Beyond Blue | Tão imersivo que parece um documentário e não um jogo sobre o mar

Eu já comentei aqui no blog sobre o medo e admiração que tenho pelo mar, e exatamente graças a isso, eu evito jogos aquáticos, porém de vez em quando tem alguns jogos que não consigo resistir e tenho que dar uma conferida. Beyond Blue é desses, um jogo que inicialmente me atraiu pelo visual magnífico, mas que foi uma surpresa descobrir um tipo de experiência bem diferente do que eu imaginava. Não é apenas um jogo que é um prazer pegar o controle de PC e se jogar na cadeira, mas maravilhoso por ser informativo de um jeito diferente.

A história tem foco em uma equipe de pesquisa do fundo do mar, que usa tecnologias experimentais para fazer seu trabalho diariamente. Você assume o papel de Mirai, uma cientista especializada em explorar o oceano que está em um submarino e recebe suporte de fora. Ao mesmo tempo usa o trabalho para fazer lives e explicar ao público certos detalhes do que está fazendo.

Esse é um daqueles jogos que você nota rapidamente que surgiu da mais pura paixão dos criadores e a coisa aqui é bem diferente de outros jogos de mergulho. Em World of Diving, a diversão é mergulhar com os amigos e explorar abertamente o mar. Em ABZÛ, a beleza do oceano é levada a níveis surreais e o foco é maravilhar a pessoa. Em Debris a experiência é pra ser de horror claustrofóbico. Aqui, por outro lado a sensação é de te colocar na pele de um biólogo marinho e se sentir mergulhando profundamente na paixão pelo fundo do mar.

Esse é um jogo semi-linear, isso porque parece um meio termo entre sandbox e narrativa. Por um lado você pode mergulhar em cada missão e só ir indo atrás dos objetivos sem parar até passar pra próxima fase, por outro, você pode quebrar isso, deixando o objetivo de lado e indo dar uma olhada no lugar onde está, podendo escanear criaturas e coletar dados sobre elas, além de ficar admirado com a movimentação tão realista das criaturas.

As missões te colocam para usar o equipamento para rastrear e localizar criaturas, assim como coletar amostras e investigar mistérios do mar. Você sempre fica em contato com a sua equipe de suporte que vai dando informações. O jogo conta com legendas em português, sendo assim aqueles que têm problemas não precisam se preocupar, mas de qualquer forma é tudo bastante intuitivo.

É possível ficar vagando pelo mar, ver estrelas do mar, golfinhos, tubarões e até gigantescas baleias passeando calmamente em família. É algo bem maravilhoso e você escolhe se quer ficar dando uma olhada nessas criaturas, coletando dados para destravar suas fichas e aproveitando para relaxar bem no estilo de simulador de andar, ou quer ver a história logo e vai atrás dos objetivos.

Como os personagens filmam o que fazem e transmitem via streaming pela internet, isso se tornou a desculpa perfeita pra eles conversarem com quem está jogando. Isso porque tem muitas informações técnicas  que eles simplificam "E se você que está assistindo não sabe o que é tal coisas, traduzindo pra linguagem fácil, é..." e explica tudo. Acaba sendo uma ótima experiência de aprendizado.

Ao terminar as missões, existe um momento de pausa que é no submarino da protagonista, onde você também a controla e pode acessar coisas, desde um aparelho com uma seleção de músicas super peculiares (ouça no trailer), até conversar com os conhecidos próximos e desenvolver uma história que acontece por fora, como a da avó doente que está distante e ela só recebe informações do que tá acontecendo, achei bacana essa forma de ampliar o universo e transmitir a sensação de distância de tudo.

Além disso, também tem a área de vídeos que vão sendo destravados e essa parte é maravilhosa, pois são entrevistas com pessoas reais e informações sobre o mundo marinho. No geral são vídeos focado na paixão de pessoas que trabalham na área. Elas mostram com força o quanto  lhes aquece o coração ver a vastidão do oceano e como aquilo está tão absurdamente vivo e ligado a todos nós. Em meio a isso vão soltando informações no estilo documentário.

Enfim, tá aí um jogo um tanto peculiar e que consegue te colocar realmente na pele da protagonista e sentir de forma bem viva tanto as criaturas ao seu redor, quanto as pessoas e seus próprios problemas. Pra quem quer relaxar, pode ser uma opção maravilhosamente imersiva. Recomendo sempre dar uma olhadinha no preço dele na Greenman Gaming antes de comprar na loja direta, algumas vezes os preços deles estão bem abaixo do normal, e sempre lembre de olhar os cupons de desconto que eles espalham pelo site, que deixa a coisa mais barata ainda, dê uma conferida aqui.

Postar um comentário

0 Comentários