Temporario



Jogos | Séries | Filmes | RPG e Tabuleiro | Animes | Creepypastas | Quadrinhos | Livros | Mapa do Blog | Sobre o Blog | Contato |

domingo, 30 de novembro de 2014

A cor que caiu do espaço - Conto com toque macabro

Existe uma lista melhores de contos de H.P. Lovecraft feita por diversas pessoas, e claro que isso é questão de gosto, no entanto existe um grupo de contos que acaba sendo muito mais comum de aparecer nessas listas, e "A cor que caiu do espaço", também muito conhecido no Brasil como "A cor que caiu do céu", é um desses contos que muita gente considera espetacular.

Aqui mais uma vez o autor demonstra bem o toque alienígena da coisa, algo que para muitos é esquisito, pois um pensamento normal que diversos leitores tem é o de que Lovecraft apresenta mais o sentido sobrenatural da coisa, um monstro que vem do além e começa a atormentar alguém,ou um infeliz que acaba tendo o azar de ir parar onde não queria, mas a verdade é que em geral as ideias do autor vem da grandiosidade do universo, sendo assim o grande toque de suas histórias não é exatamente algo "espiritual", mas sim vindo de um outro ponto do universo, ou seja, naturalmente alienígena, e aqui essa ideia fica bem mais clara.

A história se passa em um ambiente rural, um lugar onde ocorreu uma chuva de meteoritos e algo muito incomum ocorreu, o protagonista não tem nome, mas foi enviado até a área para fazer análise do terreno, já que em breve uma grande construção será feita ali, mas estranha quando percebe que uma certa área tem a vegetação sombria e com uma forma de vida vegetal nada natural. Ninguém quer comentar sobre o lugar, a não ser um velho, que passa a explicar exatamente o que houve ali.

A história é muito interessante mesmo, o jeito que a trama vai ganhando forma prende facilmente, e tem uma série de histórias da cultura pop que logo percebi serem bem parecidas com essa, o que me fez imaginar de imediato que muita gente bebeu demais da ideia mostrada aqui, que realmente consegue ser atraente demais.

Esse também é um daqueles contos do autor que você nota muito bem toda a fragilidade que a vida humana é apresentada em relação a grandiosidade do universo, e em como a qualquer momento uma simples coisa de fora de nosso planeta só precisa entrar em contato e será o suficiente para que toda a raça humana veja o início de sua extinção.

Outro ponto interessante, é o elemento dramático colocado aqui, colocando o amor familiar e a tristeza de ver os membros de uma família um a um sendo destruídos aos poucos, algo que achei bem interessante, pois em geral as histórias do autor sempre tem algo que é destruído, mas aqui há um foco maior nessa ligação da família e amor, e o que o desespero leva as pessoas sem esperança a fazerem, acho que caiu muito bem. Além de apresentar um ambiente rural, claro que o personagem principal é culto e tudo mais, algo bem lovecraftiano mesmo, no entanto quem conta a história não é ele, e assim os personagens que mais aparecem são caipiras, é um conto que se passa em um cenário não urbano que caiu muito bem.

Para quem leu o conto "Do Além" com certeza vai acabar lembrando novamente daquela coisa de se ver o que normalmente não se é comum, aqui há a presença de uma cor que os personagens veem direto, mas não sabem dizer exatamente qual cor é aquela, é algo que até então não existia na terra, mas eles estão vendo pela primeira vez.

Enfim, eu recomendo muito esse conto, infelizmente não consegui achar nenhuma versão gratuita na internet para postar aqui, apenas versões feitas para livros, e como existem os direitos de tradução, infelizmente não posso simplesmente postar, por outro lado se você falar inglês, ou espanhol, achei duas versões narradas muito boas que pode agradar bastante, ambas com ótimos narradores. Confiram:

The colour out of Space


El Color que cayo del cielo

Nenhum comentário: