Temporario



Jogos | Séries | Filmes | RPG e Tabuleiro | Animes | Creepypastas | Quadrinhos | Livros | Mapa do Blog | Sobre o Blog | Contato |

terça-feira, 8 de julho de 2014

Shattered Planet - Um mortal simulador de biólogo

Eu sei muito bem que tem pessoas que olham com um certo temor para roguelikes e acabam nem testando por medo da dificuldade que um jogo do gênero tem, mas acredito que seja quase inevitável que a maioria dos jogadores acabe se apaixonando por boa parte de jogos desse gênero, isso porque em geral costumam ser muito divertidos e a sensação da perda magicamente acaba se tornando algo viciante e não frustrante, o que obviamente é um detalhes que precisa ser feito com cuidado. E hoje vou falar de um jogo do gênero e que certamente muitos irão gamar. Ò_Ò

Em Shattered Planet você assume o papel de um biólogo que é contratado pela União Galáctica e enviado para um misterioso planeta que se transforma constantemente, seu objetivo no lugar é explorar e coletar dado sobre a vida animal do lugar. Devido ao perigo oferecido, e os avanços tecnológicos, você usa seu código genético para criar clones e enviá-los, e assim quando um morre, você estará intacto, mas os dados estarão salvos.

Como podem ver, o jogo tem um toque biopunk em sua história, o que é bem legal, e também há um suporte constante da central do lugar para te avisar sobre acertas coisas. Infelizmente no fim das contas a história não é um dos pontos fortes do jogo e acaba servindo mesmo apenas como suporte para apresentar a situação, pois em pouco tempo você já pega tudo o que será passado, não existe grande evolução nesse quesito. Mesmo assim ao menos foi colocado algo interessante, afinal boa parte dos jogos que quer colocar foco na jogabilidade acaba criando histórias realmente superficiais, e esse não é o caso, embora seja usada de forma superficial.

A jogabilidade é de roguelike, mas também carrega o gênero de jogo tático em turnos, e uma das coisas admiráveis que achei é em como tudo é pego facilmente, eu mandei iniciar o jogo e não vi nenhum tutorial, até imaginei que tivesse algo, mas nada... No entanto ficou realmente algo bastante intuitivo e que logo percebi que era simples demais para ser entendido, algo que é de se bater palmas, especialmente porque existem jogos que tem tutoriais tão chatos, que me fazem ter vontade de desistir porque parece não acabar nunca. Isso só fica melhor ainda com a opção de idioma em português que vem no jogo.

Em toda partida você é colocado em um ambiente aleatório que deve explorar, sendo que a primeira vez que você jogar já vai ser colocado em um, e só deve andar, atacar criaturas, ou até mesmo tentar capturá-las para lutarem com você. Esse é um elemento que ficou muito legal, foi divertido na primeira partida achar um buraco e um texto dizendo que vejo uma criatura subindo, com a opção de atacar e alimentar, e assim quando alimentei eu tive uma bela surpresa ao ver que ele se uniu a mim para lutar.

Se você morrer, será levado para uma nave, lá você pode fazer algumas atualizações, e também equipar o seu personagem ou guardar itens para usar em outras partidas, lembrando que se você morrer, perderá tudo, portanto é preciso coletar itens, mas sempre que achar um portal e voltar para a base, terá que guardar se não quiser perder tudo depois.

Como disse, o combate é feito em turnos, e assim todo o cenário é dividido em quadrados e com uma visão isométrica, cada vez que você anda por eles, os monstros ao seu redor se movem também, sendo assim cada vez que você andar, um turno se passará, o mesmo vale para os ataques, dessa forma até mesmo estando parado, se você fizer uma ação, será contado como turno e inimigos que estiverem perto podem se aproximar enquanto você ataca outro.

Os gráficos são muito bonitos, apesar do visual dos personagens ser um pouco feio, o design deles e objetos em geral é bem simpático, assim como a interface do jogo que é surpreendentemente limpa e que assim fica bem intuitivo para qualquer um pegar as mecânicas do jogo de maneira bem fácil na hora que começar a jogar.

Enfim, se você estiver procurando um roguelike, essa pode ser uma ótima opção para passar o tempo, apesar de não haver elementos muito inovadores, o jogo consegue cumprir o seu dever quanto a diversão. Para quem se interessar pode dar uma conferida no site oficial de Shattered Planet.

Nenhum comentário: