O sétimo selo - Um filme para se refletir sobre a vida

Esse é um filme sueco clássico do ano de 1956 do super aclamado diretor Ingmar Bergman e que eu estava enrolando para assistir há anos, porém chegou a hora e finalmente resolvi dar uma conferida e hoje vou postar aqui uma análise sobre o que achei.


Bom, a história do filme se passa na era medieval durante o período da peste negra e apresenta um cavaleiro que recebe a visita da morte em pessoa que irá levá-lo para o outro lado, no entanto ele não se sente pronto ainda e a desafia para uma partida de xadrez, sendo que se ele ganhar, viverá e se perder a morte pode levá-lo. E assim o tempo vai passando e a partida se estendendo cada vez mais.

O filme mostra vários personagens e no começo pode ser um pouco confuso pois muda o tempo todo de foco, apresentando constantemente novas situações com personagens diferentes, mas logo começa a fazer sentido quando as histórias vão se ligando e tornando-se uma só.

O filme é bastante intenso e é daquele tipo que você tem que estar no clima certo para assistir, ele é aquele tipo de filme belo, feito para ser algo bem artístico e no caso embora seja mostrado constantemente a morte no cenário apresentado, o tema não é a morte, mas sim a beleza da vida e em pequenos acontecimentos e citações você percebe o quanto o cara estava inspirado.

Tem muitas coisas também que não tenho certeza se eram reais ou apenas simbólicas, talvez elementos psicológicos, não sei... Como por exemplo o próprio jogo de xadrez entre o cavaleiro e a morte. Apesar de um outro personagem também ver a morte em um momento do filme, esse mesmo personagem viu Santa Maria sorrindo pra ele e carregando seu filho, mas ambas as cenas podem ser colocadas como simbólicas como por exemplo "Vi a beleza que é ter um filho em tempos com tanto sofrimento" e "Vi que o cavaleiro estava com a peste negra e se ficássemos com ele, também morreríamos.". É algo bastante interessante se for parar pra pensar.

Enfim, o filme é realmente bem bolado e tem muitos elementos fascinantes, porém achei cansativo pra caramba de assistir, é uma obra bastante parada e que me senti entediado na maioria do tempo. Mas as cenas finais dá uma melhorada considerável no quesito "agitação". O filme em si é fantástico, mas não o recomendo para qualquer pessoa pois pode ser um verdadeiro saco assistir até o fim se você prefere algo mais agitado.

Comentários

Esse é um daqueles filmes que valeria uma refilmagem com os recursos cinematográficos atuais, apesar de ser difícil superar a genialidade do diretor. Ótima análise!!
Yan disse…
Rapaz eu nem acreditei quando tava descendo o blog e vi a imagem, reconheci na hora e olhei pro título da matéria HAUHAUHAUHAUAHUAHUA

Bem esse é meu filme favorito fiquei muito feliz de você ter colocado ele aqui. '-'