Temporario



Jogos | Séries | Filmes | RPG e Tabuleiro | Animes | Creepypastas | Quadrinhos | Livros | Mapa do Blog | Sobre o Blog | Contato |

segunda-feira, 31 de maio de 2010

Fallout 1 e 2 - Os jogos esquecidos...

O jogo de RPG pós apocalíptico fallout, passou a ser famoso com força apenas em fallout 3, e os dois primeiros jogos da série não são muito falados, mesmo com a quantidade imensa de conteúdo que temos a venda no Brasil, por isso resolvi escrever essa matéria sobre os dois *-*
"War... War never changes"

Sério pessoal eu acho essa frase melancolicamente estilosa! Nossa! E ela está presente no inicio de todos os jogos da série! @[email protected] (tradução: "guerra... guerra nunca muda")



A história

Estados Unidos e China entram em guerra em 2077 pela falta de petróleo, o resultado é que a costa oeste dos EUA é totalmente detonada, ja temendo o pior o governo deles decide criar abrigos nucleares que ganham o nome de Vaults, e várias pessoas são "seladas" la dentro.

Fallout

O primeiro jogo da série foi lançado em 1996 e você controla um personagem que nasceu e cresceu no Vault 13, ele nunca teve contato algum com o mundo exterior e tudo o que conhece é o que está dentro do Vault, porém um dia o Vault número 13 tem o seu purificador de água quebrado e para seu azar (ou sorte) é você que é selecionado para ir la fora e procurar pelo mundo um novo purificador de água, você tem alguns meses para fazer isso ou todos eles batem as botas Ò.ó isso é uma coisa muito interessante pois te faz ter noção de que no mundo de fallout o tempo realmente existe, enquanto você viaja pelo mundo pode ver quantos meses faltam pra agua acabar! Inclusive se você demorar muito vagando pelo mundo, acaba aparecendo um vídeo de aviso, achei isso extremamente estiloso pois você está la viajando pelo mundo numa boa e quando ve, do nada surge uma apresentação em CG na tela.

Fallout 2

Esse jogo é voltado mais para o lado religioso, o que eu achei muito interessante, ele se passa 80 anos após o primeiro fallout. Eu digo que tem uma historia voltada para o lado religioso porque você é um membro de uma tribo que está morrendo, isso mesmo, você não é mais um personagem que viveu em um confortável Vault durante toda a vida, mas sim uma das pessoas que vive do lado de fora, sentindo na pele como o mundo se tornou, e nessa tribo tem as suas crenças, um exemplo é que é citado o Vault 13 como "O sagrado Vault 13" na visão de alguns pode se sair estranho, porém em um mundo devastado onde pessoas mal sabem como era antes, é normal que crenças surjam, mesmo que sejam de coisas nada a ver... Bom, sua missão é salvar sua vila achando um artefato "sagrado" chamado "Garden of Eden Creation Kit" ou de forma abreviada, GECK, com ele você poderá salvar a tudo, você também veste uma roupa do Vault 13, que obtém após conseguir passar no teste para provar seu valor como guerreiro e que merece vestir essa roupa.

Sobre os jogos

Na primeira vez que joguei fallout, tenho que assumir que eu não gostei não, achei um saco o jogo, mas parecia tão atraente que tive que tentar de novo, e vi o quanto esse jogo é maravilhoso, o negócio dos primeiro fallouts é que eles usavam turnos de movimentação nos combates, isso me dava nos nervos, a pessoa tem que estar preparada para esse tipo de jogo, mas quando você se acostuma e vê o quanto o jogo é fantástico, fica mesmo marcado.
Os dois primeiros jogos usam a mesma engine, portanto quem jogar vai ver que são bem parecidos mas com histórias diferentes é claro. O jogo já começa de forma empolgante, com você montando sua ficha de personagem, distribuindo seus pontos, essa ficha vai definir como será o seu caminho, por exemplo se você for um cara forte poderá carregar mais itens, há muitos atributos e mudam muito mesmo o jeito que o jogo irá acontecer. Outra coisa bem legal é que fallout às vezes simula um RPG de mesa, porque além de ter uma ficha de personagem, ainda tem um narrador no jogo, mensagens dele aparecem em um visor na tela, é muito legal e você nota isso já de cara porque por exemplo em fallout 1, você sai do vault que fica dentro de uma caverna e vai andando pra saída, e quando ta chegando perto dela, aparece escrito no visor algo do tipo "E então você ve um brilho e percebe que é a luz do sol, pela primeira vez em toda a sua vida você está vendo luz natural" é muito foda, o narrador serve também para descrever certas coisas do cenário que você vê, ás vezes você clica para examinar algum lugar e aparece escrito o que você está vendo para deixar mais detalhada a situação.

A interação com personagens é fantástica, você simplesmente pode matar todo mundo! Não tem essa de NPC que não pode morrer não, se você mata uma peça importante da história, ela se adapta e funciona sem aquele personagem, algo sensacional! Outra coisa muito legal é o conteúdo que os NPC tem, você pode perguntar várias coisas pra eles e negociar, só que nem sempre a história segue exatamente da forma que deve ser, por exemplo existe uma cidade que um cara me contratou para matar outro, eu fui matar o outro, fingi ser amigo dele, mas acabou que virei um bom amigo e resolvi contar pra ele sobre o outro, e esse que era pra ser o alvo, me contratou para matar o primeiro cara, essa é uma decisão que segui, mas poderia ser diferente, eu poderia matar os dois também, ou simplesmente sumir da cidade, tanto faz tem muita coisa que se pode fazer. As sub histórias são muito fodas, há por exemplo um cara que vendia churrasco dizendo que era de um animal mas na verdade era de gente, e você pode chantagear ele, tem as caravanas que viajam e precisam contratar proteção, você pode pegar um emprego desses pra ganhar uma grana e experiência, existem grupos bem interessantes também, como a misteriosa irmandade do aço, de homens muito bem armados, ou a sombria seita religiosa que se espalha cada vez mais pelo mundo deixando seus seguidores fanáticos, entre outros.
O mundo de fallout segue o estilo dieselpunk e é enorme e perigoso, normalmemte em um jogo quando você sai, já tem um destino certinho no mapa, não em fallout, quando você sai está tão perdido quanto seu personagem, o mapa é totalmente preto sem marcação nenhuma, você não sabe pra onde ir, não tem marcação, seta, nada... É só andar sem destino, então os jogadores podem começar por diferentes pontos, as histórias começam de formas variadas, você tem que viajar, descobrir cidades e crescer na sua vida, ganhar respeito, seja por alguma boa façanha que fez, ou por botar medo nas pessoas e ir se desenvolvendo, há inimigos por toda parte, escorpiões gigantes, bandos de ladrões que te atacam enquanto viaja, formigas mutantes, entre outras coisas... Você pode também contratar um guarda costas pra te acompanhar, o que é uma bela ajuda.

O combate de fallout, como falei é de turno, enquanto você anda é normal, mas se entra em um combate, automaticamente o modo de combate é ativado e você tem pontos de movimentos, que pode gastar para andar, ou para atirar, certos movimentos com armas pedem mais pontos, e outros menos, por isso voce tem que dividir bem entre se movimentar e atirar, levando em consideração que quanto mais próximo, maior as chances de acerto nos personagens, e você também pode usar os pontos pra tentar fugir.

Há vários itens no jogo que são muito úteis, tanto itens anti-radiação, quanto comida, armas e outros acessórios, no comércio a principal moeda são outros itens, ou seja você vai barganhando e trocando seus itens, o valor dele que determina o quanto você pode comprar, de resto tampas de garrafa de refrigerante são usadas de forma simbólica como se fosse o dinheiro, um detalhe interessante é que você pode usar sua habilidade para tentar roubar comerciantes, o que é muito interessante e útil, mas pode te meter no meio de um tiroteio.

Mas bom, acho que é isso, com certeza tem coisas que estou esquecendo porque esse jogo tem tanta opção que é muito difícil eu lembrar de tudo, mas vale muito a pena mesmo jogar fallout 1 e 2, jogos maravilhosos e que quem tem paciência pra jogar um jogo antigo e com esse tipo de combate, vai adorar pra caramba! Pra quem não entende inglês, existe a tradução para espanhol, não português mas é uma ajuda para muitos hehehe. Vale a pena dar uma conferida no site da G2A, pois lá eles costumam vender keys da steam por um valor bem mais barato que na própria steam e ainda aceitam boleto bancário. Dê uma conferida aqui.

Twittem aí para seus amigos pessoal =D

7 comentários:

Julio Cesar disse...

Fallout 1/2 nunca saem do meu PC, fodas mesmo, e tou jogando o 3 também, muito foda...

Outros jogos de PC que são subestimados que vc podia falar é o Sistem Shock e a série Syndicate

B-prime disse...

quando saiu fallout 3 é que eu fui jogar os dois primeiros e realmente são fodas...
...aconteceu a mesma coisa com divine divinity!!!

Maxmag disse...

Fallout é ÉPICO mano xD, jogava em 1998 ~

eduardo disse...

Putz, falar que eles não são tão conhecidos é brincadeira. Tudo bem, pra essa geração mais nova não são mesmo, mas eu comprei o Fallout2 numa revista (acho que era pcexpert ou games expert) dizendo nada menos que era o melhor RPG de todos os tempos.

O que é foda mesmo nesses jogos é o enredo nada linear, você pode jogar umas 20 vezes e tomar rumos diferentes. Baita sacada.

Parabéns pelo texto, boa descrição dos clássicos.

Robinhu disse...

Existe um programa que se usa pra colocar macetes no jogo, baixei uma vez, mas esqueci o nome dele, alguem sabe qual é? Você pode colocar Action points infinitos, quase tudo (ou tudo) infinito, se alguem puder ajudar, agradeço

Skywalkerpg disse...

O nome desse tipo de programa é TRAINER cara, procura na net pelo nome do jogo e escreve trainer depois que você acha. Mas lembra de ver qual a versão do jogo que as vezes um trainer da versão 1.5 por exemplo não vai funcionar bem na versão 1.6.

Espero ter ajudado. =)

Tompson Moreira disse...

Fallout 1/2 inesquecíveis, jogo sempre.