Disney mandou três fãs de Club Penguin pra cadeia!

Não é incomum ter pessoas tão fãs de algo, que quando veem essa coisa parar de receber suporte da empresa, tentam eles mesmos renascer a coisa. No entanto as coisas às vezes não acabam nem um pouco bem ao mexer com a marca dos outros. É só ver o processo que a Nintendo meteu nos fãs de Pokémon que fizeram um evento. Mas a Disney foi um pouco mais além e fez alguns fãs conhecerem a cadeia por dentro.

Club Penguin foi um simpático MMO lançado em 2005 que marcou uma geração, deixando muita gente encantada com a experiência. No entanto a festa acabou doze anos depois, quando no começo de 2017, o jogo perdeu os seus servidores, deixando apenas a saudade. Porém isso também fez com que muita gente tivesse disposta a qualquer coisa para jogar de novo.

E foi assim que três fãs ingleses resolveram colocar a mão na massa para preparar "Club Penguin Rewritten", em que iriam recriar o jogo original. No entanto a Disney notou o que estava acontecendo e resolveu denunciar para a polícia! E a divisão "Crime de Propriedade Intelectual da Polícia" entrou em ação, localizando e prendendo os três.
No fim das contas concordaram em transferir o site para a polícia, para que ela pudesse continuar com a investigação e graças a isso deixaram que saíssem, para também poder auxiliar, dando respostas sobre o acontecido. E obviamente, dando fim ao projeto que estava em desenvolvimento.

Essa situação assustadora mostra que é preciso ter bastante cuidado na hora de criar alguma coisa que use propriedade intelectual de empresas. Existem algumas que mostram que estão bem ok com isso, a SEGA já se mostrou tranquila, a Capcom mostra que consegue conversar bem, a Valve então... Deu até sinal verde pra fãs lançarem o remake pago de Half Life.

Postar um comentário

0 Comentários