Temporario



Jogos | Séries | Filmes | RPG e Tabuleiro | Animes | Creepypastas | Quadrinhos | Livros | Mapa do Blog | Sobre o Blog | Contato |

quinta-feira, 6 de novembro de 2014

Deathtrap - Quando Diablo se torna um tower defense

Esse é um daqueles jogos híbridos que fizeram uma bela de uma fórmula ao usarem os elementos certos, e no caso é algo que tem tudo para ser considerado como um jogo parecido com Orcs Must Die, no entanto você percebe logo que a essência é um tanto diferente, é algo mais sombrio, algo que ao mesmo tempo que lembra Diablo, porém tem um sistema de Tower Defense, e assim inevitavelmente se torna um jogo com um toque especial todo próprio.

Aqui você é colocado como um guerreiro que tem que defender diversos portais onde há ataques constantes de criaturas, mas para isso precisa preparar armadilhas para que te ajudem. O clima dos lugares é bastante sombrio e meio devastado, lembrando um tipo de era de trevas e um reino de fantasia medieval do mal, não é toda aquela coisa bela e cheia de brilho que alguns desse universos costumam apresentar.

Não há apenas uma área por onde os inimigos atacam, há múltiplas, e assim você precisa usar armadilhas para te auxiliarem enquanto você tenta deter as criaturas de outra área, ou coloca o mesmo nível de defesa em todas as partes apenas para darem uma filtrada na quantidade de inimigos e assim você apenas finalizar com o que sobrar deles. Essas armadilhas são colocadas em lugares já pré determinados, então o que você faz é escolher uma das áreas e encaixar o tipo de armadilha que achar mais adequado ali.

O seu personagem também tem as habilidades especiais próprias e nesse quesito o jogo apresenta o sistema de um action rpg mesmo, portanto você vai melhorando o seu personagem, coletando itens que caem dos monstros ou mesmo em baús próximos, melhorando as habilidades com os pontos que ganha ao passar de nível, entre outras coisas. Ao final de cada partida, você pode ir a loja e vender equipamentos que conseguiu para ter um pouco mais de ouro e assim comprar coisas novas coisas.

Os gráficos do jogo tem aquele toque de ambiente macabro, tudo muito escuro e sinistro, é algo que gostei bastante e que ao mesmo tempo ajuda muito a manter o clima de RPG mesmo, tirando um bocado a sensação de meramente ser um tower defense, os ambientes tem caminhos pelos cenários que na maioria dos jogos seria fechado, por exemplo, se tiverem dois caminhos separados por uma floresta, você não precisa ir até o lugar onde eles se unem para poder ter acesso a outra estrada, basta atravessar a floresta, que as vezes pode ter um baú do tesouro esperando.

Enfim, Deathtrap é um ótimo jogo para se passar o tempo e com o sistema de pontuação de cada fase, acaba podendo se tornar um vício enorme, então recomendo muito, acho que é um híbrido de muito bom gosto. Quem se interessar pode dar uma conferida no site oficial do jogo.

Nenhum comentário: