianos (Sem Carne Bovina), dos Budistas (Sem Carne Alguma) e dos Discordianos (Sem Pães de Cachorro-Quente).
4 -    Um Discordiano deve Abster-se de Pães de Cachorro-Quente. Pois foi este o Consolo de Nossa Deusa Quando Confrontada com a Esnobada Original.
5 -    Um Discordiano é Proibido de Acreditar Naquilo Que Lê.

Um detalhe engraçado é que nos cinco mandamentos é lido sobre Sexta-Feiras, apesar disso os Discordianos tem apenas cinco dias da semana e eles não são os nossos, o que parece um erro, mas não existem erros no livro, pois tudo é o caos e tudo é e não é, como diz o próprio quinto mandamento, não se pode acreditar no que lê.

O símbolo do Discordianismo se chama "Cao Sagrado" e é igual ao yin yang, porém um lado é branco, o outro é dourado, sendo que do lado branco há uma maçã dourada e do lado dourado há um pentágono. A explicação sobre ele também é completamente confusa, sendo dito que não é como um yin yang e que simboliza tudo que qualquer um jamais precisa saber sobre absolutamente qualquer coisa.

Enfim, tem coisa pra cacete no Discordianismo, muita gente segue pra valer, e se você quiser saber mais sobre, é só comprar o Principia Discordia, abrir sua mente (Você vai precisar) e tentar adentrar na essência transmitida. Discordianos tem uma harmonia com a existência, pois sabem que tudo é culpa deles e nada é culpa deles, então ao se lamentar de algo, no fim das contas vão simplesmente compreender que é como deveria.

5 comentários:

Unknown disse...

Prefiro ficar acreditando no Segredo do Universo, e usando as regras dos "números supremanticos"...

Luiz s correa disse...

Prefiro chamar o Hyoga!

Luiz Guilherme disse...

Essa religião não tem no As Aventuras de Billy e Mandy?

Fernando disse...

Tem referênia lá sim.

Domocraft disse...

Sinceramente, não se preocupe com os erros de concordância, pq erros de concordância nada mais são que um acerto de discordancia!!!!! (Cinco exclamações)