Temporario



Jogos | Séries | Filmes | RPG e Tabuleiro | Animes | Creepypastas | Quadrinhos | Livros | Mapa do Blog | Sobre o Blog | Contato |

quarta-feira, 26 de fevereiro de 2014

Disciples 3: Reincarnation - Um belo jogo híbrido viciante!

No ano de 1999 foi lançado o primeiro jogo da franquia Disciples, que ganhou uma continuação três anos depois e então somente no ano de 2010 deu as caras de novo com o terceiro jogo da franquia, nomeado de Disciples III: Renaissance, que por sua vez ganhou uma versão "revistada" em 2014, nomeada de Disciples 3: Reincarnation, que é o jogo que irei falar sobre hoje!

A história do jogo se passa em um tempo de guerra em um reino mágico chamado Nevendaar, onde há a presença de três deuses que reúnem inúmeros discípulos para segui-los, esses são compostos por três raças que tem suas próprias causas e objetivos. A trama se passa quando surge um anjo de um deus superior e esse tenta colocar ordem gerar uma harmonia.

Acho que é muito difícil não acabar lembrando de Warcraft 3 quando se vê a história de Disciples, essa ideia de três raças em meio a uma pancadaria já foi usada antes e inclusive a ideia de três campanhas, uma para cada também. No entanto isso não tira o mérito de Disciples de forma alguma, afinal convenhamos que semelhanças em jogos são coisas frequentes, e nem sempre quer dizer que algo é bom ou ruim por isso, até mesmo porque no fim das contas a jogabilidade, embora semelhante, também tem seu estilo próprio.

As raças apresentadas são os demônios, os elfos e os humanos. Cada ma das raças tem um visual completamente diferente, e elementos próprios. Naturalmente as campanhas de cada também são com objetivos próprios, graças a isso é natural que surjam raças favoritas para os jogadores que experimentam, e os mesmos também desenvolvem formas próprias de se jogar com os elementos disponíveis para a raça.

O jogo apresenta uma jogabilidade híbrida, misturando jogo de estratégia em turno, com elementos de RPG. Você é colocado em um ambiente que simula parte do reino e deve explorá-lo, missões vão surgindo enquanto você anda pelo lugar, e se entrar em um combate, a tela irá mudar, para onde você irá lutar contra os inimigos também em forma de turno.

Esse é um jogo bastante complexo e que acho obrigatório fazer o tutorial, quando tentei jogar a primeira vez, eu fui direto para o multiplayer e o resultado foi que meu amigo e eu não entendemos nada, por isso acabei indo fazer o tutorial para entender melhor, já que simplesmente acaba sendo muito desgastante ter que aprender tudo apenas mexendo nas opções e tentando adivinhar.

Você tem um herói inicial, e um grupo que o acompanha, sendo que os personagens evoluem, e você vai colocando habilidades novas neles de acordo com o nível que estiverem. Também é possível comprar, achar ou saquear itens novos que melhoram as habilidades dos personagens quando você os equipa.

O jogo é todo baseado em turnos, sendo assim você tem um certo número de pontos de movimentos e quando eles terminam, é preciso dar fim ao turno, o mesmo acontece durante os combates, sendo que neles você tem como padrão dois pontos de movimento pelo cenário e um para dar ataques ou fazer ações como curar.

Quando você está no mapa aberto para explorar, existe uma bela variedades de coisas pelo cenário e missões que você pode encontrar, por exemplo você pode passar por uma ruína e decidir explorá-la atrás de tesouros, ou pode de repente surgir alguém correndo e pedindo por ajuda, dizendo que foi atacado.

Também é preciso se construir coisas no mundo, quando você está na sua capital, você precisa por exemplo criar uma torre de magia para poder desenvolver estudos em cima de certos feitiços que poderão ser usados depois enquanto você joga. O mesmo ocorre para áreas de cura, onde poderá ressuscitar personagens mortos, ou simplesmente curar as feridas. Você também deve achar áreas pelo mapa que deve assumir o controle para ganhar bônus de certas terras.

Quanto às unidades, você pode contratar novos grupos de heróis, e os mesmos também ganham experiência para ficarem melhores e irem em missões por você, e o legal é que você ainda pode atualizá-los depois, e assim ir treinando tropas para colocar ao seu favor.

Os gráficos são muito bem detalhados e direto eu acabei parando para olhar melhor o quanto foi bem trabalhado certos aspectos como o reflexo de uma torre gigantesca na água, ou as flores nos campos, realmente ficou algo bem legal e é ainda mais destacado quando você clica pra equipar um personagem, ou durante os combates, já que existe uma opção para deixá-los "cinematográficos" e a câmera muda para posições bem interessantes durante os ataques.

O modo multiplayer é muito legal e te coloca pra jogar contra os seus amigos, porém adiciona um marcador de tempo, sendo assim você tem que agir rápido e gastar os seus pontos para fazer o que quiser imediatamente, além disso se você atacar um personagem do seu amigo, ou vice a versa, imediatamente as duas telas mudam pro modo de combate e vocês podem jogar e mover os seus personagens da forma que bem entenderem, dando a sensação de se estar em um verdadeiro jogo de tabuleiro online.

Enfim, Disciples 3: Reincarnation é um ótimo jogo, bastante complexo e que vai fazer os fãs de estratégia se apaixonarem, ainda mais aqueles que gostam de jogos de turno online, esses irão adorar mesmo! Para quem se interessar, pode dar uma conferida na página dele na steam.

2 comentários:

rmldfilhu disse...

vc ja viu o anime cowboy bebop sky?

Skywalkerpg disse...

O conheço, mas realmente nunca me interessei muito, pra falar a verdade acho que já até o assisti uns anos atrás... Mas sei que é bastante elogiado e tals. '-'