Temporario



Jogos | Séries | Filmes | RPG e Tabuleiro | Animes | Creepypastas | Quadrinhos | Livros | Mapa do Blog | Sobre o Blog | Contato |

sexta-feira, 28 de março de 2014

Quest of Dungeons - Um jogo brasileiro muito viciante!

De vez em quando tenho que falar de algum jogo feito em nosso país, não é mesmo? Mas o legal é quando esse jogo é espetacular e capaz de roubar horas de uma pessoa, porque é tão divertido que nem se vê o tempo passar. Estou falando de Quest of Dungeons, um jogo muito bem humorado, visualmente lindo, e o principal, divertido pra caramba!

A história apresenta um senhor das trevas que pegou toda a luz e roubou, no entanto quatro bravos heróis decidem que irão recuperá-la, sendo você é um deles. Porém quando se reúnem, decidem que a melhor ideia é se separar e mandam você ir sozinho fazer a tarefa, e é exatamente o que você faz, tendo que atravessar um caminho cheio de perigos em direção a esse grande mal.

Como vocês podem ver, o jogo tem um baita de um clima bem humorado e que acabou por ser algo de ótimo gosto. Infelizmente não existe suporte ao nosso idioma, o que é um pouco estranho, já que o jogo é brasileiro, porém em geral as coisas são completamente intuitivas, a história é muito básica, então mesmo que a pessoa não saiba absolutamente nada de inglês, dá para se ter uma noção facilmente apenas olhando as apresentações.

Os controles podem frustrar no começo, porque normalmente você espera que um jogo assim seja todo controlado pelo teclado, mas é necessário usar o mouse para atacar, isso porque você tem que clicar nos inimigos, sendo assim acaba sendo um pouco estranho no início, pra vocês terem uma ideia exata do que estou falando, apesar de eu estar usando o teclado, eu senti como se estivesse usando um joystick pra andar e um mouse pra atacar, essa sensação provavelmente veio devido ao visual retro do jogo, em que você anda em um cenário que é dividido por "quadrados", ou seja a cada passo você anda pra um quadrado diferente, sendo assim usar um mouse em um cenário desse gênero acaba por ser estranho.

Por outro lado se você usar apenas o mouse, o jogo fica realmente confortável e bastante agradável de se jogar, é possível se fazer tudo por ele, já que todos os menus estão acessíveis na tela, e o personagem, levando em conta que a jogabilidade é relativamente simples e intuitiva, realmente é algo que você pega o costume de usar de forma bem rápida.

Os gráficos usam o estilo pixelizados e ficaram espetaculares, realmente esse é aquele tipo de jogo que você vê as screenshots e te dá vontade de jogar, porque é notável que pra um visual tão maravilhoso, a jogabilidade deve ser incrível também, e realmente é.

A jogabilidade é a de um dungeon crawler e roguelike, então você tem que entrar no lugar e sair matando todo mundo, ganhando experiência e aprendendo novas habilidades, além é claro, de pegar tesouros que você pode usar ou vender, e com as moedas de ouro coletada ou conseguida em negociações com os comerciantes que ficam espalhados pelo lugar, você pode também comprar novos itens.

O jogo usa um estilo em turnos, apesar de você poder andar loucamente por aí, se você parar de se movimentar, imediatamente os inimigos também vão parar, por isso cada passo que você der, é um turno, e o mesmo vale para outras ações, como atacar. Sendo assim você pode ser do tipo de jogador que vai direto ao ponto no meio da pancadaria, mas se quiser, pode também ir com calma, escolher bem a ação que fará depois e quantos blocos irá andar para fazer algo.

Enfim, Quest of Dungeons é um jogo fantástico, viciante demais e que certamente você irá gostar muito, eu recomendo definitivamente, ainda mais sendo um jogo nacional que conseguiu chegar à steam, esse é o tipo de coisas que temos que apoiar e bater palmas, para quem se interessar pode dar uma conferida na página de venda na steam.


Nenhum comentário: