Temporario



Jogos | Séries | Filmes | RPG e Tabuleiro | Animes | Creepypastas | Quadrinhos | Livros | Mapa do Blog | Sobre o Blog | Contato |

domingo, 16 de novembro de 2014

Schrödinger’s Cat And The Raiders Of The Lost Quark

Esse é um daqueles jogos que ao mesmo tempo que consegue ser bem divertido na jogabilidade e te fazer dar belas gargalhadas com os acontecimentos, também naturalmente acaba sendo educativo, pois usa um cenário um tanto escolar, nesse caso usando elementos física e fazendo muitas pessoas que estão estudando, os identificarem. Apesar do nome gigantesco e esquisito poder assustar algumas pessoas e não se tornar nada notável, os elementos apresentados são muito bem feitos e é um jogo de plataforma que vale a pena.

A história coloca elementos de física como se fossem funcionários e outros tipos de membros de diversos lugares, entre eles o Zoológico Partícula, onde as pessoas visitam por ser um ambiente temático e se divertem. No entanto ocorre um evento catastrófico e os prisioneiros do lugar fogem, fazendo com que no meio da emergência,  Schrödinger’s Cat seja chamado para capturar os fugitivos e dar um jeito no lugar.

Esse é um jogo de plataforma e inicialmente adota a fórmula de uma maneira bastante pura, com todo aquele negócio de usar um personagem que começa em um ponto e deve chegar a outro, no entanto ele usa aquele estilo de cenário variado, e que embora seja linear, o destino não está na ponta oposta do lugar onde você começa a partida, sendo assim você tem que subir e descer em busca do destino, havendo diversos pontos de salvamento, pois é possível morrer.

O grande toque especial do jogo, são os quatro tipos de partículas que você acha espalhados pelos cenários, com elas é possível gerar efeitos variados, sendo que fica fácil acessá-las pois o jogo usa o W,A,S,D para mover o personagem, e as setas do teclado são para acessar cada tipo de partículas, que são divididas em cores e assim fica fácil lembrar quem é quem. Usando uma combinação igual como por exemplo se você apertar a seta pra cima três vezes, um helicóptero temporário é criado, e cada uma das outras três cria seu próprio efeito, mas o legal mesmo é que todas podem ser combinadas e aos poucos vão sendo apresentadas novas fórmulas, criando até mesmo uma biblioteca para você consultar os tipos de efeitos.

Os inimigos são muito interessantes e hilários, como por exemplo os glúons que são cleptomaníacos e ficam roubando as suas partículas de matéria, mas você pode atacá-los para ficarem quietos, também é possível morrer em locais que não são inimigos, como por exemplo o ácido que aparecem em diversas partes do cenário.

Graficamente o jogo tem um estilo de desenho animado que ficou muito bonito mesmo, com um fundo bastante movimentado que dá aquela sensação de algo grandioso. Mas sem dúvidas uma das coisas que mais gostei, foi a dublagem, apesar das vozes estarem disponíveis apenas em inglês, isso dá um toque todo especial a esse gênero, pois parece que as produtoras acham que o fato de um jogo ser de plataforma, não precisa de dublagem.

Enfim, Schrödinger’s Cat And The Raiders Of The Lost Quark é um nome nada agradável de se dizer, mas pode gerar bons momentos de diversão, recomendo! Quem se interessar é só dar uma conferida no site oficial do jogo.

Nenhum comentário: