Temporario



Jogos | Séries | Filmes | RPG e Tabuleiro | Animes | Creepypastas | Quadrinhos | Livros | Mapa do Blog | Sobre o Blog | Contato |

sexta-feira, 4 de abril de 2014

Bardbarian - Você não vai conseguir parar de jogar isso!

Esse é um daqueles jogos que irá conseguir consumir muitas e muitas horas do seu tempo, porque a diversão é a um nível extremamente alto, isso graças ao vício que a mecânica do jogo é capaz de gerar e a sensação de que você está cada vez mais preparado para tentar mais uma vez. Trata-se de um jogo que embora seja bastante diferente, me lembrou muito Rogue Legacy, pela sensação de progresso constante, e frustração ao se perder, mas não o suficiente para irritar, mas apenas para te fazer querer tentar de novo, especialmente por saber que estará ainda mais forte na próxima partida.

A história te coloca no papel do bárbaro Brad, um guerreiro que mais um dia acorda com a sua aldeia sendo atacada, porém o mesmo está cansado da mesma chacina de cada dia e de ter que salvar o povo fatiando inimigos e ganhando experiência, por isso ele decide fazer algo diferente, e assim forja uma machado guitarra para usar a sua música e invocar aliados que lutarão por ele. E assim ele passa a usar essa habilidade pra destruir os inimigos.

A jogabilidade te coloca em um único cenário onde de um lado há uma floresta de onde estão saindo orcs, goblins e tudo quando é criatura do mal pronta pra invadir o outro lado do cenário, que é onde fica a sua vila, o seu objetivo basicamente é invocar aliados usando sua guitarra, os mesmos variam e há personagens como arqueiros, magos e outros tipos. Você deve andar pelo lugar e eles irão te acompanhar e atacar qualquer inimigo por perto, sendo que você pode invocar um determinado número de aliados de classes variadas e os mesmos vão subindo de nível e também recebem certas vantagens que você pode aplicar tocando sua guitarra.

Há um certo número de ondas, quando você ataca e destrói todos os inimigos de uma, logo surge a próxima, e isso vai sendo mostrado em um tipo de mapa que também traça o seu "caminho" e até onde conseguiu chegar. O jogo contém chefes e assim quando você passa por um certo número de ondas, irá chegar um onde terá que enfrentar um inimigo bem mais poderoso no meio de uma das ondas.

Ao se morrer, todo o ouro coletado pode ser usado para comprar novas atualizações, sendo assim o seu personagem cada vez fica mais forte quando você voltar. Existem três painéis de atualização, o da cidade, onde você coloca vantagens como por exemplo o bêbado que fica andando por aí e derramando cerveja no chão, fazendo com que inimigos que pisem em cima andem de forma mais lenta. O painel de personagem te permite colocar certas vantagens diretamente no herói, como poder invocar um número maior de aliados, aumentar a vida, a velocidade, etc. E por fim existe o painel de unidades invocadas, que você pode melhorar os personagens que mais usa e tornar assim o seu poder ainda mais mortal.

Na medida em que você vai atravessando o lugar, novas unidades vão sendo destravadas, cada vez mais poderosas e naturalmente mais mortais, no começo da partida você escolhe quais unidades deseja por e assim pode invocar até três tipos, sendo que dependendo da forma que tiver gasto os seus pontos, poderá chamar aliados repetidos.

Os gráficos do jogo são muito simpáticos, lembra um bocado um desenho animado, e carrega aquela essência de jogo indie, é o tipo de jogo que chama a atenção pelo visual já de primeira. No entanto achei um tanto pesado pra um jogo 2D, as telas de loading demoram muito mais do que eu acho que deveriam, até mesmo para ir a menus e embora não seja um tempo exagerado, é o suficiente para se causar um incômodo.

Enfim, fica aí a dica de jogo muito viciante e que sei que vocês vão gostar muito e jogar por um bom tempo sempre querendo ficar mais forte. Recomendo demais, para quem se interessar pode dar uma conferida no site oficial do jogo.

Nenhum comentário: