Temporario



Jogos | Séries | Filmes | RPG e Tabuleiro | Animes | Creepypastas | Quadrinhos | Livros | Mapa do Blog | Sobre o Blog | Contato |

segunda-feira, 23 de junho de 2014

Dominion - Nessa série foram os anjos que deram fim ao mundo Ò_Ò!

Eu conheci de última hora, mas fiquei sabendo de imediato que era baseado no filme Legião, de 2010, o que me despertou a curiosidade de dar uma conferida. Não que eu tenha achado o filme fantástico, pra falar a verdade na época eu lembro que vi o trailer e achei aquilo tudo fantástico, mas quando terminei de assistir a sensação que tive foi meio que "É... Foi legal..." e nada assim de surpreendente, só mais um filme com efeitos especiais. Então está na hora de postar aqui o que achei dessa bagaceira. Ò_Ò!

Na trama, Deus desapareceu e os anjos ficaram sem saber o que fazer, e sem alguém para dar as ordens, e assim o Arcanjo Gabriel decidiu que iria concretizar a profecia sobre o final dos tempos, para uma nova era, e desce até a terra para destruir a humanidade, sendo seguido por uma legião de anjos menores que passaram a possuir pessoas de espírito fraco. A terra se torna um caos, mas nem todos os anjos são a favor disso, e assim o Arcanjo Miguel assume o outro lado, decidindo que lutará pela humanidade, e desce também. O caos continua, mas a humanidade acaba conseguindo sobreviver, porém as grandes cidades se tornam verdadeiras fortalezas, protegidas constantemente por forças militares e preparadas para ataques de anjos.

Eu tenho que assumir que esse seriado me surpreendeu, não é que eu ache Legião um filme tão bom assim, mas na hora que eu vejo que se terá uma adaptação de um filme pra série, ou de um super herói pra série, eu já penso o pior, mas acho que esse é um preconceito que devo perder, pois os tempos mudaram, por vejo bem isso quando olho para a série de Hannibal, que é extremamente estilosa de alto nível, e a série de Um drink no Inferno, que foi outra que conseguiu me divertir muito.

Ao contrário do que imaginei, essa não é uma série onde quase nunca se tem efeitos especiais ou os que tem são bem fracos. Eu pensava que sempre ia ter uma desculpinha para não mostrar coisas apresentadas no filme, ou simplesmente iriam fazer algo mal feito bem tosco mesmo, porém não, os efeitos são exatamente iguais aos mostrados no longa, com os anjos bizarros que pregam na parede, e ataques aéreos, isso já no começo do primeiro episódio, o que além de um alívio, foi também muito empolgante.

Só que nada me deixou mais feliz, do que ver que os caras se concentraram na trama, aqui não é apresentado apenas o cara fodão que sai por aí, mata anjos e pega a garota. Existe uma enorme quantidade de personagens, sendo que cada um tem a sua própria trama que muda bastante em relação aos outros. Nós vemos questões políticas, militares, religiosas, além de traição, desconfiança e claro a ação, que é o que eu imaginei que mais iria ter.

O universo apresentado ficou muito bom, enquanto o primeiro Legião se passava no presente, a série se passa um pouco mais no futuro, e agora com as coisas um tanto mais sombrias, a sensação de que quem sair da cidade vai morrer, os ataques repentinos de anjos, e as decisões políticas que podem afetar toda a população. Além de que foi estabelecido um novo padrão na sociedade, afinal de contas agora todos sabem que Deus existe, a religião virou algo realmente forte, assim como certas uniões entre "famílias" podem trazer benefícios, algo bem a moda dos tempos antigos mesmo.

Enfim, ta aí uma série que foi uma surpresa e aplaudo de pé, acabei de ver o primeiro episódio pensando "Caramba! Isso foi muito bom!", e recomendo demais, se você gosta de ficção científica, o clima passado nesse seriado é bem nesse estilo, embora sua essência seja mais para "fantasia", mas bom, agora confirma o trailer:

Um comentário:

GuIlHeRme disse...

Realmente parece ser legal a série, vou dar uma conferida... Já assisti o filme mas faz tanto tempo que não lembro de mais nada kkkk. Mas pelo que o Sky falou é impossível pra mim não comparar com "A Batalha do Apocalipse" de Eduardo Spohr (autor brasileiro). Na obra, ocorre também uma divisão entre os anjos, separando aqueles que buscam a destruição da raça humana, liderados pelo arcanjo Miguel, e os que nos defendem, entre esses estão o arcanjo Gabriel e o protagonista, Ablon um anjo caído. Além do conflito principal, Ablon enfrenta diversos outros no decorrer das eras mundanas, sendo que a obra é capaz de retratar varias civilizações e cidades da antiguidade de forma interessantíssima.
Pra quem gosta do universo que é mostrado em Legion e Dominion, e/ou curte história, vale muito a pena ler o livro. Além da "A Batalha do Apocalipse" Spohr já lançou outros dois livros da trilogia "Filhos do Éden" que é fundamentada no mesmo universo e conflito entre os anjos. Não há uma continuação direta entre ABA e Filhos do Éden mas quem ler ABA primeiro encontrará na trilogia diversos easter eggs e referências a obra anterior. Recomendo muito!!