Beyond Good & Evil - Um jogo injustiçado!

Hoje falarei sobre um jogo de 2003 que durante muito tempo ficou na minha lista de "Jogos para nunca jogar na vida" kkkk, isso porque eu tinha uma visão equivocada dele, e acredito que muita gente também a tenha.

História

Jade é uma jovem que vive em um farol, que é também um orfanato. Várias crianças estão sobre os seus cuidados e do seu tio Pey, porém o planeta onde vivem, é constantemente atacado por criaturas conhecidas como DomZ. Tais criaturas caem do espaço e destroem tudo que está à frente, portanto todas as estruturas da cidade são protegidas por campos de força que são ativados sempre que um ataque ocorre.

Certo dia um ataque ocorre e Jade, ao ativar o escudo, descobre que eles não tem créditos o suficiente de energia elétrica para manter o escudo ligado, e acaba tendo que enfrentar DomZ em um combate direto, para proteger as crianças. Sem opção, Jade acaba aceitando o emprego para tirar fotos de criaturas do planeta, mas logo ela acaba se envolvendo no meio de uma conspiração que envolve a todos do planeta, e é contratada por um grupo rebelde para tirar fotos de provas contra a Seção Alpha, que diz proteger o povo do planeta, porém não é exatamente isso que ela faz...



Sobre o jogo

Logo de cara, tomei um belo de um susto com esse jogo, não era nada do que eu imaginava. Eu pensava que era só mais um joguinho de fase, onde você controlava uma garotinha pra tirar fotos dos caras mals sem combate nenhum e no final da fase você passava se tivesse todas as fotos certas... Nossa, eu estava completamente errado!

O jogo é uma mistura de três jogos que eu adoro! Twinsen's Odyssey, Kingdom Hearts e Half Life 2. Sei que muitos aqui devem estar surpresos ao ler isso também uahahaha, mas bom, vou explicar o motivo de eu falar isso.
Digo que o jogo é parecido com Twinsen's Odyssey porque realmente o visual é extremamente parecido, ele é o jogo mais próximo que eu já vi, daquele visualzinho marcante que Twinsen's tem. É uma space opera, há várias raças misturadas, ou seja, humanos não são as únicas que existem, também temos bodes, javalis, rinocerontes, entre outras raças andando pelas cidades como humanos, todos vestidos com roupas e tal, além disso o estilo das casas, do lugar, de tudo lembra muito, o visual dos veículos um pouco mais "fofos" do que é em jogos normalmente.

Lembro quando subi no farol do jogo a primeira vez e vi o horizonte, aquela sombra fazendo a silhueta de estruturas bem distante, nossa na hora eu pensei "Caracas, é a primeira vez que eu vejo um jogo que me lembra Twinsen's Odyssey".

Quanto a Kingdom Hearts, eu acredito que esse seja o jogo de PC mais próximo do estilo de Kingdom Hearts que exista, a jogabilidade dele é realmente parecida, o jogo não é de fase, é um mundo que você vai explorando os lugares, abrindo passagens novas, conversando com as pessoas, e em certos lugares há coisas para se descobrir, você tem o seu inventário, tem um aliado que te segue e luta junto com você, você não pode fazer atualizações nos personagens, em compensação, pode fazer isso nos veículos que tem. Então assim como Kingdom Hearts, é um jogo com vários elementos de RPG.

E Half Life 2, ele me lembra porque sinceramente, acho que os caras da Valve só podem ter jogado Beyond Good & Evil e viciado, porque há todo esse negócio de conspiração, pessoas que se submetem a alienígenas, gente que é levada pra experiências, você como membro de um grupo rebelde que tenta libertar as pessoas daquilo... Além disso, dá uma olhada no visual da Jade, comparada ao da Alyx Vance do Half Life 2
Nada parecidas né? E tem mais, lembram que no Half Life 2 tem aquele veículo que o Gordon usa por um bom tempo que anda na água e às vezes tem que parar pra entrar em um lugar e abrir caminho, depois voltar pra ele, e faz uma verdadeira viajem? Pois é, no Beyond Good & Evil tem um igual, mas não só isso, você faz a mesma coisa em certa parte, vai viajando e às vezes tem que fazer uma parada, entrar no lugar e abrir caminho pra poder prosseguir! Portanto eu achei mesmo que lembra Half Life 2 e acredito que os caras da Valve se basearam nele.

Bom, mas agora vamos falar do jogo em si, os gráficos são bem legais, cheios de pequenos detalhes, o que me atrai muito. Há várias criaturas pelo mundo, desde minúsculas, até as gigantescas, e você manuseando a máquina fotográfica sempre, consegue admirar muito mais, olhar para o horizonte e dar um zoom com a câmera, faz você ver detalhes incríveis, naves passando para todos os lados, criaturas voadoras, baleias, entre outras coisas.

Existe dia e noite no jogo, e tirar fotos das criaturas que estão pelo mundo se torna muito agradável, você é pago por elas, portanto às vezes tem que se tirar elas em momentos de perigo, ou seja, é comum começar um combate, e você sacar a câmera bem na hora, deixar o foco correto e tirar a foto daquele monstrengo dando um pulo em cima de você, ou atacando seu companheiro.

O jogo não é apenas tirar fotos, você tem que se infiltrar em lugares e pode fazer isso discretamente, ou entrar descendo a porrada, que aliás, tem combates muito emocionantes, a personagem dá várias piruetas, giros e outras acrobacias durante o combate, e você pode combinar ataques pedindo, por exemplo, para seu companheiro bater com a marreta dele no chão, fazendo os inimigos voarem, e nesse meio período, usar seu bastão para bater neles, arremessando longe.

Uma coisa muito estilosa nisso é que dá uma parada em câmera lenta pra você mirar onde o inimigo será arremessado, e dá aquela sensação de "Nossa esse momento é importante". E tudo isso acompanhado por música eletrônica, deixando ainda mais emocionante o momento, existem chefes enormes e momentos únicos, por exemplo, às vezes você está a céu aberto e do nada ocorre um ataque de DomZ, e você começa a pancadaria ali mesmo com um dragão gigantesco, os escudos tampando tudo e você tendo que aguentar.

E a música eletrônica acompanhada de uma orquestra que faz dar arrepios. Tem um momento no jogo, que você está na lua e começa um ataque de dezenas de naves, você sozinho tem que enfrentar, desviar dos tiros e aguentar firme, e então do nada chegam reforços, e o que antes era apenas você contra vários, se torna uma verdadeira batalha espacial, é muito empolgante mesmo!

O mundo do jogo é cheio de lugares para ir, e cada um com um climinha bem legal, por exemplo tem o mercado negro, onde você pode comprar peças proibidas para seu veículo e tunar ele, lá são comercializadas pérolas, que são usadas, mas também proibidas... Esse mercado, tem todo um estilo "Regae" com música passando e cores vermelha, amarela e verde.

Existe a pista de corrida do jogo, que você pode participar para ganhar um dinheiro extra, e realmente é divertido, o narrador então, é muito hilário! Por exemplo, quando você entra a primeira vez, ele fala "Vai ser uma corrida infernal!!! Sangue!!! Tripas!!! E muita diversão para toda a família!!!" uahahahaha, e pouco antes da corrida ele fala algo do tipo "Os fracassados e os medrosos tem três segundos ainda para desistir, dar o fora daqui e voltar com a mamãe!" e aí na corrida é um daqueles rocks que o cara parece uma verdadeira galinha do inferno cantando kkkkkkk.

Há também estabelecimentos comerciais, onde você pode comprar equipamento para arrumar seu veículo enquanto está andando nele, pérolas, detectores de certos itens, comida, e etc... Também há mini jogos que você pode fazer e se divertir bastante. Você pode fazer assinatura de dois jornais disponíveis, e receber as atualizações, há detalhes espalhados pelo mundo todo, por exemplo no bar, você pode ver passando em um telão o resultado das últimas corridas e o record de cada participante, no jornal, você pode ver fotos que foram tiradas por você e mandadas pra lá.

A cidade lembra muuuuuuuito a cidade de "O quinto elemento" ou seja, é cheia de carros voadores, super telões com coisas passando, neon, e várias coisas futurísticas. E você pode meter bala nos outros veículos, mas pode tomar uma multa por fazer isso. Se você curte aquelas ficções científicas com universos bem loucos, certamente vai adorar esse, pois é um verdadeiro Space Opera.

Missões opcionais para quem quiser explorar mais o mundo, e em missões, você realmente se sente um agente fazendo um serviço sigiloso, por exemplo, se você pode tirar fotos de um código de barras e enviar para a equipe e pedir para que decodifiquem, e então eles enviam mais tarde o código, ou às vezes na hora, e então você pode utilizá-lo e atravessar.

Enfim

Esse é um jogo de aventura, que você realmente vê as coisas evoluindo de forma linda *-*, para os fãs do gênero, esse realmente não pode ficar de fora! É uma história bem suave mas bem gostosa de se ver, o jogo deve ter umas 12 horas apenas e passam muito rapidamente. Vale a pena dar uma conferida no site da G2A pra ver o preço que está lá, pois eles costumam vender keys da uplay/steam por um valor bem mais barato que na própria uplay/steam e ainda aceitam boleto bancário, lá o jogo está a venda para três plataformas, steam/uplay/GOG. Dê uma conferida no preço que tá lá, clicando aqui.


Twittem aí para seus amigos pessoal =D

Comentários

Zerei esse jogo e posso dizer que foi um dos melhores que joguei no PS2.
Einex'Nay disse…
Mano esse jogo é muito foda. Eu nunca tinha reparado na semelhança da Alyx com ela HAHUAHUAUHA Genial! HAUHAUHAUA

Nossa sério, se tem um jogo que eu fico emocionado quando eu penso, é esse. Muito foda mesmo.
bruno disse…
NOSSA ESSE JOGO EVOLUIU MUITO DO 1 PRO 2,FIQUEI SURPRESO QUANDO VI O 2 SERIO O.O
vitor Melo disse…
É emocionante e muito irado