Fatos Estranhos | Terror simples porém perfeito pra uma noite fria

Muito frequentemente eu procuro algum filme tosco pra assistir com um amigo e esse aqui foi um deles. Não era pra ser legal, era apenas pra passar o tempo sem precisar pensar muito, matar o tédio e etc e olha a capa desse filme, dá pra levar a sério uma bagaça dessas? Felizmente dessa vez acabou sendo uma obra que achei mais interessante do que apenas mais uma tosqueira cheia de clichês tão comuns em histórias de terror. Não chega a ser uma obra prima e nem é um dos melhores filmes de terror que já assisti, mas sem dúvidas conseguiu me entreter de uma forma inesperada.

A história foi exatamente o que me fez assistir, pois é tão fraca que só podia ser outro filme igual a todos os outros. Ou seja, o clássico grupo de jovens que foi a um lugar e nunca mais foi visto, mas tempo depois acharam a fita que mostrava o que aconteceu. É aquela fórmula vagabunda fácil que todos os diretores jovens fãs de filmes de terror precisam fazer, o nosso bom e velho mockumentary.
O início do filme é exatamente aquele mesmo tipo de começo que se vê em histórias no geral do tipo. O grupo no carro falando um monte de coisas aleatórias enquanto viajam para o destino. Mas acho que foi aí que comecei a achar interessante o filme, pois usaram algo simples e já visto antes, mas que acho que já deu um climinha a mais na coisa, um mistério, não foi apenas uma enorme parte desinteressante.

No caso, estou falando de uma van assustando os personagens, é algo que talvez alguns de vocês não ache nada demais no fim das contas, mas realmente me agradou por dar uma movimentada nesse momento, afinal de contas normalmente os personagens só encontram Satanás quando chegam no lugar maldito e antes o que se tem é um monte de jump scares desnecessários dos próprios personagens principais, tipo o brincalhão da turma dando um susto em alguém.
Mas não tinha muita esperança de que a coisa fosse para um lado diferente, mas gostei demais do fato de ser um filme que aproveita o "fator mistério" que torna obras tão atmosféricas. Ele não foca na gritaria e correria, pra falar a verdade não tem uma gota de sangue do começo ao fim do filme, o que convenhamos, é um milagre em um filme de terror de baixo orçamento. E bota baixo nisso, além de ser um mockumentary, o diretor Dominic Perez foi o roteirista e ele mesmo editou. Então a grana tava faltando!

Porém tá aí um elemento que pode dividir opiniões, especialmente porque se você procurar por Evil Things no imdb, vai ver que a nota do filme é uma desgraça, apenas 4,2 estrelas! Ele perde pra muitos filmes que considero horrorosos, tipo Willow Creek, que na minha opinião é uma verdadeira desgraça, mas que tem 5,1 estrelas. Ou seja, o público desse tipo de filme gosta mesmo é de bagaceira louca com elementos bem trash.


Aqui temos uma história mais lenta, que usa as coisas de forma menos exagerada. Há partes que já vimos em outros filmes, mas que o diretor soube a hora de parar. Vocês já devem ter visto aqueles filmes que quando a gritaria começa, é uma hora inteira de filme que é idêntico, personagens fazendo burrices e berrando sem parar até o vilão matar todo mundo e terminar. Aqui é possível ver o começo desses elementos, mas ele logo muda, tipo uma parte em que se perdem na floresta e que parece que vai ser o resto do filme ali.

A ameaça também me agradou bastante. A sinopse não fala nada, só de jovens de Nova Iorque que vão pra uma casa no meio da floresta e eu procuro saber o mínimo possível, já que esse tipo de filme é naturalmente ruim, então pra que estragar qualquer inesperada surpresa que tiver né? Nesse caso acho que foi bom demais, mas também creio que nem todos vão gostar exatamente porque dá pra ter uma certa expectativa de que tipo de vilão se vai ter.


Acho que o climinha noturno é bem gostoso, tanto a parte da estrada que tem aquela tensão sobre a van que seguem os personagens, quanto na casa, com a imensa sensação de impotência que é transmitida ali. Então acredito que é um filme fantástico pra você assistir com um amigo naquela noite fria em que quer passar o tempo com alguma história sombria.

Enfim, não é um dos melhores filmes de terror da minha vida, mas é um filme satisfatório, então acho que foi um bom tempo que passei assistindo, esperava muito menos dele e a sensação que tive é que um diretor iniciante e sem dinheiro quis fazer seu próprio filme, mas conseguiu pegar a falta de orçamento e usar a seu favor usando o medo do desconhecido. Ou seja, a coisa é mais assustadora exatamente por você não ver. Caso te agrade filmes desse tipo, é uma opção bacana, agora se você gosta de algo mais visual, passe longe, pois vai achar uma bosta! Tem disponível no Prime Video.

Postar um comentário

0 Comentários