Temporario



Jogos | Séries | Filmes | RPG e Tabuleiro | Animes | Creepypastas | Quadrinhos | Livros | Mapa do Blog | Sobre o Blog | Contato |

domingo, 9 de novembro de 2014

Daedalus: No Escape - Jogo para fãs de tiroteio clássico

Existem alguns jogos que acabam optando por criar algo no estilo clássico e apenas dar o seu toque especial para apresentar uma obra diferente, e esse é bem o caso de Daedalus: No Escape, um jogo que pode ser considerado como perfeito para se jogar especialmente com os amigos enquanto conversa usando algum programa de voz, isso porque logo de primeiro você percebe bem que seria ótimo se divertir com várias pessoas e participar da gritaria em meio a um baita tiroteio contra outros jogadores.

Bom, já devo avisar logo de cara que esse jogo não tem foco na história, pra falar a verdade ela é ausente, a única descrição que é feita sobre algum tipo de trama, é que você assume o controle de um soldado espacial que é colocado em uma arena para lutar contra outros soldados até a morte. Então há todo aquele plano de fundo de ambiente de ficção científica, mas nada muito profundo, até porque embora o jogo permita que você jogue sozinho contra bots, ele tem o foco total no multiplayer.

Todos os modos de jogo clássico que tanto conhecemos em jogos de tiro em primeira pessoa, são apresentados aqui. Então para aqueles que querem relembrar velhos tempos, é um jogo perfeito, cheio de tiros sem parar e personagens indo para todos os lados se caçando. Os modos são:

Highscore: Onde a vitória é baseada na pontuação feita.

Deathmatch: Ou o tradicional "contra si", onde todos estão por si sós e tem que matar qualquer um que aparecer na frente, não há amigos aqui.

Last Man Standing: Nesse modo o último que sobreviver no final é o vencedor.

Team Deathmatch: Modo para quem gosta de trabalho em equipe, e assim tem ajuda de outros jogadores para eliminar inimigos.

Capture the flag: Você precisa ir pegar a bandeira da equipe rival e levar para a sua base.

Uma das coisas que eu adorei no jogo, foram as munições variadas, você não simplesmente usa uma arma e passa a dar tiros só daquele jeito, aqui as coisas dependem da munição, e elas muito loucas. Algumas tem efeitos comuns como um tiro de bazuca que bate e explode no impacto, mas outras são bem psicodélicas mesmo, como o tiro ricochete, que te permite dar vários tiros em forma de discos, que vão na parede e começam a rebater até acertar alguém.

Mas apesar do jogo todo ter um estilo de tiro em primeira pessoa, ele não é um FPS, mas sim um jogo com visão aérea. Eu realmente gostei muito do visual, é em 2.5D e você vê o que está em sua frente, sendo que há uma "sombra" que oculta paredes onde sua visão não estiver batendo, permitindo assim que seja possível se esconder no corredor e esperar a vítima passar.

Enfim, Daedalus: No Escape é um jogo que recomendo para grupos, é possível sim jogar sozinho, mas a verdadeira diversão vai começar quando você e amigos decidirem se juntar pra passar um tempo se divertindo com algo. Quem se interessar pode dar uma conferida no site oficial do jogo.

Nenhum comentário: