Shot in the Dark | Jornada macabra pelo velho oeste

Esse é um jogo que assim que eu bati os olhos, já me encantei imediatamente. Isso porque fez uma mistura de duas coisas que acho interessantes, um visual pixelizado peculiar e uma versão macabra do velho oeste, que é um ambiente que acho que demorou demais para começar a ser explorado na cultura pop em geral. Então tive que testar e sem dúvidas em sua simplicidade esse jogo tem algo de especial capaz de entusiasmar os fãs de histórias de horror.

A história é um tanto misteriosa, se passa no século 19 durante o velho oeste. Você assume o papel de um bandido solitário que faz sua jornada, no entanto o mal espreita na escuridão. Demônios, cultistas satânicos, bandidos escondidos e outras abominações vindas direto do inferno. Aos poucos você vai pegando pequenos detalhes da trama e o que significa isso tudo.
Certamente a primeira coisa que chama a atenção nesse jogo é o gráfico tão simples, mas com elementos tão interessantes. Não é a primeira vez que um jogo usa uma paleta de cores tão limitadas, na verdade existem até menos, que são os jogos 1-bit como é o caso de Gato Roboto, Death Crown, Minit e Kids. Todos pequenas obras primas. E aliás, acho que só o fato do autor escolher algo tão limitado já significa que ele está pensando em fazer algo desafiador.

Em Shot in the Dark não temos apenas o preto e branco, mas também uma cor a mais, que é o vermelho. No entanto é simplesmente maravilhosa a forma com que essa mistura de três cores foi muito além do que simplesmente modelar o cenário, mas foram usadas como parte da mecânica do jogo. Isso porque as cores preto e branco também são névoa e escuridão, enquanto a cor vermelha são em geral olhos e bocas na escuridão.
Dessa maneira, se você estiver em um lugar e se deparar com uma névoa branca passando, ela também irá ocultar alguns tipos de espíritos que são brancos. Já se você estiver andando por um lugar escuro, os demônios que estiverem por ali vão ser completamente ocultados e somente se eles tiverem olhos é que será possível, caso contrário ficarão invisíveis.

E a maneira genial que o desenvolvedor aproveitou isso, foi fazendo com que pequenos detalhes interrompessem a invisibilidade das criaturas por um breve momento, seja a névoa saindo da frente e revelando eles graças ao fundo, seja os demônios passando na frente de uma árvore e te permitindo calcular mais ou menos onde estão. O mesmo serve pra pequenos detalhes do cenário como uma grama que irá se modificar por um breve momento se algo passar por cima dela e assim é preciso calcular a velocidade em que ela passou por ali pra você saber onde a entidade está.
A Possum House Games brincou bastante com as possibilidades e existe uma ótima variedade de cenários que tornam a coisa digna de Evil Dead, seja andar por um lugar onde tem um lago apenas no seu reflexo é possível ver inimigos, seja um homem alto que anda pela escuridão segurando uma lanterna, mas se você atirar nela ao invés da cabeça dele, será liberto um espírito que vai possuir o corpo dele e te atacar.

Também há desafios bem fantásticos como chegar em um lugar onde está acontecendo uma invocação de demônio e você precisa assassinar os cultistas antes que terminem, ao mesmo tempo em que manda bala no diabão para que atrase um pouco a coisa. Ou locais com bandidos escondidos onde ficam apenas a cabeça deles discretamente te observando, mas é possível ver as miras indo em sua direção.


Esse é um jogo bem difícil, ele usa o estilo puzzle em que o cenário precisa ser vencido, no entanto consegue manter uma atmosfera pesadona ao invés de ser meramente um jogo de passar de fase. A coisa é intrigante, você vai encontrando detalhes como pessoas que te dão certas informações, pega trens, chega em acampamentos improvisados. É bem legal!

Enfim, Shot in the Dark é um jogo que estranhamente tem o mesmo nome que outro que foi lançado na steam, então fiquem ligados! Adorei a atmosfera e o visual e com certeza pode ser um ótimo passatempo para fãs de horror. Recomendo sempre dar uma olhadinha no preço dele na Greenman Gaming antes de comprar na loja direta, algumas vezes os preços deles estão bem abaixo do normal, e sempre lembre de olhar os cupons de desconto que eles espalham pelo site, que deixa a coisa mais barata ainda, dê uma conferida aqui.

Postar um comentário

0 Comentários