Temporario



Jogos | Séries | Filmes | RPG e Tabuleiro | Animes | Creepypastas | Quadrinhos | Livros | Mapa do Blog | Sobre o Blog | Contato |

sexta-feira, 4 de julho de 2014

Magicians & Looters - Um metroidvania pra você viciar

Esse é um daqueles jogos que te faz ficar empolgado desde o início especialmente pela trilha sonora super agitada que dá um baita de um toque especial, mas logo demonstra que não apenas a música, mas também todo o estilo do jogo acaba sendo bem interessante e divertido. Magicians & Looters é um metroidvania em um universo medieval com muitos toques de humor e uma constante sensação de agitação, existe um toque um tanto antigo em sua arte, mas que deixa tudo muito belo e atraente.

A história se passa em uma torre de feitiçaria, onde um poderoso mago chamado Versimos dá aulas para alguns alunos, porém algo inesperado acontece e a torre é invadida, o mago é levado e o responsável por isso oferece ser o novo mestre dos alunos, a maioria aceita, mas quando um diz que o mago sequestrado é seu "Bro", todos vão para a prisão e assim são obrigados na marra a tomar uma atitude e todos partem em uma jornada para resgatar o antigo mestre.

Você controla três personagens, e a história vai se dividindo entre flashbacks e momentos aleatórios onde você controla cada um deles. Isso já dá um certo toque especial de imediato, pois cada um tem suas habilidades próprias e assim você sabe que vai jogar de uma maneira diferente na hora de mudar, claro que algumas pessoas pode se sentir um pouco incomodadas com a variação e prefeririam o clássico "Escolha seu personagem", mas eu gostei demais, tem sim o personagem que mais gosto, no entanto achei bem divertido assumir o controle de outros e ter que me adaptar.

O primeiro personagem é Vienna, que é muito mais ágil que os outros personagens e te faz se sentir realmente livre, correndo com velocidade, dando saltos imensos e entrando em combate corporal bastante agitado, além de poder rapidamente se lançar para trás e desviar facilmente de ataques.

Brent é o segundo personagem, ele já não é tão ágil, porém muito melhor equipado, carregando uma espada, que permite dar muito mais dano nos inimigos, e também com uma melhor forma de se defender, não esquivando, mas usando um escudo para bloquear qualquer ataque.

E por fim tem Nyn, que é meio que uma mistura entre os dois, empunhando duas espadas para causar um dano bastante devastador, e podendo rolar para evitar alguns ataques, naturalmente ela é a personagem que acaba sendo mais complicada de controlar, porém não chega a ser algo muito desafiador não.

O mundo apresentado é bastante interessante, há constantes diálogos e as coisas se mostram bastante surreais, é um universo medieval, mas existe um toque de humor seco peculiar. Isso se mostra na atitude dos personagens. Inicialmente eu pensava que era apenas a personagem Vienna que tinha uma atitude um tanto "Não estou nem aí pra nada...", porém não é isso, todos os personagens agem assim. Dessa forma eu me senti como se estivesse dentro de um verdadeiro sonho, onde as coisas acontecem de forma bem aleatória e apenas aceitamos o acontecimento como se fosse normal. Por exemplo quando os personagens estão na prisão, eles só falam "A cadeia é um saco, vamos embora daqui?" e então se teletransportam pra fora, ou no começo do jogo quando Vienna acha um personagem que fala que morrendo e sua resposta é "Nossa, que chato... Vou te deixar sozinho então.", são atitudes que lembram o clássico Dink Smallwood. Os próprios acontecimentos também são bastante surreais, como quando você entra em uma caverna e tem um gato que diz "Eu sou um gato falante. Miau!" e vai embora, pra logo depois aparecer a mensagem que você ganhou uma habilidade nova, de super pulo.

Assim como todo Metroidvania, você é colocado em ambientes onde é preciso explorar, terão diversos lugares que você vai ver e não poderá ter acesso de imediato, mas depois será livre para alcançá-los facilmente com alguma habilidade, assim como novos poderes e lojas onde poderão ser compradas coisas novas.

Quanto ao gráfico o jogo é bem interessante, particularmente achei bem feio o design dos personagens, todos parecem ter a cara torta, porém ao mesmo tempo achei bela demais a arte usada neles, é tão cheia de detalhes, e especialmente os quadros que aparecem quando os personagens falam parecem pinturas, ficou algo bem peculiar e que gostei muito, afinal de contas é estranho se achar algo feio mas ao mesmo tempo bastante especial.

Enfim, esse é um jogo muito gostoso de se jogar e que acho que vale bastante a pena dedicar um tempo, pois a diversão é garantida. Para quem se interessar pode dar uma conferida no site oficial do jogo.

Nenhum comentário: