Temporario



Jogos | Séries | Filmes | RPG e Tabuleiro | Animes | Creepypastas | Quadrinhos | Livros | Mapa do Blog | Sobre o Blog | Contato |

quarta-feira, 22 de outubro de 2014

Costume Quest 2 - Um JRPG disfarçado e muito divertido

Hoje vou fazer uma análise sobre a continuação de Costume Quest, que vi críticas variadas em relação ao título, alguns amando bastante, e outros com uma impressão bastante negativa. Mas em geral esse é daquele tipo de jogo que não é ruim, ele é muito bom mesmo, super polido e passa uma ótima essência, acredito que a maioria concorda com isso. O problema é em não haver uma grande diferença em relação ao primeiro jogo, o que acaba sendo um pouco triste para alguns, já que parece mais com uma expansão que um novo jogo.

A história tem uma ligação completamente direta ao primeiro título, sendo assim é altamente recomendável para aqueles que gostam de trama, que joguem o jogo anterior antes de começar esse. Apesar disso não é também algo para se perder, dá sim para acompanhar o ritmo, o negócio é que você já começa com o seu grupo de amigos em frente a portais e falando sobre o que aconteceu na aventura anterior, e assim vem aquela pergunta "Como os personagens foram parar aí?". Apesar disso logo você se sente por dentro da trama do segundo jogo, onde o vilão é um dentista que odeia o dia das bruxas porque com tanto doce, os dentes das crianças acabam estragando, e assim ele pega um artefato mágico que lhe dá poder o suficiente para alterar o tempo e criar um futuro sombrio sem doces e sem fantasias.

Sem dúvidas o grande toque especial e diferencial desse jogo em relação ao primeiro, são os portais para viajar no tempo e assim alterar os acontecimentos. Esse toque sem dúvidas dá meio que uma cara nova ao jogo, um novo tipo de jogabilidade com alteração temporal e consequencias, por outro lado não chega a ser um elemento grande o suficiente para roubar a cena e ser visto como algo que o destaque como segundo jogo da franquia.

Houveram também algumas mudanças em certos elementos também, especialmente no sistema de combate que agora está um pouco mais dinâmico, com novas opções que certamente farão vários jogadores se sentirem em uma pancadaria mais movimentada, por outro lado é possível também se sentir exatamente o contrário com as animações que não podem ser saltadas, o que inicialmente pode ser tranquilo, mas para os mais apressados pode ser um pouco agoniante e fazer a pessoa querer apenas sair logo da luta.

Mas o jogo usa os mesmos elementos que foram apresentados no primeiro, sendo assim é um JRPG no dia das bruxas e continua passando aquele climinha de história da infância, acaba sendo perfeito para quem quer um pouco de mais do mesmo, porém para aqueles que acabaram de jogar o primeiro jogo da franquia e querem sentir a "nova emoção", pode valer a pena esperar um pouco mais para sentir saudades e então jogar.

Graficamente o jogo continua lindo, são os mesmos gráficos, mas há cenários novos e também alguns antigos reaproveitados, porém modificados um pouco, só que em geral ainda é aquela coisa super fofa com traços carismáticos nos personagens e um climinha de se estar assistindo a um filme de animação 3D.

Enfim, Costume Quest 2 é um jogo bom, realmente muito bom, no entanto ele não inova muito em relação ao primeiro, o que pode acabar decepcionando algumas pessoas, sendo assim para quem jogou o jogo anterior, o ideal é esperar um pouco e só então jogar esse, para não ficar puramente com a sensação de "mais do mesmo". Quem se interessar pode dar uma conferida no site oficial do jogo.

Nenhum comentário: