A Epic foi processada por ator de "Um Maluco no Pedaço"

Depois de Fortnite, a Epic conseguiu rios de dinheiro e o lucro foi tão grande que decidiu lançar a Epic Games Store. No entanto o ator, Alfonso Ribeiro, que interpreta o Carlton Banks em Um Maluco no Pedaço, ficou revoltado com a empresa e acabou tacando um processo por apropriação de algo criado por ele.



Bom, tudo começou em 1990 quando lançaram nos Estados Unidos a série The Fresh Prince Of Bel-air, que foi um baita de um sucesso e logo foi renovada. No episódio 13 da segunda temporada, Carlton tinha que fazer uma dança e o próprio ator inventou algo. As pessoas acharam tão hilário, que se repetiu várias vezes no resto da série e mesmo com o passar das décadas, sempre pediam para Alfonso Ribeiro fazer a dancinha em entrevistas, com a coisa sendo acompanhada da música "Not Unusual" de Tom Jones, confiram:

Mas beleza, os anos foram passando e veio Fortnite, originalmente anunciado em 2011, mas que ganhou popularidade em 2017 apenas com o seu modo Battle Royale, que fez gerar uma treta louca especialmente porque surpreendeu todo mundo com o sucesso que foi. Apesar do jogo ser gratuito, se manteve com a venda de coisas dentro dele.

E uma das coisas à venda foram "emotes", sendo que uma dessas a venda se chamava Fresh (Lembra do nome em inglês da série que citei ali em cima?). E esse emote é uma dancinha um tanto peculiar, que alguns já conheciam, outros não, mas acabou chamando a atenção de geral e obviamente fazendo muita gente pagar por ela. Essa:

E naturalmente o tempo foi passando, Fortnite se popularizando, vendas gerando rios de dinheiro, muitos eventos de Fortnite misturando elementos da cultura pop e aproveitando bem as oportunidades pra se popularizar mais, tipo aquele evento dos Vingadores que foi super inusitado e atraiu ainda mais gente e etc.

Com isso é claro que não poderia deixar de chegar aos ouvidos de Alfonso Ribeiro né? As pessoas começaram a dizer pro cara que compraram a dancinha dele no Fortnite. No entanto só tem um detalhezinho que é o fato da empresa nunca ter entrado em contato com o autor dos passos, nem pra pagar comissão, nem pra pedir autorização.
Isso foi algo que o fez ficar revoltado e tacar um processo na Epic, o advogado fez a seguinte declaração: “É amplamente reconhecido que a aparência e a propriedade intelectual do Sr. Ribeiro foi indevidamente apropriada pela Epic Games no jogo de videogame mais popular do mundo, Fortnite. A Epic obteve lucros recordes graças a conteúdo baixável no jogo, incluindo as danças como ‘Fresh’. No entanto, a Epic não compensou o Sr. Ribeiro ou pediu sua permissão para usar sua aparência ou sua propriedade intelectual icônica”.
A coisa naturalmente foi polêmica e dividiu fãs, alguns apoiando Alfonso por sempre ter sido o dono da coisa, e outros dizendo que é um aproveitador querendo ganhar dinheiro só porque fez sucesso. Vixe ein? O_O! Mas e você? Acha certo ou errada a atitude do cara?

Comentários