Temporario



Jogos | Séries | Filmes | RPG e Tabuleiro | Animes | Creepypastas | Quadrinhos | Livros | Mapa do Blog | Sobre o Blog | Contato |

quarta-feira, 26 de março de 2014

Ku: Shroud of the Morrigan - Jogo irlandês futuristíco

Esse é um jogo de um estúdio independente irlandês chamado bitSmith Games, inicialmente Ku: Shroud of the Morrigan foi lançado para dispositivos móveis e logo saiu versão para PC e MAC, e no caso a versão que vou analisar é exatamente essa que saiu na steam. Como vocês podem ver, quando colocado no português, o jogo pode gerar um baita trocadilho infame, mas fazer o que né? Os caras são irlandeses, qualquer jogo deve gerar algum trocadilho em algum idioma.

A história tem como base a mitologia céltica e se passa no futuro, no caso o plano de fundo é a Irlanda, que está devastada devido a economia do país que entrou em caos, sendo assim o ambiente apresentado é pós apocalíptico já que para completar o caos, houve também uma devastadora guerra. Os humanos passam a usar o que restou da tecnologia para sobreviver, porém quando isso começa a falhar na vila onde o protagonista mora, o pânico começa. Você assume o controle de um garoto chamado Ku e o mesmo deve partir em uma jornada. É inevitável lembrar da trama do primeiro Fallout.

A jogabilidade te coloca em um jogo de aventura com certos quebra cabeças para resolver, isso pode divertir muita gente, já que apesar de ser no futuro, tem um baita climinha medieval com você usando espada e tal, afinal apesar da tecnologia avançada, o mundo acabou, então as coisas são limitadas. Você ainda conta com poderes para te auxiliar e assim você pode levitar certos objetos e levá-los aos lugares certos. Quanto a pancadaria, é bastante rápida, com você podendo rolar para desviar de ataques, e dar sequencias se tiver mais de um inimigo, podendo bater em um, passar pra outro e então voltar pro primeiro, fazendo assim um combo.

Apesar de tudo o jogo tem muitos bugs, eu não sei como ficou a versão para iOS, mas ao menos a versão da steam ficou com uma quantidade enorme de bug que diversas vezes me causou muitos problemas, como por exemplo não poder continuar jogando porque o personagem ficou preso em um lugar que não deveria dar pra ir, ou até mesmo passar de estágio conseguindo sair do mapa e atingindo a extremidade dele onde nem gráficos tinham mais.

O visual do jogo é interessante e assume um estilo que os criadores nomearam de Celtic-Punk, misturando cultura celta com um futuro devastado. Uma ideia bastante interessante por sinal, eu não lembro de já ter visto algo parecido em outro jogo. Os gráficos são em 2D, mas são muito bem trabalhados, realmente tem um toque artístico especial que consegue chamar a atenção em suas screenshots.

Enfim, esse é um jogo que realmente acaba dividindo público, ele pode ser bastante divertido para alguns, mas sei bem que não é algo que todos vão acabar usufruindo, portanto somente jogando para saber. Se você achou interessante pode dar uma conferida no site oficial do jogo.

Nenhum comentário: