Space Opera - O universo pode ser exótico...

Uma coisa que as pessoas confundem muito por aí são histórias que se passem no futuro com obras do gênero space opera, só que não é a mesma coisa portanto hoje vou falar um pouco sobre esse estilo que muita gente tanto adora e no fim das contas nem sabe que existe um nome bem específico para defini-lo.  

Assim como existe o steampunk, dieselpunk, cyberpunk, também existe um outro subgênero da ficção científica que é o Space Opera, quando alguém olha assim de cara um Space Opera, a pessoa pensa que é o futuro por toda a tecnologia que tem e geralmente se ter o espaço ou se passar em outros planetas mas existem algumas diferenças. Primeiro o Space Opera pode não ser o futuro da humanidade, pode ser outra dimensão por exemplo com espaço, planetas e até humanos, mas muitas vezes nem ao menos existe a terra, star wars por exemplo que se passa em outra galáxia, como aquilo que expliquei em star wars para iniciantes volume II.

Outra coisa que define esse tipo de Obra são os personagens exóticos, histórias épicas e etc, então ao invés de ser puro futuro toda aquela coisa super desenvolvida, pode muito bem ter coisas medievais, por exemplo em uma Space Opera é perfeitamente normal se existir um planeta em que as pessoas usam roupas medievais, e mesmo assim com elementos futurísticos.

Um ponto que é bem comum também são armas a laser, ou seja há toda uma mistureba na bagaça isso porque há choque de civilizações, como há exploração do espaço existem planetas super evoluídos e aqueles que não são. Essa imagem da matéria mostra muito bem o gênero, podem ver esculturas feitas em pedra e o visual do homem atirando, não é nada futurístico, em comparação o fundo mostrando o espaço e a arma laser na mão dele dá a impressão de que é algum tipo de viking do espaço!

Claro que existem também obras que tem características de space opera mas não chegam a ser, aquelas que tem pequenos detalhes mas não é algo que está impregnado, por exemplo uma série que mostra viajantes do espaço e durante toda ela, tudo é super tecnológico dai em um único episódio acham um planeta exótico, eu não consideraria essa série uma space opera só porque em um episódio surgiu isso. Duna pra mim é o melhor exemplo de uma space opera porque é realmente muito exótico e mesmo assim futurista.

Claro que o futuro também pode ser uma space opera mas isso não é regra, então nem tudo que é do futuro é considerado mas se um autor quiser ele pode adaptar. Bom, é isso espero que tenha sido uma informação útil para alguns. Confira alguns Space Opera lançados no Brasil.

Twittem aí para seus amigos pessoal =D

Comentários

Luis disse…
mass effect é um otimo jogo no estilo space opera ^^

Boa Materia Sky
Yan/Yzy disse…
Rogue Gallaxy também (não resisti '-') xD
Wladimir Araújo disse…
Vcs jah ouviram falar em Star Ocean?
Cheech! disse…
Starcrat seria um space opera?
Skywalkerpg disse…
Star Ocean o nome é familiar, Cheech Starcraft tem umas coisas bem exóticas mas eu não considero uma space opera não, tipo considero só algo com características e tal, algo que eu não tinha citado mas coloquei depois na matéria foi Star Wars que é em uma galaxia muito distante. Ò_Ò
_KeLLeVRa_ disse…
eu já vi duas boas space opera mas sempre tinha essa confusão de ser o futuro ou não, ficou mais fácil de entender agora sabendo que pode ser um universo paralelo ou uma galaxia distante (não sei pq mas isso me lembrou crises nas terras infinitas)