Dungeon Siege é um jogo medieval maravilhoso que acabou esquecido no tempo

Existe uma quantidade monstruosa de jogos ambientados em universos de fantasia medieval, no entanto tem alguns que é inacreditável como simplesmente sumiram. E um exemplo é Dungeon Siege, jogo distribuído pela Microsoft em 2002 que conseguia criar uma atmosfera épica maravilhosa e chegou a ganhar duas sequências, mas ao invés de se tornar extremamente popular como algo com o selo Microsoft deveria fazer tornar.

Esse é um Action RPG diferente, ao invés de você controlar apenas um personagem, como em Diablo, vai criando um grupo de até oito de aventureiros que seguem as suas ordens, cada um com suas próprias habilidades e com os próprios equipamentos que você vai  variando. Na medida em que se aventuram pelo mundo, vão conseguindo tesouros e itens.
É notável que rolou uma certa inspiração em O Senhor dos Anéis e para um jogo de sua época, ainda é capaz de gerar belas imagens do grupinho um atrás do outro viajando. Dá até para levar um burrinho entre os membros e usar ele para carregar todos os itens que você achar, caso não tenha espaço no inventário dos outros personagens.
 
O jogo simula muito bem uma aventura através dos mais variados biomas, indo desde ambientes com magma até cavernas congeladas com esqueletos de seres gigantesco. Já os inimigos também são os bem comuns em ambientes de fantasias, indo desde soldados humanos a caveiras, criaturas de fogo, dragões e mais!
Algo muito bacana é que o jogo veio também com um modo multiplayer para que jogadores podem experimentar a coisa de forma cooperativa. Levando em consideração o universo apresentado, e a quantidade de personagens do grupo, cai muito bem a ideia de ter alguém para se aventurar junto nessas terras.

Dungeon Siege conta ainda com duas sequências e hoje em dia poderia ser uma das grandes franquias da Microsoft, chegando a ter uma sequência em 2005, também feita pela Gas Powered Games, que acabou fechando as portas, já em 2011 veio o terceiro pela Obsidian Entertainment (De "Knights of the Old Republic"), mas infelizmente após isso acabou desaparecendo. 
Apesar de tudo, curiosamente o jogo teve força o suficiente para ganhar um filme em 2007 chamado "In the Name of the King: A Dungeon Siege Tale" e que aqui no Brasil chegou apenas como "Em nome do Rei" e é extremamente mal falado, conseguindo a façanha de ter nota 4% da crítica no Rotten Tomatoes, enquanto o público foi mais bondoso, mas ainda assim foram medíocres 22%. Ou seja... Com certeza não foi a melhor mídia pra popularizar a coisa.
 
E você, chegou a jogar? O que achou da experiência? Acha que hoje em dia ainda faria sucesso? Caso queira comprar jogos baratinhos, recomendo sempre dar uma olhadinha no preços das keys da Steam (e outras lojas) à venda na GMG, muitas vezes os preços deles estão bem abaixo do normal, e comprando keys lá, você acumula XP, que gera várias vantagens como descontos extras nas próximas compras e até jogos grátis! Dê uma conferida aqui.

 
(DICA: Fica de olho nos CUPONS DE DESCONTO que costumam aparecer na página inicial da GMG frequentemente! O preço cai muito!)  
 

Postar um comentário

0 Comentários