Temporario



Jogos | Séries | Filmes | RPG e Tabuleiro | Animes | Creepypastas | Quadrinhos | Livros | Mapa do Blog | Sobre o Blog | Contato |

sábado, 27 de setembro de 2014

StarForge - Quando minecraft e halo se unem...

Esse é um daqueles jogos que inevitavelmente você acaba pensando em Minecraft assim que começa a jogar, no entanto é notável que esse pensamento vem devido ao mundo gigantesco com enorme liberdade, e possibilidade de se criar itens a partir da extração de recursos naturais, sendo assim de resto você acaba pensando em uma outra obra, que é HALO, graças ao ambiente de ficção científica apresentado, com um planeta alienígena e alta tecnologia. E em meio a elementos viciantes e muitos bugs surge StarForge, um jogo amado e odiado que no fim das contas só testando para saber se você realmente vai gostar ou não.

Antes de tudo já digo que esse não é um jogo com uma trama, portanto para aqueles que estão procurando por uma aventura com história intensa e tudo mais, esse aqui tem foco total na jogabilidade, e é especialmente divertido para jogadores que queiram passar um momento agradável com os amigos, algo mais sem compromisso.

A primeira vez que eu vi esse jogo, ele ainda estava no modo "Acesso antecipado" no steam, e os vídeos pareciam algo bem incrível, toda aquela proposta de um mundo gigantesco com gráficos bem legais para um jogo do gênero até então, e o toque de ficção científica pareciam uma fórmula bem interessante. Eu quis experimentar aquilo, mas acabei não jogando e assim meses depois vi o jogo ser lançado oficialmente, mas me surpreendi ao dar uma passada de olho nas reviews e grande parte ser muito negativa e com jogadores bastante frustrados. Mesmo assim esse não é o tipo de coisa que costuma me assustar em jogos, afinal de contas já vi diversos jogos serem crucificados e ao meu vere serem bem incríveis.

A primeira vez que fui jogar, achei bastante estranho, isso porque o jogo estava muito pesado, e o tutorial não estava cooperando muito, em geral ele apenas me ensinou coisas básicas como andar e pegar itens, mas de resto achei um pouco demorado, aparecendo o que eu tinha que fazer apenas em momentos onde eu já estava próximo de fazer algo. De certa forma esse estilo de tutorial é ótimo, afinal de contas quem é que gosta de milhares de mensagens na tela? Mas para quem está com pressa pode ser um pouco frustrante.

Decidi então entrar no modo multiplayer do jogo, e fiquei surpreso ao achar jogadores completamente apaixonados, realmente falando muito bem e tudo mais, algo interessante já que nas reviews da steam estavam descendo o cacete, mas com aqueles caras foi diferente, e além disso eram muito dedicados a introduzir os jogos para novatos por sinal, logo foram me pegar onde eu estava e me levaram para a base deles. Vi que o multiplayer pode ser uma experiência fantástica e viciante para aqueles que tem tempo para investir.

No jogo você começa com alguns itens, entre ele um tipo de furadeira para extrair recursos, e então você tem que ir descobrindo novas receitas e criando itens. Mas como falei, existe um toque futurista na coisa, portanto aqui existem geradores de energia, veículos, e armas de fogo. Além disso o céu não é o limite, e você pode entrar em órbita, no caso dos caras que eu joguei o multiplayer, eles tinham uma base espacial, aquilo foi bem fantástico, de repente desceram e me levaram e quando menos esperei, olhei pra baixo e pude ver a curva da atmosfera do planeta, e as coisas bem pequenas lá em baixo, deu até um arrepio.

Os gráficos do jogo não são tão bons, mas isso não é pelos modelos 3D ou as texturas em si, mas pela falta de polidez, infelizmente existem muitíssimos bugs e você vê coisas como texturas demorando um bocado para surgir, modelos que aparecem repentinamente, e bugs horrorosos como andar de helicóptero como passageiro e ver um monte de erros na tela porque não foi configurado um lugar para por o personagem. Graças a esses inúmeros erros gráficos, ou você irá dar muitas gargalhadas com as coisas absurdas que acontecem, ou ficará com muita raiva de terem lançado o jogo nesse estado.

Mas o jogo em si pode gerar uma experiência bem divertida no multiplayer, mas isso dependerá do grupo. Vocês poderão fazer coisas incríveis em um mundo com biomas variados, criaturas bem hostis, e enormes possibilidades, podendo minerar e ir ao subsolo ou subir além do céu e pousar em asteroides. Da mesma maneira se houver pessoas suficientes, é possível fazer partidas entre equipes e jogarem uns contra os outros.

Enfim, StarForge é um jogo que vai depender completamente da sua boa vontade, um pouco mais de polidez seria o suficiente para torná-lo um jogo muito mais aproveitável para todos, mas devido a quantidade de bugs, certamente alguns jogos podem ficar frustrados. Esse é aquele tipo de jogo que normalmente ou você ama, ou você odeia. Quem se interessar pode dar uma conferida no site oficial.

Nenhum comentário: