Temporario



Jogos | Séries | Filmes | RPG e Tabuleiro | Animes | Creepypastas | Quadrinhos | Livros | Mapa do Blog | Sobre o Blog | Contato |

quinta-feira, 11 de dezembro de 2014

Demon Hunter: Chronicles from Beyond

Se você estiver com vontade de mais uma aventura da Artifex Mundi, essa pode ser uma ótima oportunidade com Demon Hunter: Chronicles from Beyond, um jogo que mais uma vez trás a engine que a empresa tanto gosta de usar e aquela atmosfera de mistério. Apesar disso as coisas podem estar um pouco estranhas nesse título para quem for jogar a versão de PC, pois parece que usaram a mesma versão para dispositivos móveis, que em geral são com um visual claramente inferior, de qualquer forma isso não chega a ser um incômodo ou algo que estrague a experiência, mas se você jogou alguns dos títulos anteriormente lançados para PC, certamente vai notar que são graficamente bem superiores.

A história apresenta Dawn Harlock, uma mulher misteriosa que não consegue se compreender, ela é diferente das outras pessoas, tendo olhos vermelhos. Tudo se passa durante os anos 30 quando o homem que a adotou foi brutalmente assassinado, o que faz com que ela retorne ao casarão para tentar descobrir, a polícia diz que foi um crime padrão, mas por algum motivo ela viu tudo aquilo acontecer, e assim parte em busca de pistas.

Assim como os jogos em geral da Artifex, esse é um point and click em primeira pessoa, e assim você irá ter que observar bem os lugares e ir clicando, não é possível ver o seu personagem como sempre, sendo assim uma experiência bastante direta. Há diversos enigmas que precisam ser decifrados e para isso você pega peças que estão espalhadas pelos cenários, além de mistérios constantes que passam a surgir com os acontecimentos.

Quando comecei a jogar, algo que naturalmente acabei me lembrando foi o conto Do Além, e essa sensação apenas ficou mais forte com o fato de tudo acontecer nos anos 30, a mesma época em que o conto se passa. Apesar disso Demon Hunter tem o seu próprio caminho e assim você vê logo que parece apenas ter sido inspirado, assim como grande parte dos jogos desenvolvidos pela Artifex.

Agora os gráficos são algo que não posso deixar de apontar, se fossem de outra empresa eu diria que estão muito bonitos, no entanto vendo o que a Artifex é capaz de fazer, eu tenho que dizer que os achei surrados, parecem ter sido feito para celular e não adaptados para PC, algo estranho, pois sempre que você vê os jogos da empresa nas duas versões, rapidamente percebe que o nível é outro, apesar de ambas serem belas, mesmo assim não é algo capaz de acabar com a experiência, apenas pode ser um pouco decepcionante para quem já jogou obras anteriores.

Enfim, Demon Hunter: Chronicles from Beyond é um ótimo jogo de mistério para se passar o tempo, não é algo exatamente super profundo, mas traz um pouco de toque sombrio para quem estiver afim de vivenciar um conto macabro. Um dos detalhes legais é que mais uma vez a empresa já trouxe o jogo em português. Quem se interessar é só dar uma conferida no site oficial.

Nenhum comentário: