Temporario



Jogos | Séries | Filmes | RPG e Tabuleiro | Animes | Creepypastas | Quadrinhos | Livros | Mapa do Blog | Sobre o Blog | Contato |

domingo, 10 de novembro de 2013

Poöf vs the Cursed Kitty - Um jogo muito sem noção!

Existem alguns jogos que você pensa "Nossa, a equipe fumou a marijuana da aventura para ter essa ideia!" e definitivamente esse é o caso de Poöf vs the Cursed Kitty, que já começa sendo uma loucura pelo próprio nome, afinal como assim Poöf  (Um cachorrinho simpático e fofo) contra um gatinho amaldiçoado? Afinal de contas maldição é algo que normalmente está ligado a histórias mais pesadas. Hahaha.

A história apresenta o cachorrinho Poöf, que recebe um gatinho e aceita, no entanto o que ele não sabia é que o gato é tão fofo que tem uma maldição, ele causa uma inveja incontrolável em legiões de monstros horrendos! Fazendo com que todos vão em sua direção para matá-lo. Agora Poöf tem que proteger o gatinho a todo custo.


Esse jogo é extremamente viciante, cada fase você tem uma horda diferente e uma certa quantidade de objetivos para cumprir antes de liberar a fase seguinte. Sendo que cada vez que você mata inimigos, você ganha experiência e uma barrinha vai enchendo até você finalmente destravar um bonus novo para poder usar nas aventuras seguintes.

As habilidades variam bastante, sendo algumas ativas e outras passivas, assim como há habilidades comuns, como dar um ataque forte pra baixo ou lançar uma faca, e outras completamente sem noção, como cagar no chão pros inimigos pisarem e ficarem mais lentos na merda. Hahahaha.

O jogo tem fortes influencias de outras obras, como Mario, já que o ataque padrão é feito saltando na cabeça dos monstros, e Orcs Must Die, já que ele tem a mesma essência, você tem que defender um objetivo de hordas de inimigos e pode instalar defesas em certos lugares, para atrasar ou atacar inimigos.

Enfim, a única coisa que me deixa triste em relação a esse jogo é o fato de não ter multiplayer, eu realmente iria adorar jogar esse jogo com alguém, certamente geraria belas gargalhadas. Quem se interessar pode conferir ele na steam.

Nenhum comentário: