Temporario



Jogos | Séries | Filmes | RPG e Tabuleiro | Animes | Creepypastas | Quadrinhos | Livros | Mapa do Blog | Sobre o Blog | Contato |

quarta-feira, 14 de maio de 2014

O primeiro passo para se tornar um super herói!

Você sempre quis se tornar um super herói, e acha que o primeiro passo para isso é ter um acidente com alguma coisa radioativa que te dará super poderes? ERRADO Ò_Ò! Esse é o primeiro passo para os super vilões, que querem apenas lucrar e se divertir, o primeiro passo para se tornar um super herói é se fuder assim:
Uahahahhaha, mas agora falando sério, apesar de tudo, acredito que o fato de alguns super heróis terem perdido os pais na infância é mera coincidência. É claro que é de se estranhar ver alguns dos mais populares terem esse destino, mas afinal de contas se você for parar pra pensar um pouco, existe uma quantidade tão gigantesca de super heróis, que fica simplesmente muito complicado não colocar nenhuma semelhança.

E se formos pensar por outro lado, é uma boa forma de se colocar os personagens para obterem certos sensos de justiça, ter sentido a dor para poder aplicar no seu dia a dia uma forma de pensar. Claro que pode ter rolado também uma inspiração, afinal de contas se o cara vai criar um super herói, não é algo assim absurdo ele dar uma olhada em outros e ver o que deu e o que não deu certo, até mesmo porque convenhamos, a forma de perder os pais dos personagens foi diferente.

Então em geral eu acho que esse tipo de coisa não é falta de originalidade como alguns gostam de acusar, mas puramente uma coincidência, ou uma cópia muito bem aplicada, já que modificaram o suficiente para ser diferente. Então eu acho até mesmo injusto falar esse tipo de coisa, porque heróis em geral são cópias uns dos outros mesmo, pois já pensaram se tivessem que limitar cada detalhe de cada personagem a ele? Seria bastante complicado, pois muitas coisas como usar capa e voar são bem padrões, isso sem contar com personagens que vem depois, tem semelhanças, e ainda assim conseguem ser muito melhores que personagens anteriores. Mas claro, isso é apenas uma opinião pessoal, e vocês, o que acham? Creem que é falta de originalidade o negócio dos pais mortos?

Nenhum comentário: