Temporario



Jogos | Séries | Filmes | RPG e Tabuleiro | Animes | Creepypastas | Quadrinhos | Livros | Mapa do Blog | Sobre o Blog | Contato |

segunda-feira, 16 de setembro de 2013

The King of Fighters XIII - Para fãs de pancadaria Ò_Ò!

Sem sombra de dúvidas The King of Fighters é uma franquia que se destaca quando a questão é a mecânica de jogo. Isso porque pra começo de conversa nasceu da SNK, que sempre se destacaram em jogos do gênero, depois porque é uma franquia que foi recebendo aperfeiçoamento por anos seguidos.

O primeiro jogo da franquia The King of Fighters foi lançado em 1994 para fliperama com o objetivo de apresentar um jogo de luta que juntasse diversos personagens da SNK, e isso fez tanto sucesso que se tornou uma franquia anual carregando no título o ano em que foi lançado, ao menos foi o que aconteceu até o The King of Fighters 2003. No ano seguinte simplesmente não saiu um novo jogo, mesmo assim é um bocado assustador ver um jogo que ficou sendo lançado por uma década seguida, não acham? Já no ano de 2005 as coisas mudaram e a SNK voltou com o The King of Fighters XI, provavelmente o título mudou por dois motivos, não precisar mais lançar anualmente e não ficar um "buraco" na versão do ano de 2004.

Esse é um daqueles jogos que eu sempre vi como um jogo para pessoas apaixonadas por jogos de luta, isso porque nos anos 90 eu sempre achei um tanto estiloso ver os garotos jogando nas locadoras que eu frequentava, apesar de eu nunca ter sido bom nele porque realmente eu não tinha capacidade de acompanhar a habilidade dos caras, eu sempre o vi como um jogo um tanto luxuoso. Isso começando pelo visual, existe algo de tão único em TKOF, o design em que os personagens são desenhados faz com que eles fiquem muito com uma cara própria, e olha que tem vários jogos por aí que adotam um visual anime, mas essa franquia em especial tem um toque que me agrada muito. Depois, esse é um dos jogos que eu via que não bastava apertar botões para ganhar que era praticamente o que eu fazia na época, os fãs eram realmente dedicados e aconteciam partidas bonitas de se ver.

The King of Fighters XIII foi o primeiro que eu peguei mesmo para dar uma olhada mais ampla, porém com uma baita de uma preocupação, isso porque sei muito bem o tipo de fã que esse jogo tem e como eles em geral são dedicados. O jogo foi lançado em 2010, originalmente para arcades, um ano depois saiu para consoles, só que eu só o testei em 2013 com o lançamento da versão steam.

Naturalmente esse é um jogo muito mais polido do que os anteriores, fiquei impressionado com a qualidade gráfica, até então eu só lembrava das versões de video games da era 16-bits e 32-bits, portanto ver a forma lindíssima dos personagens se movimentarem mesmo sendo um jogo 2D me encantou de imediato, desconfio inclusive que tenham sido feito em cell shader e depois convertido para 2D através da captura de imagens, porque o negócio realmente é impressionante.

Para minha sorte esse é um jogo que vem com um belo de um tutorial que só me fez ficar mais encantado com jogadores que se dedicam, porque caramba realmente o negócio é um baita de um treinamento, existem cada movimentos que devem ser feitos na hora certa, que eu só fiquei impressionado enquanto ia aprendendo uahahaha.

Mas certamente para quem usa steam o que realmente acaba divertindo é o modo online, como o jogo permite usar controle, isso acaba sendo um baita de um alívio já que facilita um bocado. Também é possível personalizar seu personagem com cores, podendo se modificar uma quantidade enorme de partes dos personagens e assim se tornar único, dessa forma você poderá ver pessoas com um estilo prório enquanto joga online. Enfim, para fãs de luta esse é o tipo de jogo que sem dúvidas não pode faltar na lista. fica aí a recomendação. Confira também a análise com foco no modo online do jogo.

5 comentários:

Etinex'Nay disse...

Infelizmente se tem um jogo que nunca consegui ser nem nível "sabe jogar" é KOF. Pqp, lembro que no GGPO se os caras sabiam jogar um pouquinho que seja eu já tomava pau, é realmente muito rápido essa desgraça e quando os caras sabem mesmo jogar, fica quase impossível sair das blockstrings. Teria que praticar umas 5 horas por dia (igual eu fiz com Tekken durante uns 3 meses kkkk) pra conseguir aprender gostosinho. Não comprei na Steam por isso, hoje já não tenho mais tempo pra me dedicar a um jogo que exige tanto quanto KOF. Mas o XIII é realmente fantástico, as mecânicas tradicionais ficaram muito boas nele, além do visual e da velocidade. Ficou sendo meu favorito depois do 98 =D

Rian disse...

KoF é foda , velhos tempos , mas essas versões novas... como sempre aquela coisa, antigamente era melhor

Bruno Arce disse...

sky você mencinou o modo online no artigo então significa o testou certo?eu queria saber se o modo tá ok já que nos consoles a critica foi pesada quanto a o modo online dizendo que era impossivel jogar nesse modo

Skywalkerpg disse...

Olha cara eu não sou profissional em jogos de luta mas pelo o que eu vi é normal, mas a parte de "achar alguém" ficou um tempão e nada, mas quando eu criei, foi na hora pra aparecer alguém e a partida foi tranquila, eu não achei nenhuma complicação não, mas como falei eu não sou do tipo "jogador de jogos de luta" por isso pode ser que tenha algo que incomode que eu achei normal, portanto só jogando pra saber mesmo porque fora a parte de achar alguém, sem ser eu criando, ta bem tranquilo

gabriel kanitz disse...

King of Fighters é foda!!! Melhor série de luta de todos os tempos, mesmo com alguns jogos de qualidade duvidosa (Maximum Impact, estou olhando pra você), mas nada que me fizesse deixar de gostar da série.
Mas, sobre o XIII, ainda não joguei esse, mas quero comprar o mais rápido possível para o meu PS3 que acabei de comprar.
KOF>>>MvC>>>MK>>>SSB>>>ST>>>Tekken>>>Resto.