Temporario



Jogos | Séries | Filmes | RPG e Tabuleiro | Animes | Creepypastas | Quadrinhos | Livros | Mapa do Blog | Sobre o Blog | Contato |

domingo, 3 de agosto de 2014

Unrest - Um RPG onde a palavra é o seu maior poder

Esse é um daqueles jogos que se iniciaram como projetos de crowdfunding e acabaram sendo um absoluto sucesso, pedindo inicialmente apenas três mil dólares para ser lançado, e alcançando mais de trinta e seis mil dólares no final. Ou seja, é o tipo de jogo que apresentou uma ideia fantástica, o público viu e se apaixonou imediatamente, querendo muito ver na prática o resultado final de algo tão diferente. E agora vou fazer aqui uma análise sobre como ficou Unrest.

A história se passa em uma versão alternativa da India antiga, na cidade estado de Bhimra, e nesse universo não apenas humanos existem, mas também criaturas exóticas, que interagem com a humanidade e compartilham de seus problemas. A cidade está em caos e o povo está furioso, tendo que ser acalmado pela realeza, que se preocupa cada vez mais com o rumo que isso pode levar.

A jogabilidade é a coisa mais atraente desse jogo, pois é um RPG com uma proposta diferente, sem combates e com foco total em conversas. Você controla vários personagens diferentes e vaga pelos vários ambientes da cidade, enquanto isso conversa com pessoas comuns de todos os tipos, para ver o que tem a dizer, suas preocupações e felicidades, e sempre com opções de respostas. Ao interagir com um personagem, as suas respostas podem levar a um evento em cadeia e tornar o rumo das coisas bem diferentes.

Quando você conversa com alguém, as respostas podem ser completamente diferentes, você pode tentar o lado pacífico, mas pode partir para a violência e conseguir o que quer na marra. Sendo que as coisas realmente andam e mudam, é você que decide como quer agir, e também procurar oportunidades, claro que o lado da violência pode agilizar algumas coisas, intimidar certas pessoas, e causar efeitos rápidos, mas também pode deixar pessoas revoltadas. Por outro lado o caminho pacífico pode fazer com que alguns se aproveitem da sua boa vontade e te prejudiquem com isso.

Infelizmente o jogo tem apenas opção de inglês como linguagem, o que com certeza é um grande diferencial, afinal de contas nem todo mundo domina a língua, e não há nem ao menos tradução para francês e espanhol, como costuma acontecer nos jogos com poucas línguas, mas que já abrem uma porta para uma enorme quantidade de novos jogadores. Ou seja, se você não falar inglês, é o tipo de jogo que não vale a pena jogar, pois não será divertido.

Graficamente eu vi algumas críticas um pouco pesadas, porém eu gostei bastante, achei simpático o estilo do jogo, apresentando uma visão isométrica com gráfico isométricos simpáticos, em uma paleta de cores meio apagada. A única coisa que não gostei muito foi a movimentação dos personagens, que não é muito natural quando se movem na diagonal, mas em geral o design dá um toque bem especial da India antiga.

Enfim, para quem ama RPG e domina a língua inglesa, tá aí uma ótima opção de jogo diferente que consegue manter o foco completamente na história. Se você não sabe inglês é um jogo que infelizmente você vai ter que deixar passar. Para quem se interessar pode dar uma conferida no site oficial da desenvolvedora de Unrest.

Nenhum comentário: